Futsal: os títulos do São Bernardo (dois), Uberabinha e Corrêas

Fim de semana de soltar um grito que estava preso na garganta há tempos. No retorno da competição após dois anos por conta da pandemia, a Copa Prefeitura Bahamas de Futsal conheceu os primeiros campeões da edição 2022 no sábado, dia 25 de junho, em uma sequência de quatro finais disputadas no Ginásio do Sport.

No sub-17 feminino, o São Bernardo ficou com o título. A taça do sub-11 do masculino também foi para a garotada do São Bernardo. Quem levou a melhor na decisão do sub-15 entre os homens foi o Corrêas, de Petrópolis. E a conquista no sub-17 masculino foi do Uberabinha.

A competição é uma realização da Prefeitura de Juiz de Fora, através da Secretaria de Esporte e Lazer, patrocinada pelo Grupo Bahamas com o apoio das marcas Hellmanns, Rexona e Nescau.

  (nota da redação: a cobertura do Toque de Bola não se limita ao Portal. Está no Instagram toquedebolajf, Twitter toquedebolajf, canal no Youtube (Portal Toque de Bola), Spotify e aplicativo, que pode ser baixado em qualquer celular. O apoio a esta cobertura é de Prefeitura de Juiz de Fora, Plasc, Santa Casa de Juiz de Fora e Projeto Cidadão Consciente, da Hiperroll Embalagens)

 

Sem susto

Na única decisão feminina da tarde no Sport, o São Bernardo bateu Matias Barbosa no sub-17. A final não teve grandes sustos para as campeãs, que abriram o placar com um gol de Vitória aos 11 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa, aos oito e aos dez, a capitã Gabriela sacramentou o 3 a 0 e o título de seu time.

“Fico muito feliz, é uma competição muito importante. Um incentivo muito grande para nós, principalmente do futebol feminino. São poucos campeonatos. A gente sabe que a Copa Bahamas é diferente, organização impecável. Estávamos com saudade. Treinamos muito e graças a Deus conseguimos conquistar esse título. É emocionante e gratificante estar de volta”, descreveu a capitã e autora de dois gols na decisão, Gabi.

Final Categoria sub-17 feminino 

Matias Barbosa 0x3 AEC São Bernardo

Capitã Matias: Diana nº 14

Capitã São Bernardo: Gabriela (Gabi) nº 10

Destaque de Matias Barbosa na final: Diana

Destaque de São Bernardo na final: Vitória Letícia (nº 9)

Gols São Bernardo: Vitória Letícia (nº 9), no primeiro tempo,  e dois gols de Gabriela (nº 10), na etapa final

Arbitragem: Breno Azalin e Renan Martins (anotadora Leiliane Gonçalves e delegado Leandro Andrade)

 

Lá e cá

O sub-11 masculino foi decidido entre São Bernardo e Escola Flamengo JF, e o que não faltou foi emoção. Os flamenguistas saíram na frente com Marquinho, logo aos três minutos de jogo. A virada veio com dois gols de Lucas Gonçalves, aos 8 e aos 10 minutos, ainda no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Flamengo foi buscar a igualdade, logo no segundo minuto, com Hugo. Mas faltando apenas quatro minutos para o fim, Caio Vieira balançou a rede e deu o título para o São Bernardo com a vitória por 3 a 2.

Duas taças na bagagem, felicidade para o treinador do São Bernardo, Renatinho. “Trabalhamos muito. Perdemos para os adversários tanto do sub-11 masculino quanto do sub-17 feminino na primeira fase. Mas buscamos nestas duas semanas antes da final. Tudo é fruto do trabalho, de vontade de aprender e da confiança dos pais. Só tenho a agradecer a Deus, minha família e aos pais”, disse o técnico campeão.

Final sub-11 masculino 

São Bernardo 3×2 Escola Flamengo JF

Capitão São Bernardo: Juan Barbosa de Souza (nº 8)

Capitão Escola Flamengo JF: Marcus Mantini (nº 5)

Destaque do São Bernardo na final: Lucas Gonçalves (nº 12)

Destaque da Escola Flamengo JF na final: Marcus Mantini

Gols: no primeiro tempo, Marcus Mantini, 1 a 0 para Escola Flamengo JF, dois de Lucas Gonçalves Bellini (nº 12) para o São Bernardo, Na etapa final, Hugo de Souza Ribeiro (nº 11) para a Escola Flamengo JF e Caio Vieira Ferreira Melo (nº 10) para São Bernardo

Arbitragem: Fábio Pereira e Adilson Mattos

Subiu a serra

No sub-15 masculino, uma equipe estreante e de fora da cidade ficou com o troféu. O Esporte Clube Correas pegou o Centro de Futebol Zico Juiz de Fora (CFZ-JF) e comandou as ações desde o início, abrindo o placar logo aos dois minutos de partida, com Miguel. Apesar das boas chances criadas pelos juiz-foranos, o goleiro Gustavo estava inspirado, e garantiu a vantagem no primeiro tempo.

Na segunda etapa, a sequência de defesas continuou, e na reta final da partida, Guilherme aos oito e novamente Miguel aos dez minutos completaram o placar de 3 a 0 para os campeões.

“A Copa Bahamas é um campeonato organizado, muito legal. Uma experiência diferente, nunca tinha jogado aqui em Juiz de Fora. Graças a Deus conseguimos sair com o título, levei apenas dois gols no campeonato e fiquei muito feliz com o desempenho da minha equipe”, destacou Gustavo.

Final sub-15 masculino

Centro de Futebol Zico JF 0x3 Esporte Clube Correas (Petrópolis)

Capitão Centro de Futebol Zico JF: Matheus Arcuri  (nº 4)

Capitão Correas: Yuri de Souza (nº 4)

Destaque de Centro de Futebol Zico JF na final: Lucas Vieira (nº 17)

Destaque de Esporte Clube Correas na final: Gustavo Rosa (nº 1, goleiro)

Gols do Correas: dois de Miguel Martins (nº 6), um em cada tempo. e um de Guilherme Mesquita (nº 10), o de Guilherme foi o segundo gol do jogo

Arbitragem: Júlio César Oliveira e Joedson Pinto

Jornada dupla

Mesmo com a maioria do time tendo atuado pelo Campeonato Mineiro de Base na manhã do sábado, o Uberabinha dominou a decisão da categoria sub-17 masculina da Copa Bahamas de Futsal à tarde. Com gols de Douglas, Nicolas (2), Jean (2) e Gabriel, a equipe auri-negra fez 6 a 0 sobre o River Plate e ficou com a taça.

Destaque da partida, Nicolas resumiu o sentimento da conquista. “Foi bom sair com o título. Jogamos de manhã no Mineiro, não conseguimos a vitória. Mas chegamos aqui e conquistamos o título. Foi bom voltar à Copa Bahamas, ainda mais com a conquista. Ano que vem tem mais e vamos em busca de mais um.”

Final sub-17 masculino

Associação Esportiva Uberabinha 6×0 River Plate (equipe de projeto social do bairro Santo Antônio, em Juiz de Fora)

Capitão Uberabinha:Gabriel Lima dos Santos (nº 7)

Capitão River Plate: Paulo Gabriel Lima da Silva (nº 9)

Destaque do Uberabinha na final: Nicolas Vieira (nº 11)

Destaque do River Plate na final: Cauã Maia (nº 10)

Gols do Uberabinha: no primeiro tempo, gols de Douglas Botelho (nº 2) e Nicolas Vieira (nº 11), na etapa final, um gol de Nicolas Vieira, dois gols de Jean Marcos (nº 10) e um de Gabriel Lima (nº 7)

Arbitragem: Fábio Pereira e Tales Carvalho

Ivan Elias

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário