‘Na caça aos 27 pontos’, Tupi enfrenta o Caxias. Rádio web do Toque transmite ao vivo

O Carijó tem mais uma árdua missão na Série C. Desta vez, o dever de casa juizforano deve ser feito em cima do Caxias do Sul, equipe que conhece o torneio como poucos no grupo, no sábado, às 16h, com transmissão ao vivo da rádio web do Toque de Bola, a partir das 15h, direto do Mário Helênio. Para o treinador do Tupi, Léo Condé, apesar do investimento maior do adversário, o confronto, em casa, é fundamental na perseguição aos 27 pontos, número que, de acordo com o comandante, tira as possibilidades de rebaixamento do Alvinegro de Santa Terezinha na competição, meta principal do clube em 2014.

“O maior objetivo do Tupi, em um primeiro momento, é a permanência na primeira divisão. Então trabalhamos com um número de tentar fazer nove pontos em cada seis partidas. Conseguiríamos, assim, 27 pontos, o que eu acho que nos livraria, tranquilamente, do rebaixamento. Porém, essas seis primeiras rodadas têm uma característica de que fazemos quatro jogos em casa, então se conseguirmos elevar esse número de pontos seria fantástico”, explicou Condé.

tupi_caixas_destacada

Posição na tabela

As projeções matemáticas vêm sendo feitas também de rodada em rodada. Sexto colocado no grupo B com quatro pontos conquistados, o Tupi pode, em caso de vitória, dar um salto na tabela, já que os dois primeiros colocados possuem sete pontos, número que os juizforanos igualariam. Por outro lado, em caso de derrota, a equipe pode cair para a penúltima colocação, mas em caso de vitórias de Guaratinguetá e São Caetano. Tais possibilidades valorizam ainda mais o duelo de sábado em Juiz de Fora.

“Se um resultado positivo pode nos colocar lá em cima na tabela, um negativo também joga a gente lá pra baixo. Então é um jogo importantíssimo, os jogadores sabem disso, e temos que estar bastante concentrados e equilibrados”, analisou o comandante carijó.

Equipes

Querendo aumentar o número de gols marcados na competição e manter o de sofridos, o Tupi trabalhou durante a semana repetindo a escalação utilizada na segunda etapa da partida contra o Guaratinguetá. Desta forma, os juizforanos devem entrar em campo com Rodrigo; Maguinho, Wesley Ladeira, Fabrício Soares e Raphael Toledo; Genalvo, Gustavo, Henrique e Ewerton Maradona; Maranhão e Élder Santana.

O comandante do Tupi prevê mais uma partida equilibrada, elogiando cada setor dos adversários e ressaltando algumas características da equipe gaúcha que devem ser combatidas no sábado.

“O Caxias é um time bem característico do futebol do Sul mesmo, uma linha de quatro bem compacta, com dois volantes que protegem bem a entrada da área e quatro jogadores de muita movimentação no setor ofensivo. Tentamos agrupar nosso setor defensivo porque o time deles joga mais em direção ao gol, trabalha mais com jogadas individuais com mais profundidade, diferentemente do Guaratinguetá, que trabalha com mais lateralidade, rodando bastante o jogo. Ao mesmo tempo, aproveitamos algumas situações que observamos que podemos tirar proveito”.

Condé se movimentou muito durante a semana, orientando os jogadores durante os treinamentos
Condé se movimentou muito durante a semana, orientando os jogadores durante os treinamentos
Condé se movimentou muito durante a semana, orientando os jogadores durante os treinamentos
Condé se movimentou muito durante a semana, orientando os jogadores durante os treinamentos

Texto: Bruno Kaehler

Foto e arte: Toque de Bola

Este post tem um comentário

Deixe seu comentário