Uma vitória pra cá, outra pra lá! JF Vôlei e Niterói terminam sequência de testes empatados

Ataque de Niterói supera bloqueio do JF Vôlei

Uma vitória por 3 sets a 1 na quarta, dia 12, e uma derrota pelo mesmo placar na quinta, dia 13.

Este foi o saldo do JF Vôlei nos dois amistosos preparatórios para a Superliga B 2022 realizados esta semana. Os testes contra o Niterói Vôlei Clube fizeram parte da reta final de preparação para a estreia na competição nacional, dia 22 de janeiro, contra o Minas Náutico, às 18h, no Ginásio do UniAcademia.

Experiências

Daniel (dir) conversa com o levantador Luis Rodrigues

Na análise do técnico do JF Vôlei, Daniel Schimitz, a sequência de testes foi proveitosa. Segundo ele, até mesmo a melhora de Niterói do primeiro para o segundo amistoso, quando derrotou os juiz-foranos, serviu para avaliação de seus comandados que jogaram suas duas primeiras partidas juntos.

“Foram dois amistosos com características diferentes. Na quarta a equipe se comportou melhor do que neste segundo jogo. Tivemos muitos erros neste novo confronto. O time deles também jogou bem melhor do que a primeira vez que nos enfrentamos. O mais importante foi ver como todos se comportariam. Conseguimos colocar todos para jogar. E foi bom Niterói ter jogado melhor neste outro amistoso. Tiveram mérito para fazer este 3 a 1”, avalia Daniel.

Como foi

Bloqueio do JF Vôlei começou bem o jogo

Após vencer o primeiro amistoso entre ambos na quarta, por 3 sets a 1 (25/23, 30/28, 17/25 e 25/23), o JF Vôlei entrou em quadra tentando manter o embalo. No primeiro set do jogo de quinta, deu certo. Após um início equilibrado, na metade da parcial, os donos da casa deslancharam.

Com bom volume de bloqueio e defesas, os juiz-foranos assumiram o comando do primeiro set em 20 a 17. Sem deixar o ritmo cair, os locais fecharam em 25 a 21, em um simbólico bloqueio.

Virada de Niterói

Niterói começou melhor o segundo set, forçando o saque e complicando para a linha de passadores do JF Vôlei. Os visitantes abriram cinco pontos em 10 a 5, e o técnico Daniel Schimitz parou a partida.

Niterói melhorou, virou o jogo e devolveu o 3 a 1

Mas as orientações não surtiram muito efeito, assim como as mudanças tentadas pelo treinador juiz-forano. Os visitantes mantiveram a diferença impondo um ritmo forte e empataram a partida em 1 a 1 fazendo 25 a 20.

Rodando o elenco, Schimitz colocou em quadra um time mais jovem no terceiro set. A garotada respondeu e chegou a abrir 9 a 5. Mas Niterói foi buscar o empate em 10 a 10. A partir daí, abriram distância confortável e fecharam a parcial em 25 a 18.

Fechamento

No mesmo ritmo que terminou a terceira parcial, Niterói começou a quarta. Sacando melhor, o time fluminense abriu na metade da parcial: 12 a 8.

O JF Vôlei até encostou encostou em 12 a 11 e se manteve na briga. O empate veio em 14 a 14. Mas, apesar da sequência de igualdades até 16, os juiz-foranos nunca passaram à frente. Niterói retomou a vantagem e seguiu firme para fechar em 25 a 20, fazendo 3 a 1 na partida.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola

Deixe um comentário