Toque Notícia 17h- dia 21-09

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA DIVULGA O “JUIZ DE FORA VIVA”

A Prefeita de Juiz de Fora Margarida Salomão anunciou em live na tarde desta terça-feira, 21, o “Juiz de Fora Viva – cidade em movimento” que traz os novos parâmetros que vão guiar a retomada total das atividades sociais e econômicas no município. Ela destacou que houve melhora do quadro da pandemia em Juiz de Fora, o que motivou a reavaliação dos critérios. De acordo com Margarida Salomão, a partir de agora, o avanço da reabertura está condicionado ao avanço da vacinação na cidade.

Segundo os dados de segunda-feira, 237 mil 244 pessoas estão com a imunização completa, ou seja, já tomaram das duas doses ou a dose única. Outras 407 mil 396 pessoas com a vacinação em dia após receber a primeira dose. Neste contexto, a cidade está na primeira das três etapas, como explica Margarida Salomão. Segundo a prefeita, as duas etapas posteriores dependem do aumento do número de pessoas com a imunização completa na cidade.

O acesso a eventos esportivos no Estádio Municipal Radalista Mário Helênio foi uma das situações citadas pela Prefeita como exemplo da aplicação do programa” Juiz de Fora viva – cidade em movimento”. A comprovação da vacinação será feita mediante apresentação da carteirinha ou do Certificado Nacional de Vacinação. O cenário epidemiológico seguirá sob monitoramento constante da Prefeitura, para contribuir na análise da definição da retomada das atividades em Juiz de Fora.  Mesmo com a liberação da Prefeitura, que já existe, os clubes que atualmente estão em atividade optaram por não receber torcida no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. As diretoria do Tupynambás, que disputa o Módulo II, e do Manchester, que iniciou a participação na Segunda Divisão, decidiram seguir jogando sem público por conta dos custos para a presença do público.

__________________________________________________

A CBF marcou para o dia 29 de setembro a assembleia geral das federações que terá como objetivo discutir a punição aplicada pela Comissão de Ética do Futebol Brasileiro a Rogério Caboclo. O dirigente foi afastado da presidência da entidade por 21 meses, após ser denunciado por assédio moral e sexual. Nos bastidores da entidade, a aposta é que a punição a Caboclo será aprovada pelas 27 federações. Os dirigentes estaduais, inclusive, já assinaram uma carta conjunta na qual pediram a Caboclo que renunciasse à presidência da CBF, atualmente ocupada de forma interina por Ednaldo Rodrigues.

Inicialmente, Caboclo tinha sido punido com 15 meses de afastamento da presidência, mas a Câmara de Julgamento da Comissão de Ética aceitou os embargos de declaração da defesa da funcionária que denunciou o cartola e ampliou o período de gancho. O mandatário ainda responde a outro processo na Comissão de Ética, aberto pelo diretor de tecnologia da informação da CBF, Fernando França. A acusação é de assédio moral e de que Caboclo pediu a França que espionasse e-mails e telefones de funcionários e outros dirigentes da entidade. A assembleia geral das federações chegou a ser marcada para 25 agosto, mas a Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem, órgão de justiça privada que resolve os conflitos da CBF, determinou o cancelamento da reunião, sob alegação de que ela foi convocada antes de haver decisão final sobre o processo.

==========================================================================

O departamento jurídico do Flamengo ingressou no Superior Tribunal de Justiça Desportiva com um pedido pelo não reconhecimento dos recursos de 17 clubes e da CBF contra a liminar que liberava torcida em jogos do clube. O novo movimento do clube da Gávea alega que a ação tanto da CBF quanto dos clubes no tribunal desportivo foi realizada fora do prazo previsto no Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O Flamengo cita o artigo 138 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê três dias, “contados do resultado do julgamento”, para recursos voluntários. “No caso em tela, a decisão liminar foi deferida em 4 de agosto de 2021, ou seja, há mais de quarenta dias, é o defende a ação rubro-negra.

Do outro lado, a CBF alega que foi notificada da decisão apenas no dia 14 de setembro, ou seja, dentro do prazo de recurso previsto no Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O caso seria levado a julgamento no dia 23 de setembro, mas foi desmarcado pois há novo Conselho Técnico no dia 28 entre os clubes. Na última semana, o vice-presidente do STJD, suspendeu os efeitos da liminar que garantia ao Flamengo a possibilidade de levar público aos seus jogos como mandante. O clube reforça que “não aprovou a ata da reunião do Conselho Técnico da CBF de 24 de março de 2021 na qual os clubes concordaram em retornarem com público todos ao mesmo tempo. Por isso “se sente absolutamente livre para contestar seus termos”.

O departamento jurídico do Flamengo voltou a lembrar que nem a CBF nem o Conselho Técnico têm competência para decidir sobre público em estádios, pois cabe exclusivamente ao governo municipal, “que é quem detém estrutura e capacidade científica para tratar do tema”. A diretoria também lembrou que não houve preocupação de equilíbrio técnico quando o clube ficou sem cinco jogadores convocados para as Eliminatórias.

==========================================================================

A novela da concessão do estádio do Maracanã a um operador privado, que se arrasta desde 2013, após a conclusão das obras de modernização para a Copa do Mundo de 2014, poderá chegar ao fim em breve. O edital de concessão está em fase final de modelagem pelo governo do Estado do Rio e poderá ir à consulta pública em outubro. A previsão é publicar o edital em novembro. O leilão para selecionar o novo operador, que poderá ter clubes de futebol como sócios, poderá ser no início de 2022, segundo o secretário de Estado da Casa Civil, Nicola Miccione.

Em 2013, o Consórcio Maracanã, liderado pela Odebrecht, venceu a licitação que previa a exploração de todo o complexo esportivo pelo prazo de 35 anos. Mudanças no contrato levaram o acordo a resultar em sucessivos déficits milionários. A empresa tentou por anos rever o acordo, até que em março de 2019 o então governador do Estado, Wilson Witzel anulou a concessão. A modelagem do novo projeto pretende sanar os desequilíbrios econômicos que minaram a tentativa anterior.  Agora, o novo edital deverá prever obrigatoriamente a realização de 60 a 70 jogos por ano no Maracanã e fixará valores, ainda não definidos, para alugar o estádio para clubes mandantes. O edital também permitirá o aluguel para clubes mandantes de fora do Rio ou para entidades, como no caso de finais da Copa Libertadores, organizada pela Conmebol, a confederação sul-americana. Os clubes do Rio de Janeiro, claro, estão de olho na nova concessão. Ausente no acordo que entregou a administração a Flamengo e Fluminense, o Vasco agora espera voltar a poder utilizar o principal palco do futebol carioca.

==========================================================================

A CBF planeja publicar o calendário do futebol brasileiro para 2022 no começo de outubro, mas o desenho já feito pela entidade mantém os campeonatos estaduais com 16 datas para a próxima temporada. A formatação do calendário será peculiar porque a Copa do Mundo, pela primeira vez na história, será entre novembro e dezembro, já que acontecerá no inverno do Qatar. A CBF terá que encerrar o Brasileirão bem mais cedo do que o normal, provavelmente no começo de novembro, para que os jogadores sejam liberados para as seleções. A final da Libertadores será em 29 de outubro.

Em relação aos estaduais, a manutenção das 16 datas é uma notícia que agrada as federações estaduais e os clubes que enxergam nos estaduais uma fonte de renda para o primeiro trimestre. A manutenção do tamanho dos estaduais dificulta a pausa em datas Fifa. Em 2022, a Conmebol, inclusive, agendou junto à Fifa jogos das Eliminatórias no fim de janeiro. Há partidas ainda em março pela fase classificatória ao Mundial. A diretoria da CBF costuma argumentar que monta o calendário pensando nos contratos que os clubes assinaram, mas, estatutariamente, é prerrogativa exclusiva da entidade direcionar o cronograma de partidas para a temporada.

==========================================================================

Nesta terça-feira, Palmeiras e Atlético Mineiro duelam por uma vaga na final da Copa Libertadores. A partida está marcada para às 21h30 (horário de Brasília), no Allianz Parque. O confronto coloca frente a frente as duas melhores campanhas da primeira fase da competição, o Verdão com 15 pontos, e o Galo com 16.  A equipe do Palestra Itália defende o título, visto que o foi o campeão da última edição quando venceu o Santos no Maracanã. O outro jogo da semifinal da Libertadores entre Flamengo e Barcelona de Guayaquil está marcado para quarta-feira.

==========================================================================

A Fifa puniu a Federação Húngara de Futebol com uma multa e uma partida de sua seleção a portas fechadas, devido ao “comportamento racista de um número significativo de torcedores” contra jogadores da seleção da Inglaterra no dia 2 de setembro, em Budapeste. Na vitória dos ingleses por 4 a 0 sobre a Hungria pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2022, a imprensa britânica havia divulgado insultos racistas da torcida local, principalmente gritos imitando sons de macaco, contra o meia Jude Bellingham e o atacante Raheem Sterling. A multa imposta à federação húngara é de 200 mil francos suíços, cerca de 215 mil dólares, de acordo com o comunicado da entidade que rege o futebol mundial.

==========================================================================

Com o fim das competições continentais, todas as vagas para os Mundiais de vôlei de 2022 foram definidas, e assim, a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) confirmou as seleções que estão presentes na competição do ano que vem, e o Brasil está garantido. Enquanto a disputa da categoria masculina será realizada em Moscou, entre os dias 26 de agosto a 11 de setembro, a feminina ocorre na Holanda e na Polônia entre os dias 23 de setembro e 15 de outubro. No masculino, as seleções participantes são: Rússia como país sede, a campeão do Mundial de 2018, Polônia. Na América do Sul, o Brasil e a Argentina. Na África as representantes são Tunísia e Camarões. Na Confederação da América do Norte, Central e Caribe temos Porto Rico e Canadá. Na Ásia o Irã e Japão e na Europa a Itália e a Eslovênia.

No feminino, os países-sede com Holanda e Polônia, o campeão Mundial de 2018 que foi a Sérvia. Na América do Sul, Brasil e Colômbia. Na África as representantes são Camarões e Quênia. Na Confederação da América do Norte, Central e Caribe entram a República Dominicana e Porto Rico. Na Ásia, a China e o Japão e na Europa, a Itália e a Turquia.

 

Ivan Elias

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe um comentário