Sem chances aos adversários, Gabriel Araújo ganha 2º ouro em Tóquio

Gabriel Araújo conquistou o 2º ouro nas Paralimpíadas de Tóquio Foto: Miriam Jeske/CPB

O que Juiz de Fora sabia, agora o mundo conhece: o tamanho do talento de Gabriel Araújo. Ele conquistou com facilidade a medalha de ouro nos 50 metros costas, classe S2, na manhã desta quinta-feira, 2, horário de Brasília.

Gabrielzinho concluiu a prova em 53s96 no Centro Aquático de Tóquio. O chileno Alberto Abarza foi o segundo colocado, com o tempo de 57s76 e o russo Vladimir Danilenko ficou com o bronze, ao fechar a prova em 59s47.

Ele volta da estreia aos 19 anos nos Jogos Paralímpicos de Tóquio com medalhas em todas as provas que disputou na classe S2: dois ouros e uma prata. 

Peso “bão” na bagagem de Gabrielzinho

O mineiro de Corinto que faz parte da equipe paralímpica do Bom Pastor se despediu dos Jogos mais uma vez do alto do Pódio, com direito à dancinha antes de receber a medalha do técnico Fábio Antunes.

Além da alegria e das vitórias, Gabriel Araújo escreveu o nome na história paralímpica ao se tornar o primeiro medalhista do Brasil em Tóquio, quando levou a prata nos 100 metros costas. Ele ficou atrás justamente do chileno, Alberto Abarza, que foi o segundo colocado nesta quinta.

Depois com facilidade, ele venceu os 200 metros livres no domingo, 29 de agosto. E completou a meta com o ouro desta quinta-feira. Nas duas vitórias, destaque para a parte submarina, onde ele abriu uma grande vantagem para os concorrentes e conseguiu concluir sem ser ameaçado.

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira
Foto: Miriam Jeske/CPB

Deixe um comentário