Toque Notícias 17h dia 29-07-2021

CONMEBOL PROPÕE MUDANÇA NO PROTOCOLO DO VAR PARA INCLUIR DESAFIO E TEMPO PARALISADO DURANTE AS REVISÕES

 

A Conmebol está disposta a mudar o protocolo do uso do árbitro assistente de video, o VAR. Em entrevista à agência AFP, o brasileiro Wilson Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da entidade sul-americana, revelou que enviou sugestões de mudanças à Fifa e à International Board, órgão responsável pelas regras do esporte.

————————–

Entre as propostas, estão a implantação de desafios e relógio paralisado durante a consulta ao VAR. Atualmente, o protocolo prevê atuação do ábritro de vídeo apenas em quatro casos: revisão de gol, pênalti, cartão vermelho ou confusão na identidade de um jogador. Não há limite de uso do vídeo, desde que em tais situações.

————————–

A sugestão da Conmebol é que a decisão de checar ou não um lance no monitor fique a cargo dos clubes, que teriam uma quantidade de desafios. Seneme não revelou detalhes da proposta.

————————–

No vôlei, por exemplo, cada equipe tem dois desafios por set. Caso a revisão aponte uma decisão favorável, o time permanece com o direito dos dois questionamentos.

————————-

A Conmebol lidou com três erros recentes da atuação do VAR que geraram punições aos auxiliares e árbitros envolvidos nos gols anulados do Uruguai contra o Paraguai, pelas Eliminatórias; do Cerro Porteño contra o Fluminense, na Libertadores; e do Boca Juniors contra o Atlético-MG, também no torneio continental de clubes.

—————————

O Cerro Porteño chegou a pedir à entidade sul-americana a anulação da partida contra o Fluminense. Mas o coordenador técnico da Comissão de Arbitragem da Conmebol, o argentino Rodolfo Otero admitiu que seria muito difícil tomar tal decisão.

========

Após reunião virtual realizada a pedido da RBR, a Federação Internacional de Automobilismo negou o pedido de revisão de punição a Lewis Hamilton. A equipe austríaca entrou com o pedido junto à FIA por achar a pena de 10s, aplicada pela colisão do inglês da Mercedes com Max Verstappen, no GP da Inglaterra, muito branda e por acreditar ter novos elementos a respeito do acidente.

—————————

Segundo o site “Racefans”, a RBR teria apresentado diversas evidências para provar aos comissários que Hamilton entrou na curva Copse em uma trajetória e velocidade que tornaram a colisão inevitável. Para isso, a equipe recriou o lance em simuladores com os pilotos Alexander Albon e Sergio Pérez para provar que o piloto da Mercedes deveria ter freado muito antes a fim de realizar a curva sem colidir com o carro de Verstappen.

——————————

Os times têm a prerrogativa de pedir a revisão do lance caso descubram novas evidências relacionadas ao lance em questão. Mas, os comissários entenderam que o material apresentado pela RBR não se encaixa nesse requisito, já que não se tratava nova evidência.

——————————–

Para os fiscais da FIA, o material elaborado para apoiar a petição de revisão e com base em evidências que já estavam disponíveis para todos na hora da decisão. Os comissários ressaltaram que as evidências apresentadas em apoio a um pedido de revisão devem ser descobertas, em vez de criadas.

——————————-

O incidente entre Hamilton e Verstappen se deu na largada do GP da Inglaterra. Ao tentar ultrapassar o holandês por fora, o piloto da Mercedes tocou na roda traseira direita do rival, que rodou na pista, bateu com força na barreira de proteção e abandonou. O heptacampeão foi punido com 10s, mas superou o prejuízo para conquistar sua oitava vitória em casa, a 99ª da carreira e a quarta em 2021.

——————————-

Nesta sexta, começa a sessão de treinos livres para o Grande Prêmio da Hungria, em Hungaroging. Será à moda antiga, sem a corrida extra para definir o grid de classificação. A largada para as 70 voltas da décima primeira etapa será no domingo, às 10 da manhã, no horário de Brasília.

========

Neste momento, em jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, Fortaleza e CRB se enfrentam no Castelão. 

———–

Flamengo e ABC, no Maracanã, às oito da noite desta quinta, completam a rodada com os jogos de ida deste meio de semana. Os jogos de volta das oitavas de final da Copa do Brasil começam no sábado com Fluminense e Criciúma. As outras sete partidas serão na semana que vem.

==========

Vinheta – Toque Olímpico 

==========

Ana Sátila não conseguiu medalha, mas fez história ao se tornar a primeira mulher à chegar à final feminina do C1 na canoagem slalom.

———-

Por causa de duas penalidades por perder as portas na descida, a brasileira de 25 anos ficou na décima e última posição, com a marca de 164s71.

————

Sem os aumentos de tempo por causa das penalidades, Ana Sátila seria a quarta colocada na final, na terceira participação olímpica.

==========

Vinheta – toque olímpico

==========

Sem entrar na polêmica envolvendo a goleira Bárbara, a técnica Pia Sundhage falou sobre a importância dos aspectos comportamentais na preparação da equipe. A seleção brasileira feminina joga na madrugada desta sexta contra o Canadá pelas quartas de final.

——————-

De acordo com a treinadora, “tem todo o tipo de obstáculos, e temos que gerenciar todos os obstáculos. Meu trabalho é colocar junto esse time por trás do time, para garantir que nós vamos dizer a coisa certa, vamos fazer a coisa certa e vamos estar prontas para o jogo”.

——————–

Na quarta, a Bárbara e atleta brasileira Andrea Pontes, da canoagem paralímpica, bateram boca e trocaram ofensas nas redes sociais após a canoísta criticar a atuação da goleira no empate contra a Holanda.

==========

O carioca Lucas Verthein não avançou à final do remo single skiff nas Olimpíadas de Tóquio. Ele terminou em quinto lugar na semifinal. Nesta quinta, às 9 e 15 da noite, disputa a final B, que define do sétimo ao décimo segundo lugar.

———————

O resultado do remador do Botafogo, de 23 anos, é o melhor da história do país no remo single skiff. Foi a primeira participação de Lucas numa Olimpíada.

==========

Vinheta – toque olímpico

==========

No vôlei de praia, foi um dia de classificações. Alison e Álvaro Filho avançaram para as oitavas de final do torneio masculino do vôlei de praia nas Olimpíadas de Tóquio. Eles avançaram na chave ao vencer os holandeses Robert Meeuwsen e Alexander Brouwer por 2 sets a 0, com parciais de 21/14 e 21/19.

—————–

Ágatha e Duda entraram em quadra no Shiokaze Park precisando de uma vitória para avançar para as oitavas de final. E conseguiram: ganharam das canadenses Heather Bansley e Brandie Wilkerson por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/18.

==========

Uma das maiores da história e cinco vezes medalhista de ouro olímpica, a ex-ginasta romena Nadia Comaneci fez publicações nas redes sociais parabenizando Rebeca Andrade pela medalha de prata no individual geral em Tóquio.

“Tão orgulhosa de você e de sua equipe pelo trabalho árduo e dedicação… Você fez história”, disse Comaneci no texto. A ex-ginasta romena publicou uma foto lembrando Rebeca passou no início de carreira pela competição “Nadia Comaneci Invitational”, que reúne jovens talentos da ginástica.

Ela disse no texto: “Tudo começou em 2013 aqui em Oklahoma quando Rebeca Andrade venceu como júnior no Nadia Comaneci Invitational. Tão orgulhosa de seu trabalho árduo. Parabéns, Brasil”.

==========

O diretor da Faculdade de Educação Física da UFJF, Jeferson Vianna, possui uma longa história familiar e pessoal com o judô. Por isso, a webradio Nas Ondas do Toque pediu que ele avaliasse o torneio na categoria de 78 kg. E classificou como a participação de Mayra Aguiar como “espetacular”

———————–

Jeferson destacou que Mayra mostrou capacidade de superação ao alcançar um feito histórico para o judô brasileiro nas Olimpíadas e espera que ela continue competindo.

Mayra Aguiar se tornou a primeira brasileira a conquistar três medalhas olímpicas em um esporte individual. E a primeira a fazer isso em sequência, antes de Tóquio, ela foi bronze em Londres 2012 e no Rio 2016. E dos 24 pódios do judô, Mayra ganhou três, mais que qualquer outro judoca nacional.

=======

A seleção masculina de vôlei volta à quadra nesta quinta às 11 e 5 da noite, horário de Brasília, para uma partida decisiva no torneio olímpico. Após a derrota sem discussões para o Comitê Olímpico Russo, o time do técnico Renan Dal Zotto precisa mostrar que virou a chave para encarar os norte-americanos.

—————–

No entanto, a derrota ainda repercute. O técnico do JF Vôlei, Marcão, comentou para a webradio Nas Ondas do Toque as circunstâncias do jogo que levaram ao resultado.

——————————

De acordo com Marcão, os jogadores brasileiros não tiveram uma apresentação agressiva e que mostrasse o melhor de que são capazes.

Marcão destacou que o Brasil tem um histórico de superação dentro de uma competição de tiro curto como as Olimpíadas e analisa os próximos adversários.

———————————-

Com duas vitórias e cinco pontos, o Brasil está em terceiro na chave B, atrás da Rússia, invicta e dos Estados Unidos. O Brasil precisa vencer Estados Unidos para não ser forçado a um jogo de vida ou morte contra a França, na rodada final. Os quatro melhores se classificam às quartas de final em Tóquio.

==========

Tem estreia juiz-forana na madrugada desta quinta para sexta. A pugilista Beatriz Ferreira, nascida na Bahia e que mora em Juiz de Fora, começa sua caminhada na Olimpíada de Tóquio às cinco horas da manhã.

—————————-

A adversária é a boxeadora Shih-Yi Wu, de China Taipei, já pela segunda rodada do torneio de boxe da categoria leve. A divisão abriga atletas de 57 a 60kg, e Beatriz não lutou na primeira rodada por ser cabeça de chave.

—————————

Embora esta seja a estreia da Bia nos Jogos do Japão, sua oponente já lutou e venceu na Olimpíada. Wu bateu a sueca Agnes Alexiusson, por decisão dos juízes, na primeira rodada do torneio olímpico.

—————————–

Se vencer a boxeadora chinesa, Bia volta lutar no dia 3 de agosto, nas quartas de final. A adversária será a vencedora do combate entre Naomi Yumba, da República Democrática do Congo, com Raykona Kodirova, do Uzbequistão, logo depois da luta da brasileira.

================

O juiz-forano Thiagus Petrus volta à quadra nesta quinta. Depois de participar das derrotas do handebol brasileiro para a Noruega, França e Espanha, o atleta de Juiz de Fora mais uma vez comanda a defesa do Brasil contra a Argentina, a partir das nove da noite.

————————–

Em situação difícil no grupo, o Brasil tem que vencer os arquirrivais do continente para se manter com chances de classificação. Se baterem os hermanos, os brasileiros ainda terão que vencer a Alemanha na última rodada da fase de classificação, dia 1º de agosto, para poderem ter uma oportunidade de avançar às quartas de final.

================

Já a nadadora juiz-forana Larissa Oliveira terminou sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A atleta de Juiz de Fora nadou, no total, três provas neta edição das Olimpíadas.

—————————

Ao lado de Aline Rodrigues, Nathalia Almeida e Gabrielle Roncatto, Larissa ficou na décima posição no revezamento 4x200m livre feminino. No 4x100m livre feminino, com Ana Carolina Vieira, Etiene Medeiros e Stephanie Balduccini,a  juiz-forana terminou a classificação no décimo segundo lugar.

—————————-

Na única prova individual que nadou, Larissa caiu na água nos 100m livre. A juiz-forana fechou a prova com o trigésimo tempo das eliminatórias. Estava prevista sua participação no revezamento 4x100m medley misto, mas a nadadora de Juiz de Fora acabou substituída na prova.

==============

OLHO NO QUADRO! Vamos conferir como estão as conquistas de medalhas até aqui nos Jogos Olímpicos de Tóquio:

A China assumiu a liderança da corrida pelas medalhas com 15 ouros, 7 pratas e 9 bronzes. O Japão ficou em segundo com o mesmo número de ouros dos chineses, mas com 4 pratas e 6 bronzes. Os Estados Unidos caíram para a terceira colocação com 14 ouros, 14 pratas e 10 bronzes.

O Brasil, com as conquistas da prata de Rebeca Andrade e do bronze de Mayra Aguiar, agora tem um ouro, três pratas e três bronzes. Isso coloca o país na 17ª posição no quadro de medalhas. Os brasileiros precisam de um ouro para avançarem, já que entre o 10º (Itália) e o 16º (Kosovo) colocados na classificação já estiveram duas vezes no alto do pódio.

==========

Hoje, às seis da tarde, Wallace Mattos conversa com o professor Renato Miranda na Live Especial sobre “mente sã em corpo são” no esporte. Não perca, às seis da tarde, aqui Nas Ondas do Toque!

 

O Toque Notícia é sempre de segunda a sexta, ao vivo, às duas e às cinco da tarde. Apoio: Plasc, Santa Casa de Juiz de Fora, Drogaria Santo Antônio, Projeto Cidadão Consciente da Hiperroll Embalagens e agente autorizado Claro Juiz de Fora.   

 

Este foi o Toque Notícia. Continue ligado na webradio Nas ondas do Toque, aqui é 100% esporte

 

 

 

Roberta Oliveira

Jornalista graduada e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora. Experiência como Professora Bolsista da Faculdade de Comunicação Social. Desenvolve pesquisa na área de Jornalismo Esportivo, Identidade, Futebol e Representação Social da Mulher. Participou do Grupo de Pesquisa Comunicação e Esporte. Experiência de cerca de dois anos na Rádio Solar, cinco anos na Rádio Panorama FM, mais de quatro anos na produção da TV Panorama/Integração e repórter web por seis anos nos sites G1 e GloboEsporte da Zona da Mata, da TV Integração. Experiência com marketing de conteúdo, na Experta Media. Atualmente repórter do portal Toque de Bola, além de criadora e responsável pelo blog Literatura de Mulherzinha (https://livroaguacomacucar.blogspot.com/).

Deixe um comentário