Vira virou: Baeta ganha primeira em casa e entra no G4 do Módulo 2

Jogadores comemoram gol de Marcos Paulo, que deu a vitória de virada ao Tupynambas contra o Guarani

  Para algumas tardes de luta do Tupynambás, a tarde de glória pode surgir no Módulo 2 do Campeonato Mineiro.

  O time de Gustavo Brancão venceu a primeira em casa, de virada, por 2 a 1 contra o Guarani de Divinópolis. O jogo, válido pela quinta rodada, foi disputado neste sábado, 24, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

  O time de Gustavo Brancão criou, pressionou, levou sustos em ataques e contra-ataques do Guarani. O Leão do Poço Rico saiu atrás, empatou e conseguiu reverter o placar no final do jogo.

  Confira o resumo preparado pelo Toque de Bola.

Esforço: OK. Gol? Nops!

  O primeiro tempo foi marcado por um jogo aberto, mas pouco efetivo. As duas equipes pressionaram, sem conseguir criar chances claras de gol.

  O Guarani começou mais presente, pressionando os donos da casa. O Tupynambás teve um começo mais lento e, mais uma vez, demonstrou a falta de controle emocional.

  Vinícius levou cartão amarelo aos 23 minutos, ao reclamar da marcação de uma falta cometida por Fabinho Alves, que também foi punido amarelado. Detalhe: ele nem estava em campo, foi advertido por protestar de forma veemente no banco de reservas.

Tupynambás ganha primeira em casa e entra no G4 do Módulo 2
Davidson abriu o placar para o Guarani aos 2 minutos do 2º tempo Foto: TVNSports/reprodução

  Entre o meio e o final, o Baeta se tornou mais presente na área do Guarani, adiantou as linhas para pressionar a equipe de Divinópolis no próprio campo. Nem mesmo assim o placar saiu do zero a zero.

Dois gols em cinco minutos!

  Cleber Pereira entrou no lugar de Tetel no Baeta e Thiers substituiu Wellington na volta do intervalo. Os gols que não saíram no primeiro tempo, apareceram em dose dupla nos sete minutos iniciais da segunda etapa.

  Aos dois minutos, Guarani saiu na frente. Numa descida pela direita, o Davison cortou a marcação e, chutando uma bola curva do bico da grande área, encobriu o goleiro Juliano.

Cleber Pereira entrou no intervalo e, em sete minutos, empatou o jogo para o Tupynambás

  Aos sete minutos, Cleber Pereira escorou um cruzamento vindo da esquerda e cabeceou longe do alcance do goleiro Vitor. Foi o empate do Baeta.

Pressão de cá e pressão de lá

  O Baeta foi para cima em busca da primeira vitória em casa. Teve domínio da parte da etapa final, mas não conseguiu converter o domínio em vantagem no placar. Marcos Paulo deu dor de cabeça à defesa do Guarani.

  Vendo o sufoco, o técnico do Guarani também modificou o time, com as entradas de Juan Pablo, Erick e Maicon, que criou duas chances em seguida. Na primeira, finalizou para fora. Na segunda, parou em Davy antes de ameaçar o goleiro Juliano.

  Nos últimos minutos, Marcos Paulo cabeceou após cobrança de escanteio, que passou por cima do gol do Guarani e foi para fora. No lance seguinte para os visitantes, a falta foi cobrada para longe do gol de Juliano.

Marcos Paulo pegou o rebote do goleiro Juliano e virou para o Tupynambás

Vira virou do Baeta

  Levando a sério a máxima que o jogo só acaba quando o juiz apita, o Baeta seguiu em busca do gol. Aos 45 do segundo tempo, a persistência foi premiada, em uma descida pelo lado esquerdo, Fabinho Alves finalizou.

  Victor defendeu, mas rebateu para o centro da grande área. Sem defensores para atrapalhar, Marcos Paulo chegou de frente para o gol, finalizou e saiu para o abraço.

E como ficou a tabela?

  Com o resultado, o Tupynambás subiu para o quarto lugar, com oito pontos, na zona de classificação para a próxima fase.

  O Guarani está no oitavo lugar, com sete pontos. A quinta rodada termina nesta segunda, 26, com o jogo entre Democrata de Governador Valadares e Ipatinga, no Mamudão.

  Na próxima rodada, os dois times serão visitantes. O Baeta vai à Nova Serrana enfrentar o Serranense. O Guarani enfrenta o Aymorés, em Ubá.

Campeonato Mineiro Módulo 2 – 5ª rodada

Tupynambás 2 x 1 Guarani

Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, Juiz de Fora

Gols: Davidson (Guarani) aos 2 do segundo tempo; Cleber Pereira (Tupynambas) aos 7 do segundo tempo e Marcos Paulo (Tupynambas) aos 45 do segundo tempo

Arbitragem: Antônio Fernandes da Costa auxiliado por Emílio Júnio Nascimento Santos e Jeferson Cristiano Monteiro

Cartões amarelos: Roberto Gaúcho (técnico), Rendell, Thiaguinho e Clebson, do Guarani. Fabinho, Vinícius, Cleber Pereira, Marco Aurélio (preparador de goleiros), Davy e Michel Eloi do Tupynambás.

Tupynambás: Juliano, Fernando, Davy, Rayan, Lucas Rodrigues (Douglas), Alisson, Michel Eloi (Yan), Tetel (Cleber Pereira), Daniel (Luiz Henrique), Marcos Paulo (Vinicius), Fabinho Alves.

Técnico: Gustavo Brancão

Guarani: Victor, Julio Cesar, Clebson, Gabriel Marques, Maicon, Gelsinho (Ian), Rendell (Juan Pablo), Thiaguinho (Maicon), Brendon (Erick), Wellington (Thiers), Davidson

Técnico: Roberto Gaúcho

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira
Fotos: TVNSports/reprodução

Deixe um comentário