Polícia Civil cumpre mandados na “Operação Tupi: Jogando limpo”

Polícia Civil na sede social do Tupi

   A Polícia Civil de Minas Gerais informa que segue com as investigações acerca de possíveis irregularidades no futebol de base do Tupi. Segundo a titular da 4ª Delegacia, delegada Ione Barbosa, nesta segunda-feira (13/9), a Polícia Civil de Minas Gerais, durante a “Operação Tupi: Jogando Limpo”, cumpriu dois mandados de busca e apreensão, entre eles, uma na residência do presidente e outro na sede do clube, a fim de apurar suposta prática de estelionato em peneira do Tupi.

  Durante a ação, foram apreendidos dois computadores e vasta documentação que serão encaminhados à perícia. Além disso, foram apreendidos um celular e três armas de fogo na residência do presidente. Ele foi encaminhado à Delegacia, onde procedimentos de polícia judiciária se encontram em andamento.

  Nesta segunda-feira, às 15h, na sala de imprensa, em Santa Terezinha, a delegada estará à disposição para falar sobre o desfecho desse procedimento, assim como esclarecer outras informações acerca da investigação.

   Texto e foto divulgados pela Polícia Civil 

    Acompanhe a cobertura completa no Portal e nas redes sociais do Toque de Bola

    Às cinco da tarde desta segunda-feira, na web rádio e na fanpage do Portal, apresentaremos o Toque Notícia e logo em seguida a Live com toda a equipe do Toque de Bola.

Ivan Elias

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe um comentário