“Vi Tostão no Barro Preto, no auge de seus 17 anos”

Juiz de Fora (MG), 25 de janeiro de 2011 O hoje articulista esportivo Tostão, também médico psiquiatra, foi um dos jogadores de futebol que mais me fizeram gostar do "velho e violento esporte bretão". Vi-o pela primeira vez em ação no auge dos seus 17 anos em pleno estádio do Barro Preto, antigo campo do Cruzeiro, em 1963.

0 Comentários

O capitão Duílio continua um xerife

Juiz de Fora (MG), 23 de janeiro de 2011 Quem foi ao Estádio Municipal Radialista Mário Helênio no sábado, 22, para acompanhar o jogo-treino entre Tupi e Serrano (Tupi 1 a 0) talvez não tenha reconhecido o técnico do time de Petrópolis. Trata-se de Duílio, ex-zagueiro do Fluminense

0 Comentários