25 jun 2018

Péssimo! Tupi perde em casa por 3 a 0 para o Bragantino



Tupi ficou preso na boa marcação do Bragantino

  O técnico do Tupi, Eugênio Souza, definiu bem o que foi o jogo do sábado, dia 23, de seus comandandos contra o Bragantino em apenas uma palavra: péssimo (veja vídeo nas nossas redes sociais Instagram toquedebolajf twitter toquedebolajf e fanpage –  página no face – Portal de Notícias Toque de Bola Juiz de Fora).

  O comandante carijó identificou “uma apatia geral” no time e colocou em palavras mais coesas o que o torcedor esbravejou após a derrota em casa para a equipe paulista. Após uma atuação abaixo das que vinha tendo, somada à sempre fatal Lei do Ex, a reação do Tupi no grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro foi interrompida.

  O Carijó perdeu por 3 a 0 para o Bragantino em tarde que não se encontrou ofensivamente e ainda viu o meia Vitinho, campeão da Série D de 2011 com o Tupi, dar uma assistência e fazer um dos gols da vitória dos paulistas. Agora, o desafio dos juiz-foranos será fora de casa, pela décima segunda rodada da Terceirona, o time local vai até Ponta Grossa, no interior do Paraná, enfrentar o Operário, no dia 1º de julho, às 15h30, no Estádio Germano Kruguer.

 Mais distante

  Com os demais resultados do grupo – Cuiabá 3 x 0 Volta Redonda, Botafogo-SP 3 x 1 Luverdense, Joinville 3 x 1 Tombense e Operário-PR 2 x  1 Ypiranga-RS – no fim de semana, o alvinegro juiz-forano segue na quinta colocação, com 14 pontos, mas agora está a quatro do Bragantino, quarto colocado.

  Assim, o Tupi precisa de no mínimo duas rodadas para ter possibilidades de estar no G-4. Restam sete rodadas para o final da fase de classificação. De acordo com o regulamento, os  quatro primeiros colocados de cada grupo disputarão o “mata-mata do acesso” para a Série B. Os dois piores classificados em seus grupos serão rebaixados para a Série D de 2019.

  

Começo ruim

  Depois de uma semana quase sem treinar por conta de dores no púbis e na coxa direita, o goleiro Vilar iniciou a partida. Já para o lugar do contundido Rodrigo Dantas, o escolhido foi João Vítor. Assim, o Tupi começou tentando pressionar, usando principalmente as cobranças de faltas laterais, sofridas por seus extremas, diretamente na área.

  Mas quem teve as melhores chances e abriu o placar foram os visitantes. Aos 13 minutos, o meia Vitinho, ex-Tupi, cobrou falta da intermediária e ela caiu atrás do goleiro do Tupi, batendo na trave. Aos 24, Marquinhos recebeu lançamento de Vitinho, ganhou da zaga, e tocou na saída de Vilar, fazendo 1 a 0 para o Bragantino. O Carijó ainda tentou em jogada ensaiada aos 38 e, aos 44, em um chute de fora da área de Paulinho, mas os paulistas foram para o intervalo na frente.

Bragantino construiu o placar com boa atuação de Vitinho, ex-Tupi

Segundo tempo pior

 O roteiro do primeiro tempo deu o tom do início do segundo. O Tupi insistia nas bolas levantadas em faltas laterais, e o Bragantino se segurava, tentando sair no contra-ataque. O Carijó só saiu dessa nota quando o centroavante Patrick, aos 13 minutos, ganhou na raça e chutou de fora, obrigando Alex Alves a fazer uma grande defesa.

  Mas esse foi o último momento bom do Tupi no jogo. Preso na marcação do Bragantino, o Carijó ainda viu o oponente ampliar aos 23 minutos, com a Lei do Ex funcionando. Vitinho completou para as redes após rebote de Vilar em cruzamento de Marquinhos. Aos 37, o Bragantino fechou o placar, com Gustavo Vintecinco, cabeceando da entrada da pequena área e colocando o 3 a 0 no marcador.

TUPI 0 X 3 BRAGANTINO

Tupi

1 – Vilar

2 – Afonso

3 – Sidimar

4 – Mateus

6 – Magalhães

5 – Léo Costa

8 – Léo Salino

10 – Diego Luís (Potita aos 9 minutos do segundo tempo)

7 – João Vítor

11 – Paulinho (João William aos 12 minutos do segundo tempo)

9 – Patrick

Técnico: Eugênio Souza

Bragantino

1 – Alex Alves

2 – Buiu

3 – Lázaro

4 – Guilerme Martins

5 – Adenilson (Jonathan aos 35 minutos do segundo tempo)

6 – Fabiano

7 – Magno

8 – Rafael Chorão

10 – Vitinho

11 – Marquinhos (Rodriguinho aos 27 minutos do segundo tempo)

9 – Matheus Peixoto (Gustavo Vintecinco aos 25 minutos do segundo tempo)

Técnico: Marcelo Veiga

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Foto: Nina Proton/Tupi FC

Arte: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


17 ago 2018
Fora de casa, Uberabinha/Tupi enfrenta ADMH

17 ago 2018
Para ficar em cima! UFJF/Asepel encara o Boston em Manhuaçu

16 ago 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: veja resultados e tabelas

16 ago 2018
Panathlon Club entrega Taça Disciplina. Confira todos destaques do futsal

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse