“Todos somos iguais”, diz Paula Ferrari após o Troféu José Finkel

Paula Ferrari no pódio do Campeonato Brasileiro de Natação Júnior

  A nadadora do Clube Bom Pastor, Paula Ferrari, estreou em duas provas no Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação, o Troféu José Finkel. A atleta de 16 anos participou das eliminatórias nos 50 e nos 100 metros nado peito.

  Na primeira experiência na competição nacional que reúne atletas de várias faixas etárias, clubes e experiência, ela terminou no 23º lugar nas duas provas.

Em entrevista ao Toque de Bola, ela disse que o mais importante foi entender que as vivências de todos os nadadores participantes do troféu são diferentes, mas o objetivo era o mesmo.

  “A lição que o José Finkel me trouxe foi que todos somos iguais, independente se um é campeão olímpico, outro é campeão mundial, outro é campeão brasileiro, todos são iguais, todos estão lá com o mesmo propósito”, falou.

  O técnico Álvaro Ferreira, o Cebola, falou à webrádio Nas Ondas do Toque sobre as sequências de competições de Paula Ferrari e o impacto do José Finkel no amadurecimento dela como atleta. 

Medalha e experiência

A nadadora participou do Garotas no Toque logo após voltar do Campeonato Brasileiro de Natação de Inverno Júnior, em Recife, no fim de julho. Ela trouxe a medalha de ouro nos 100 metros peito, com o tempo de 1min15seg19. Nas outras cinco provas, trouxe bons resultados.

Na semana de intervalo entre o Brasileiro Júnior e o José Finkel, ela trabalhou ao lado do técnico Álvaro Ferreira para ajustar detalhes no tempo de reação após a autorização de largada. O foco era o resultado pessoal nas provas no campeonato absoluto. E ela concluiu os 100 metros peito com 1min14seg53 e os 50 metros peito em 33seg94.

De volta à Juiz de Fora, Paula Ferrari está focada nos próximos campeonatos, que serão o Mineiro e o Brasileiro, no fim de 2021. A retomada da rotina de treinos no Clube Bom Pastor ganhou o incentivo das conquistas recentes e da expectativa de chegar ainda mais longe.

“Todos conseguem chegar aonde eu cheguei e onde os outros atletas que estavam lá chegaram, basta acreditar nos seus sonhos e correr atrás que tudo dá certo”, afirmou.

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira 
Foto: Paula Ferrari/Instagram

Deixe seu comentário