Surian faz mistério no ataque Carijó. Toque de Bola transmite o jogo

  Na tarde de quinta-feira, 5, o Tupi fez um treinamento tático no campo da Faculdade de Educação Física da UFJF, dando continuidade na preparação para o jogo decisivo diante da Aparecidense, no sábado, 7, às 18h30, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

  A rádio web do Toque de Bola transmite Tupi x Aparecidense neste sábado, 7, a partir de 18h, Segue link da nossa rádio webhttp://www.toquedebola.esp.br/wp-content/themes/portal-toque/nas-ondas-do-toque.html

  O treinador Felipe Surian, que comandou a atividade, ainda segue com o mistério na escalação do alvinegro de Juiz de Fora. No primeiro jogo das oitavas, Surian optou por começar com Núbio Flávio no banco e só usar o garoto na segunda etapa, assistindo o jogador mudar a cara do jogo e anotar o gol de empate, o quarto de Núbio no Campeonato Brasileiro da Série D. Quem entrou como titular foi Wesley, que ganhou a chance após perder espaço ao término do Campeonato Mineiro, quando terminou como artilheiro da equipe, com quatro gols. Felipe manteve o mistério sobre quem fará a dupla de ataque ao lado do artilheiro Ademilson.

  De certo para o confronto é ausência do volante Felipe Lima, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Maicon Douglas participou do treinamento e deve ser o escolhido para substituir o jogador.

  O Galo Carijó joga por um empate sem gols dentro de casa para avançar às quartas de final, já que o gol marcado fora de casa é critério de desempate, de acordo com o regulamento da Série D. Quatro mil ingressos foram colocados à venda e os preços foram mantidos: R$20 (inteira) e R$10 (meia), para menores de 12 anos, estudantes e maiores de 60 anos.

  Palavra do Xerife

  O zagueiro Sílvio estava no grupo Carijó que conquistou o título da Série D, em 2011. Para repetir o feito, o jogador aposta no bom retrospecto dentro de casa na Série D e no apoio do torcedor.

  “É um privilégio para mim poder fazer parte do grupo do Tupi mais uma vez. Estamos em busca do nosso objetivo, que é colocar o clube novamente na Série C. Vai ser um jogo de extrema dificuldade, tivemos um bom aproveitamento fora de casa e temos a vantagem de jogar pelo empate sem gols dentro de casa. Mas nosso retrospecto nessa Série D é bom, temos uma série de vitórias, ganhamos bem e espero contar com o apoio do nosso torcedor para nos prestigiar e ver o time na próxima fase”, afirmou.

  Ciente da vantagem, o capitão do Tupi mantém os pés no chão e acredita que o Tupi deve usar a inteligência, sabendo a hora de cadenciar o jogo e a hora de agredir o adversário.

  “Sabemos que o regulamento está a nosso favor, mas ainda não jogamos apenas nos defendendo. Vamos jogar da forma como estamos jogando até o momento, procurando agredir a todo o tempo, buscando o gol. Mas, claro, que se chegar o fim do jogo e não tivermos feito o resultado, estaremos jogando com o resultado”, disse o zagueiro.

  Texto: Igor Rodrigues

Este post tem 3 comentários

Deixe seu comentário