Com recorde, juiz-forano conquista Taça Brasil Master no arremesso de peso!

Isaías no topo do pódio da Taça Brasil Master

Título da categoria no arremesso de peso, participando pela primeira vez de uma das mais importantes competições do país e com recorde nacional.

O fim de semana não poderia ficar muito melhor para o juiz-forano Isaías Aparecido, de 37 anos. O arremessador de peso conquistou o ouro na categoria M35, para atletas acima de 35 anos, da Taça Brasil Master de Atletismo, no sábado, dia 20. O topo do pódio veio com a marca de 15,82m, que passa a ser o novo recorde brasileiro, superando os 14,52m anteriores que vigoravam desde 2015.

No total, a Taça Brasil Master de Atletismo reuniu 618 participantes, com idades entre 31 a 93 anos, em provas de pista e campo. A competição foi promovida pela Associação Brasileira de Atletismo Master (Abram) e a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), que abrigou as disputas em seu Centro de Treinamento, em Bragança Paulista.

Superação

Falando da competição com exclusividade para o Portal Toque de Bola, o campeão relatou como foi sua primeira experiência competindo na Taça Brasil e já conquistando o ouro. Isaías definiu a experiência como incrível.

As marcas da competição (clique para ampliar)

“Foi um evento com presença de público, pós-pandemia e, assim, uma experiência incrível. Participei pela primeira vez numa competição assim, com atletas veteranos. Mas com uma disposição muito grande em se superar e ter resultados, performance, em competir, apesar da idade. Para eles isso não é problema. Fico feliz com o resultado me tornei recordista brasileiro master”, comemorou o arremessador.

Vem mais por aí

A história de Isaías com o atletismo começou nos Jogos Sesi Juiz de Fora. Após conhecer a modalidade na Olimpíada do Trabalhador, o agora recordista se interessou e passou a se dedicar e treinar com o Centro Regional de Iniciação ao Atletismo (Cria) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), como conta o treinador Carlos Makleyton Caetano.

“Ele é um atleta que começou conosco mais velho. Após participar dos Jogos Sesi, se encantou com a modalidade e perguntou para o professor Jorge (Perrout, idealizador e responsável pelo Cria/UFJF) se podia treinar. Isso em 2018. De arremessos de 11m e pouco, teve grande evolução. A melhor marca dele é 16,16m. Mas conseguiu uma marca expressiva”, considera.

O foco agora é a principal competição do país. “Agora é continuar com o trabalho para as próximas competições, tendo em vista o Troféu Brasil de Atletismo”, diz Isaías. “Ele está em período de base para o Troféu Brasil do ano que vem. Já está classificado e é a gente continua esse trabalho neste fim de ano. Caso consigamos viabilizar financeiramente, ela vai participar do Sul-Americano da Abram, no fim do ano, em Porto Alegre”, projeta Makleyton.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Foto: divulgação/CBAt

Deixe um comentário