Fora de casa, Tupi perde para o Nacional de Muriaé

  Só o Nacional de Muriaé marcou gols no confronto com o Tupi pela segunda rodada do Módulo 2 do Campeonato Mineiro, mesmo que o placar do jogo no Soares de Azevedo tenha sido 2 a 1.

  O atacante Joãozinho fez os gols da vitória, um em cada tempo. Mas viu seu companheiro, o zagueiro Gabriel Vidal, jogar de bandido e marcar contra, dando uma ajudinha insuficiente ao Tupi.

Gol cedo

  Esta foi a primeira derrota do Tupi no Módulo 2 do Mineiro 2021. O Carijó vai tentar a recuperação no domingo, dia 18 de julho, contra o Serranense, em Juiz de Fora.

  O confronto deste sábado, dia 10, começou com o Nacional marcando logo no segundo minuto de jogo. Em cobrança de escanteio a defesa e o goleiro do Tupi não acharam a bola, e ela sobrou no pé de Joãozinho que abriu o placar.

Empate e decepção

  Depois de levar o gol, o Tupi se reequilibrou e não deixou mais muitos espaços para o Nacional. A partir da metade do primeiro tempo, passou a dominar as ações, e chegou ao empate em cruzamento da direita, no qual Gabriel Vidal tentou se antecipar à finalização de Renan Amorim e acabou marcando contra. O placar do primeiro tempo ficou assim no 1 a 1.

  Na volta do intervalo, os times pareciam mais preocupados em não deixar espaços um para o outro. O jogo seguiu sem muitas chances claras até os 30 minutos do segundo tempo quando, após falta cobrada do bico esquerdo da grande área, o goleiro Victor Hugo, do Tupi, socou a bola para frente. Ela sobrou no pé de Joãozinho, que chutou para as redes e deu números finais à vitória do Nacional.

Confusão

  Ainda antes do intervalo, tanto o técnico do Nacional, Rogério Alves, como o do Tupi, Rafael Novaes, foram expulsos. Segundo relato do árbitro Hieger Túlio Cardoso na súmula, o treinador do time da casa ofendeu um jogador do Carijó.

  O documento ainda apota que o treinador do Tupi respondeu aos xingamentos e foi desafiado pelo do Nacional. A súmula ainda aponta que, para evitar que ambos chegassem às vias de fato, integrantes das duas comissões técnicas além do policiamento tiveram que intervir.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Foto: reprodução/TVN Sports 

 

Wallace Mattos

Jornalista profissional, formado pela Faculdade de Comunicação Social (Facom) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), tem mais de 20 anos de carreira na qual já trabalhou em rádio, TV, jornal e mídias digitais. Além disso, tem experiência em gerenciamento esportivo, logística e administração de pequenos negócios. Entre as áreas de interesse e constante busca de aperfeiçoamento, destaca a busca pela discussão do papel da mídia no negócio do esporte e na construção de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento das dimensões participativa e profissional das modalidades. EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS: TUPI FOOTBALL CLUB, Juiz de Fora, Minas Gerais 2015: Consultor de comunicação/Chefe de delegação/Integrante do conselho consultivo. TRIBUNA DE MINAS, Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil 2004 – 2015 Repórter sênior (2009-2015) – Repórter júnior (2004-2008). TV ALTEROSA, Juiz de Fora/Varginha, Minas Gerais/Minas Gerais 2003 Assistente de Marketing/Repórter esportivo. TV ALTO LITORAL, Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro 2002 Estagiário/Repórter júnior. MOSTARDA PROPAGANDA, Juiz de Fora, Minas Gerais 2001 Estagiário/Redator. RÁDIO SOLAR, Juiz de Fora, Minas Gerais 2001 Estagiário.

Deixe seu comentário