Após empate no amistoso, Villa Real mira 2022: “objetivo maior é a Segunda Divisão”

Jogadores do Villa Real antes do amistoso contra o Bétis 
Foto: Lucas Mello/EC Villa Real

Após terminar o ano invicto, com duas vitórias e um empate, o Villa Real já tem definidas claramente as metas de 2022. A principal vai além de estrear no Campeonato Mineiro, como garante o presidente Allan Ribeiro Barbosa.

“Procurar o acesso, porque a gente não tem outra competição. E ampliar a nossa categoria de base, que vão iniciar todas em janeiro e começar a trabalhar à parte a equipe profissional feminina. O objetivo maior é a segunda divisão”, disse ao Toque de Bola.

Depois de vencer dois jogos – 1 a 0 contra o Atlético Três Corações e 5 a 1 contra o E.C Santa Terezinha – o time empatou com o Bétis neste domingo, 12. O amistoso marcou o encerramento das atividades neste ano. Agora, a equipe retoma os trabalhos em janeiro de 2022.

Domingo de festa

A primeira partida do Villa Real em Juiz de Fora terminou empatada em 3 a 3 contra o Bétis, de Ouro Branco. O time chegou a estar perdendo de 3 a 1, mas conseguiu se recuperar e conquistar a igualdade.

Os gols do jogo foram marcados por Wellintin, Lucas Evaristo e Ruan, para o Villa Real e Vandinho, duas vezes, e Medana para o Bétis.

O Villa Real organizou uma programação festiva na manhã de domingo, 12, no Estádio Dr. José Procópio Teixeira, o Campo do Sport, em Juiz de Fora.

Houve a apresentação do hino do clube e dos uniformes oficiais para a próxima temporada. Alguns uniformes foram sorteados e também teve jogos e brincadeiras com a torcida que vibrou junto com o mascote oficial, a Águia.

Resumo do jogo 

O Villa Real saiu na frente aos 15 do primeiro tempo, quando Rhuan passou para Wellintin, que encobriu o goleiro. No entanto, em pouco tempo, o Bétis conseguiu a virada com dois gols de Vandinho. Aos 31 minutos, a arbitragem deu pênalti para os visitantes e Medana converteu a cobrança.

Rhuan comemora o 1º gol do Villa Real 
Foto: Lucas Mello/EC Villa Real

Com a desvantagem de 3 a 1, os donos da casa pressionaram. Wellintin concluiu cruzamento que passou muito perto do gol. Aos 43 minutos, a persistência foi premiada, Wellintin foi derrubado na área e o juiz marcou penalidade. Lucas Evaristo cobrou e diminuiu a diferença para 3 a 2. Este foi o placar da primeira etapa.

No retorno da partida, o Villa Real perseguiu o empate e conseguiu aos 16 minutos. Lucas Evaristo desceu pela direita e tocou para Ruan, no meio da área. Ele ajeitou e bateu no canto. As equipes fizeram substituições, mas não houve mudança no placar do jogo, que terminou mesmo 3 a 3. 

Coordenador técnico crítico e artilheiros gratos

 Ao final da partida, o coordenador técnico Rafael Novaes disse que o time soube sair de uma situação desfavorável. “Claro que a gente esperava a vitória. O jogo desenrolou de uma forma diferente, a gente conseguiu fazer um gol rápido. Depois, em três erros nossos de bola parada, eles conseguiram virar. Saímos de um placar adverso de 3 a 1 e, mesmo assim, não deixou em hora nenhuma de propor o jogo, de fazer aquilo que a gente vem trabalhando e a gente conseguiu empatar em 3 a 3”, ponderou.

Ele destacou que o calor e a postura do Bétis interferiram diretamente no desempenho no segundo tempo. “Muito amarrado, muito calor. Os meninos do Bétis caindo toda hora, sentindo o desgaste para ganhar tempo. Acabou que eles cozinharam o jogo na segunda etapa”.

Uniformes do Villa Real para a temporada 2022 foram apresentados à torcida 
Foto: Lucas Mello/EC Villa Real

No geral, Rafael Novaes considerou o resultado positivo e destacou a presença da torcida como um ponto alto do jogo.

“O 3 a 3 premiou o time que buscou desde o início uma vitoria. Claro que acontecem erros e acertos, a gente errou principalmente bolas bobas, alguns meninos ficaram nervosos, o que é normal quando você se apresenta para a torcida. Deixar meus parabéns para a torcida do Villa, que coisa linda, parecia até jogo de campeonato, incentivando, charanga, gritando. Isso nos dá muito mais motivação para começar 2022”. 

Wellintin, Lucas Evaristo e Rhuan tiveram discurso semelhante. Compartilharam a felicidade de marcar com a camisa do Villa Real e agradeceram à torcida presente no Campo do Sport.

“Agradecer a Deus e também agradecer a todo empenho do time, que lutou até o final. Muito feliz de poder fazer um gol pelo profissional e que venham muitos gols pelo Villa Real”, disse Rhuan.

“Foi um jogo muito importante, muito feliz em poder marcar o gol. A torcida foi excelente, apoiando a gente até o final”, comentou Lucas Evaristo. 

Ficha técnica do jogo

Villa Real 3 x 3 Bétis
12/12/2021 – 11h, no Estádio Dr. José Prócopio Teixeira
Gols: Wellintinho, Lucas Evaristo e Ruan para o Villa. Vandinho (2) e Medana para o Bétis 

Villa Real: 1 Danilo, 2 Michel, 3 Ariel, 4 Sargento (C), 5 Thiago, 6 Hadria, 7 Iago, 8 Rhuan, 9 Wellitinho, 10 Lucas Evaristo e 11 Wellerson
Suplentes: 12 Júnior, 13 Batata, 14 Pedro, 15 Luizinho, 16 Capilé, 17 Matheus Mora, 18 Maçarino, 19 Ygor, 20 Washington, 21 Jorginho, 22 Matheus Gabriel, 23 Patrick, 25 Pepe, 26 Bernardo, 27 Pereira, 28 Denilsinho e 29 Eldinho
Coordenador Técnico: Rafael Novaes

Bétis: 1 Tarik, 2 Vandinho , 3 Rafael, 4 Juninho, 5 Oxiley, 6 Furtado, 7 Richard, 8 Domini, 9 Medana, 10 Gabriel Lucas 11 Didico
Suplentes: 12 Dida, 13 Yude, 14 Patrick, 15 Gabriel Antunes, 16 Paulo César, 17 Felipe, 18 Kaique, 19 Breno, 21 Judson, 22 Alex,  23 Yan
Técnico: Ícaro Vasconcelos 

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira, com informações da assessoria do Villa Real
Fotos: Lucas Mello/EC Villa Real

Deixe seu comentário