Reviravolta: TJD-MG pune Guarani e decisão pode salvar Aymorés no Módulo II

Aymorés e Guarani em jogo do Módulo 2 em 2021

O Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG) puniu o Guarani de Divinópolis com a perda de três pontos no Módulo 2 do Campeonato Mineiro e multa de R$ 400 em julgamento nesta segunda-feira, 22 de novembro.

De acordo com a Federação Mineira de Futebol (FMF), o motivo foi o descumprimento do artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala sobre a escalação irregular de atletas.

Cabe recurso à decisão tomada na primeira instância em sessão extraordinária realizada pela 3ª Comissão Disciplinar do Tribunal.

Se for confirmada nas instâncias superiores, o time de Divinópolis será rebaixado para a Segunda Divisão do Mineiro em 2022. Desta forma, o Aymorés de Ubá, que denunciou a infração cometida pelo rival aos tribunais, se salvaria da queda para a Terceirinha.

Os dois clubes se manifestaram em redes sociais. O Guarani anunciou que vai recorrer da decisão.

Resultado julgamento do caso no TJD-MG

O que muda na tabela

Classificação Módulo 2 2021 – sem punição ao Guarani

A mudança se refere à pontuação obtida pelo Guarani ao final da fase classificatória, já que o clube do Centro-Oeste não avançou ao quadrangular final da competição.

Conforme a imagem ao lado, da classificação que ainda consta no site da FMF, a equipe terminou em sexto lugar, com 13 pontos e entre as que permaneceriam no torneio no próximo ano.

Se a perda dos três pontos for confirmada, o Guarani cai para o 11º com 10 pontos, entrando na zona de rebaixamento para a Segunda Divisão do Mineiro.

Quem se salva é o Aymores, que somou 11 pontos ao final da fase classificatória da competição e ganha uma posição, se mantendo no Módulo 2 em 2022.

Posicionamento dos clubes envolvidos

Salvo “por enquanto” do rebaixamento, Em nota publicada nas redes sociais, o clube de Ubá deu detalhes sobre a denúncia que levou ao processo 150/2021 relatado por Fernando Lima Gomes.

“A infração ainda inclui multa à equipe de Divinópolis que inscreveu 31 atletas quando o limite estabelecido pela regra da Federação Mineira de Futebol era de 30. Com a decisão da entidade, o Guarani está rebaixado e o Aymorés permanece no Módulo II em 2022”.

Nota oficial Aymorés 

Também nas redes sociais, o Guarani publicou uma nota oficial assinada pelo presidente, Robson Camargos, que reforça afirma que o time foi “condenado injustamente”. O texto diz que a decisão foi na 1ª das três instâncias e que o clube irá recorrer ao pleno do TJD-MG.

“A perda dos pontos somente ocorrerá após a condenação em última instância” e reitera que é inocente “O Guarani desde o início sempre esteve convicto de que o trabalho foi desempenhado dentro dos parâmetros estabelecidos no regulamento da competição e lutará com todas as forças para demonstrar a inocência até a última instância se preciso for”, diz a nota do clube.

Nota oficial Guarani de Divinópolis

Sobre o Módulo 2 2021

Disputado entre julho e outubro deste ano, o Módulo II foi vencido pelo Villa Nova que, junto do vice-campeão Democrata de Governador Valadares, retorna à elite do Campeonato Mineiro em 2022.

Dois times de Juiz de Fora participaram: o Tupi parou na fase classificatória ao terminar em nono lugar com 11 pontos e o Tupynambás avançou ao quadrangular final, onde ficou em quarto lugar. Completando os representantes da Zona da Mata, o Nacional de Muriaé também passou de fase, mas terminou a competição em terceiro.

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira com informações dos clubes e da FMF
imagens: Guarani/Instagram; Aymorés/divulgação; FMF/reprodução

Deixe um comentário