Atlético e América confirmam vantagem e decidem Mineiro

América venceu de novo Cruzeiro nas semifinais

  Atlético e América estão na final do Campeonato Mineiro. Os dois times com melhor campanha na competição e que tinham vantagem nas semifinais confirmaram a classificação neste fim de semana.

  O Galo da capital empatou e eliminou o Tombense (1 a 1) e o América levou a melhor, de novo, no clássico contra o Cruzeiro (3 a 1).

  Esta será a 94ª participação do Atlético na decisão, a 15ª seguida, em busca do 46º título. O América chega à 32ª final em busca do 17º título.

  Será a reedição das finais do Estadual de 2016, vencida pelo América, e de 2012, vencida pelo Atlético. A decisão será em duas partidas, previstas para os próximos domingos, 16 e 23 de maio.

  Confira o resumo dos jogos de volta das semifinais feito pelo Toque de Bola.

Atlético 1 x 1 Tombense

Caíque marcou o gol de empate do Tombense contra o Atlético

  Depois de vencer por 3 a 0 e ampliar a vantagem, o técnico Cuca optou por poupar alguns titulares na partida do Mineirão. E o time misto do Atlético complicou o Tombense ainda no primeiro tempo. Eduardo Sacha fez 1 a 0 ao desviar cobrança de escanteio feita por Hyoran.

  No segundo tempo, o Tombense deu mais trabalho ao goleiro Matheus Mendes. Criou algumas chances, mas só marcou em um contra-ataque que surpreendeu a defensa do Atlético. Caíque recebeu lançamento, deixou Dodô para trás e encobriu o goleiro.

  No entanto, o empate não foi suficiente para avançar à final. O Tombense se despediu nas semifinais, levantando a Taça de Campeão do Interior.

América 3 x 1 Cruzeiro

   O América entrou em campo no Independência com vantagem de 2 a 1, mas sem o técnico Lisca que estava cumprindo suspensão. O primeiro tempo foi tenso, Cruzeiro e América criaram poucas chances.

América venceu o Cruzeiro por 3 a 1 nas volta das semifinais do Mineiro

  No último minuto do primeiro tempo, o árbitro Felipe Fernandes de Lima marcou pênalti a favor do América, depois que Bruno José empurrou Bauermann na área. Rodolfo bateu com segurança e abriu o placar no Horto.

  O Cruzeiro empatou em jogada que envolveu todos os “Matheus” que estavam em campo. O lateral esquerdo Matheus Pereira cruzou e o volante Matheus Barbosa cabeceou sem chances de defesa para o goleiro do América, Matheus Cavichioli.

  Apesar de ter a vantagem do empate, o América foi para cima. Alê cabeceou na trave. Em seguida, o juiz marcou pênalti após revisar as imagens do chute de Ribamar que desviaram no braço de Ramon. Rodolfo bateu bem de novo, colocou o Coelho na frente e assumiu a artilharia do Mineiro com sete gols.

  Nos acréscimos, em contra-ataque rápido, Ramon entrou sem marcação, tirou de Fábio, marcou o terceiro e sacramentou a vitória americana. O técnico Lisca comemorou na arquibancada beijando o escudo do uniforme. 

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira com informações dos perfis oficiais, da FMF e do ge

Fotos:  @victorsouza_foto/Tombense; Mourão Panda/América; Cruzeiro/Instagram

Deixe um comentário