Toque Notícias 14h dia 30-07-2021

JOGO NA ZONA DA MATA MARCA A VOLTA DA TORCIDA AOS ESTÁDIOS NO MÓDULO 2 DO CAMPEONATO MINEIRO

 

O Aymorés está em décimo primeiro lugar no Módulo 2 do Campeonato Mineiro, com 3 pontos. E para tentar a primeira vitória no campeonato, o time terá o apoio da torcida no jogo contra o Guarani.

———————————

Como Ubá está na Onda Verde, o presidente do Aymorés, Antônio Queiroz Júnior, explicou que a liberação respeita as orientações da Prefeitura e o protocolo da Federação Mineira de Futebol.

———————————————-

O dirigente pede aos torcedores do clube ubaense que respeitem neste jogo as normas acordadas para que outras partidas possam ter portões abertos.

———————————————–

-O jogo entre Aymorés e Guarani no Estádio Affonso de Carvalho, em Ubá, pela sexta rodada começa às 3 da tarde neste sábado.

——————————————

Além da volta do público, o Aymorés anunciou novidades nesta semana. A primeira é a contratação do atacante Andrezinho, de 23 anos. O presidente Antônio Queiroz Júnior disse em coletiva que outras duas contratações estão encaminhadas e que acredita que o elenco estará fechado depois disso.

——————————————-
Também foi apresentado o coordenador técnico Marcelo Buarque. Embora mude a direção logo acima do treinador Bruno Barros, Queiroz Júnior fez questão de destacar que apoia o trabalho da comissão técnica e disse que o grupo está fechado com o treinador para melhorar a colocação no torneio.

========

O Nacional de Muriaé entra em campo querendo se recuperar o empate sem gols contra o Aymorés na semana passada. O jogo também será em casa: um duelo de Leões, porque o time enfrenta o vice-líder, Villa Nova.

————————

O Nacional é o último invicto do Módulo 2, com três vitorias e dois empates. Destes resultados, foram duas vitórias e um empate no Soares de Azevedo. O Villa Nova perdeu a invencibilidade na quinta rodada, ao ser derrotado dentro do Alçapão do Bonfim por 1 a 0 para o Serranense. Os visitantes tem três vitórias, um empate e uma derrota até agora na competição.

———————-

No Toque Notícias da 17h, vamos trazer a tabela completa da quinta rodada do Módulo 2 do Mineiro, além da classificação e os destaques dos times de Juiz de Fora. Você também pode acompanhar todo o noticiário sobre a competição no nosso site www.toquedebola.esp.br

========

Dois jogos completaram na quinta a rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Jogando em casa, o Fortaleza levou um susto do CRB, que saiu na frente com o centroavante Nicolas Careca. Mas o time do técnico argentino Juan Vojvoda conseguiu a virada, com dois gols de pênalti de Wellington Paulista.

—————————

O detalhe é que o VAR atuou decisivamente para a validação do gol do CRB. Também foi fundamental para a marcação das duas penalidades que deram a vitória ao Fortaleza no Castelão.

—————————-

O Fortaleza vai jogar com a vantagem do empate na partida de volta, marcada para quarta-feira, às 16h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. O CRB precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para se classificar no tempo normal. Se ganhar por um gol, força a disputa por pênaltis.

————————–

Já no Maracanã, um atropelamento. Marcando a diferença técnica entre os dois times, o Flamengo não tomou conhecimento do CRB, comandado pelo ex-carijó Moacir Júnior. No intervalo, os cariocas já venciam por 4 a 0. O placar final ficou em 6 a 0 para o Rubro-Negro.

—————————

Marcaram para o Flamengo: Arrascaeta, Gabriel (2), Bruno Henrique, Thiago Maia – com carrinho do zagueiro Donato contra – e Michael. O resultado praticamente define a vaga na quartas de final para o time do Rio de Janeiro.

————————–

Mas, para não dizer que não falamos da possibilidade, na volta, na próxima quinta, na Arena das Dunas, em Natal, às nove e meia da noite. O Flamengo pode perder por até cinco gols de diferença que se classifica. O time de Moacir Júnior tem que fazer seis de diferença para levar a decisão para os pênaltis ou sete para avançar diretamente.

========

A Copa do Brasil terá o primeiro classificado às quartas de final neste sábado. Fluminense e Criciúma entram em campo no Maracanã, às 4 e meia da tarde em partida adiantada da rodada de volta das oitavas de final, por causa do adiamento do jogo do Fluminense contra o Cerro Porteño na Libertadores reagendado para terça, 3 de agosto.

——————–

Na terça-feira, o Criciúma venceu o Fluminense por 2 a 1, no Heriberto Hülse e tem a vantagem do empate. Como o gol fora de casa não é critério de desempate, se o Fluminense ganhar por um gol de diferença, a decisão vai para os pênaltis. Para avançar no tempo normal, o Tricolor precisa vencer por dois gols ou mais.

——————

Os outros sete jogos de volta das oitavas de final da Copa do Brasil serão disputados na semana que vem.

=========

VINHETA – TOQUE OLÍMPICO

=========

Dia de vitórias juiz-foranas em Tóquio! No handebol masculino, com o filho de Juiz de Fora, Thiagus Petrus, comandando a defesa e sendo expulso no minuto final, o Brasil fez uma partida tensa contra a Argentina e conseguiu a primeira vitória nas Olimpíadas de Tóquio 2020.

——————————-

Depois de estar em vantagem por 12 gols, a seleção segurou a reação dos hermanos e levou a melhor por 25 a 23, em confronto válido pela penúltima rodada do grupo A. Com os primeiros pontos conquistados, os brasileiros continuam com chances de classificação para as quartas de final.

—————————–

Com a vitória na primeira vez em que encarou a Argentina em Jogos Olímpicos, o Brasil foi a 2 pontos e, de quebra, decretou a eliminação dos argentinos. Antes, a seleção havia perdido para a Noruegapara a França, e para a Espanha.

——————————

O Brasil se igualou em pontos com a Alemanha, que ocupa a quarta colocação e ainda joga contra a Noruega nesta sexta. Apenas os quatro melhores times da chave se classificam para os playoffs. O Brasil definirá seu futuro na competição contra os próprios alemães, domingo, às sete e meia da manhã, horário de Brasília. Quem vencer, avança.

=========

E Beatriz Ferreira confirmou o favoritismo, começando com vitória seu caminho no boxe da categoria leve, de 57 a 60kg, em Tóquio. A brasileira, campeã mundial, dominou toda a luta e venceu Shih-Yi Wu, de Taiwan. Com tranquilidade, mesmo contra uma adversária com mais altura e envergadura, garantiu um lugar nas quartas de final das Olimpíadas e a briga por uma medalha.

————————–

A luta desta madrugada nem parecia estreia para a boxeadora baiana que vive em Juiz de Fora. Leve sobre o ringue, começou se movimentando bastante e tentando encaixar os golpes contra a rival. A brasileira conseguiu dois bons jabs e se defendeu bem. Por unanimidade, fechou a primeira parte do duelo na dianteira, com 10/9 na contagem.

————————–

No segundo round, a brasileira voltou a mostrar força. Durante todo o embate, trocou socos com a rival, mas voltou a se defender bem e a encaixar melhor os golpes. Mais uma vez, fechou na dianteira, com 10/9 na conta e a vantagem no somatório geral.

—————————

No round final, Wu tentou ir para cima da brasileira, mas não conseguiu furar a guarda de Bia. A campeã mundial manteve a ginga em frente à rival e conseguiu encaixar jabs e cruzados que garantiram a vitória por no somatório final.

————————-

Bia volta a subir no ringue no dia 3 de agosto, na próxima semana. Nas quartas de final, vai enfrentar a cazaque Raykhona Kodirova.

=========

Ainda no boxe, mas no masculino, o Brasil já garantiu uma medalha no boxe nas Olimpíadas de Tóquio. Abner Teixeira venceu Hussein Iashaish, da Jordânia, e se classificou para as semifinais na categoria pesada, entre 81 e 91kg por decisão dividida – quatro dos cinco árbitros deram a vitória ao brasileiro.

————————

Com o resultado, já tem ao menos uma medalha olímpica em mãos. Abner luta de novo na próxima terça contra o cubano Julio la Cruz. Se vencer, avança à final, podendo conquistar a prata ou o ouro. Se perder, fica com o bronze em Tóquio.

==================

Mas nem tudo foi alegria na madrugada olímpica brasileira. Termina um ciclo do futebol feminino brasileiro nas Olimpíadas. Após empatar em 0 a 0 com o Canadá no tempo normal e na prorrogação, o Brasil perdeu por 4 a 3 nos pênaltis e foi eliminado nas quartas de final dos Jogos de Tóquio.

———————

O resultado deve marcar a despedida das Olimpíadas da geração de Formiga e Marta, medalhistas de prata em Atenas-2004 e Pequim-2008. Bárbara defendeu o chute de Sinclair no início das penalidades, mas Andressa Alves e Rafaelle pararam na goleira canadense Labbé nas duas últimas cobranças do Brasil.

——————–

Na semifinal, o Canadá vai enfrentar os Estados Unidos. A outra semifinal será entre Suécia e Austrália.

———————–

Após a eliminação da seleção brasileira feminina, a camisa 10 Marta disse que ainda não sabe se continuará jogando pelo Brasil. A craque brasileira pediu para que as pessoas não apontem dedos e, se quiserem responsabilizar alguém, que responsabilizem ela, Marta.

—————————

Aos 35 anos, Marta disputou pela quinta vez as Olimpíadas, e se tornou no Japão a primeira jogadora a marcar em cinco edições do torneio. Após a eliminação, a camisa 10 homenageou sua colega de geração, a volante Formiga, de 43 anos, que também se despede dos Jogos como a única atleta a participar das sete edições do futebol feminino em Olimpíadas.

—————————-

Abre aspas para a Rainha Marta: “Falei para as meninas e falei diretamente para a Formiga que eu gostaria de ver mais uma vez aquela emoção de lutar pela medalha com ela. Mas agradeço demais por tudo que ela fez pela nossa seleção durante esses anos todos. Uma vida dedicada a esse esporte. Que todos possam enxergar da mesma maneira que estou enxergando hoje.”

—————————–

Marta se acostumou, como líder da seleção, a cobrar mais investimentos e estrutura para a seleção. Mas, dessa vez a craque preferiu olhar para o futuro com otimismo e confiança na continuidade do futebol feminino. Segundo a craque “o futebol feminino não acaba aqui”.

=========

A brasileira Maria Suelen, que era uma das favoritas à medalha no peso-pesado do judô, está fora da competição por equipes, marcada para esse sábado. Titular absoluta do time, ela saiu lesionada no joelho após derrota para a francesa Romane Dicko, e nem voltou para a repescagem da competição individual.

————————–

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) confirmou que Maria Suelen não lutará. Existe uma possibilidade da equipe competir com uma atleta menos, e iniciar todos os confrontos já com desvantagem de 1 a 0, mas o mais provável é que Mayra seja confirmada no time.

—————————-

Maria Suelen é da categoria pesado, acima de 78kg, mas como não há a opção de ter uma reserva nessa competição. Assim, para ajudar o Brasil a conquistar uma medalha, Mayra precisará , caso enha a convocação confirmada, lutar contra atletas muito mais pesadas, já que não há limite de peso para suas adversárias.

—————————-

No regulamento da prova por equipes, há lutas em três categorias: leve (até 57kg no masculino e até 73kg no feminino), médio (Até 90kg no masculino e até 70kg no feminino) e o peso-pesado, que não possui limite de peso.

—————————–

O Brasil foi bronze na última edição do Campeonato Mundial por equipes, em junho deste ano, na Hungria. No Mundial de 2019, no Japão, também conquistou o bronze. Já em 2017, o país ficou com a prata.

—————————

Outro judoca que não teve um bom dia em Tóquio foi o pesado Rafael Silva, o Baby. Ele terminou sua participação individual nas Olimpíadas de Tóquio em sétimo lugar.

————————

Na repescagem, Rafael foi derrotado pelo francês Teddy Riner, campeão olímpico em 2012 e 2016, por chave de braço. Já o decacampeão mundial seguiu na competição e conquistou o bronze, sua quarta medalha olímpica na carreira.

=========

No vôlei masculino, a derrota contra a Rússia pesou, mas apenas em um primeiro momento. A seleção brasileira deu uma resposta imediata após a queda contra os russos e garantiu a classificação às quartas de final após bater os Estados Unidos. No caminho até a vitória, uma conversa franca para acertar os passos e corrigir a rota nas Olimpíadas de Tóquio.

————————–

A seleção de Renan Dal Zotto venceu os americanos de virada, em 3 sets a 1, parciais 30/32, 25/23, 25/21 e 25/20, bateu os americanos na Arena Ariake. Após a derrota para Rússia no jogo anterior, o Brasil precisava vencer para não ter de decidir a classificação às quartas de final no último jogo da fase, contra a França.

————————-

Contra os Estados Unidos, Lucarelli foi um dos melhores em quadra. Depois de um jogo ruim diante dos russos, conseguiu se recuperar e foi um dos destaques contra os americanos. O ponteiro afirmou que a equipe teve a preocupação de não se intimidar com a derrota.

————————-

O Brasil volta à quadra já neste sábado, contra a França, às onze e cinco da noite de Brasília, no último jogo da fase de classificação. Ainda tem chance de garantir o primeiro lugar do grupo se vencer os franceses por 3 a 0 ou 3 a 1.

 

=========

Um exame feito no fim da noite desta quinta-feira (horário de Brasília) confirmou uma entorse no tornozelo direito de Macris, levantadora titular da seleção feminina de vôlei.

Segundo um comunicado feito Confederação Brasileira de Vôlei, a atleta está respondendo muito bem ao tratamento fisioterápico e seguirá sendo avaliada diariamente.

—————————–

Macris se machucou quando o Japão abriu 13 a 11 no terceiro set. Assim que sofreu a entorse, no momento em que aterrissou após um bloqueio, Macris sentiu muitas dores e precisou ser retirada de quadra para o primeiro atendimento.

————————–

A levantadora de 32 anos disputa pela primeira vez as Olimpíadas e é titular absoluta da equipe. Macris acabou substituída na partida por Roberta, que comandou a virada no terceiro set, responsável por confirmar a vitória.

=========

Novak Djokovic está fora da luta pelo ouro em Tóquio. O sérvio tomou uma virada do alemão Alexander Zverev – parciais de 1/6, 6/3 e 6/1. O número 5 do mundo é quem vai encarar o russo Karen Khachanov na disputa pelo alto do pódio do domingo. A Djokovic restou brigar pelo bronze com o espanhol Pablo Carreño Busta.

—————–

Depois de cair nas semifinais nas simples para o alemão Alexander Zverev, Novak Djokovic voltou à quadra para disputar uma vaga na final nas duplas mistas ao lado de sua compatriota Nina Stojanovic, mas perdeu para a parceria do Comitê Olímpico Russo formada por Elena Vesnina e Aslan Karatsev por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (4) e 7/5.

Neste sábado, Djokovic vai buscar ao menos a medalha de bronze nos dois torneios. O sérvio já tem um bronze olímpico no currículo, conquistado em Pequim 2008.

==========

comercial

==========

Hoje, às seis da tarde, tem #girandoabola com Ivan Elias. Não perca, às seis da tarde, aqui Nas Ondas do Toque!

O Toque Notícia é sempre de segunda a sexta, ao vivo, às duas e às cinco da tarde. Apoio: Plasc, Santa Casa de Juiz de Fora, Drogaria Santo Antônio, Projeto Cidadão Consciente da Hiperroll Embalagens e agente autorizado Claro Juiz de Fora.   

 

Este foi o Toque Notícia. Continue ligado na webradio Nas ondas do Toque, aqui é 100% esporte

 

Wallace Mattos

Jornalista profissional, formado pela Faculdade de Comunicação Social (Facom) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), tem mais de 20 anos de carreira na qual já trabalhou em rádio, TV, jornal e mídias digitais. Além disso, tem experiência em gerenciamento esportivo, logística e administração de pequenos negócios. Entre as áreas de interesse e constante busca de aperfeiçoamento, destaca a busca pela discussão do papel da mídia no negócio do esporte e na construção de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento das dimensões participativa e profissional das modalidades. EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS: TUPI FOOTBALL CLUB, Juiz de Fora, Minas Gerais 2015: Consultor de comunicação/Chefe de delegação/Integrante do conselho consultivo. TRIBUNA DE MINAS, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil 2004 – 2015 Repórter sênior (2009-2015) – Repórter júnior (2004-2008). TV ALTEROSA, Juiz de Fora/Varginha, Minas Gerais/Minas Gerais 2003 Assistente de Marketing/Repórter esportivo. TV ALTO LITORAL, Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro 2002 Estagiário/Repórter júnior. MOSTARDA PROPAGANDA, Juiz de Fora, Minas Gerais 2001 Estagiário/Redator. RÁDIO SOLAR, Juiz de Fora, Minas Gerais 2001 Estagiário.

Deixe um comentário