Pilan, capitão do JF Vôlei: “Pegar a taça foi sensacional. Não tem palavras que descrevam”

  “Todo mundo uma vez na vida devia viver isso”. Fim de temporada com metas cumpridas: acesso e a conquista invicta da Superliga B. E muitas histórias para contar. Essa foi a tônica da live especial do Toque de Bola com Fernando Pilan, capitão do JF Vôlei, que levantou a taça na premiação.

  Grato pelas conquistas e experiência da temporada, o central de 23 anos contou a trajetória do voleibol, esporte que começou a praticar aos 10 anos, a passagem pelo Pinheiros e pelo Sesi-SP. Falou sobre a transição para a categoria adulta e como foi jogar como oposto antes de se estabelecer como central.

Fernando Pilan em live no Instagram toquedebolajf
Fernando Pilan foi entrevistado em live apresentada no Instagram toquedebolajf

  Além disso, na conversa, ele relatou qual foi o momento em que o time teve o “estalo” de que poderia ir longe na competição. Pilan também falou como foi competir, treinar, viajar em uma Superliga B disputada em uma pandemia.

  Primeira vez capitão em uma equipe adulta, ele narrou como foram momentos da decisão contra o Brasília e a lembrança do ponto final da partida. Além disso, respondeu mensagens enviadas pelos internautas, mostrou a “brilhosa”, apelido que a medalha de ouro recebeu do ponteiro Celestino, agradeceu à confiança do técnico Marcão e resumiu toda a jornada: “Esse time conseguiu. Não tem como descrever”.

 

Confira a íntegra da conversa de Fernando Pilan com o Toque de Bola

Deixe um comentário