Mudou quase tudo! Onda Roxa mexe na tabela do JF Vôlei. Veja como ficou

JF Vôlei não vai poder jogar as quartas de final no Ginásio do Riacho, em Contagem

   Reviravolta: o JF Vôlei anunciou na tarde desta terça-feira, 16, que vai jogar as três partidas das quartas de final contra o Niterói Vôlei Clube (NVC) fora de casa.

  Apesar de ter conquistado a melhor campanha da primeira fase e ter a vantagem de decidir em casa, o time teve que mudar os planos por causa da Onda Roxa em Minas Gerais.

  O governo estadual decretou início da fase de medidas mais restritivas no enfrentamento à covid-19 a partir desta quarta-feira, 17.

  Em reunião com a Federação Mineira de Vôlei, a administração estadual liberou que todas as partidas das Superligas A e B fossem realizadas se as equipes envolvidas já estivessem em municípios mineiros.

  O JF Vôlei não pode ser incluído nesta medida porque acordou com o NVC que o primeiro jogo dos playoffs será nesta quarta, 17, no ginásio do Colégio Plínio Salgado, em Niterói. Por isso, a segunda partida e a terceira, se necessária, serão no mesmo local. O jogo de quarta não terá transmissão pela internet e está em avaliação se haverá transmissão para os outros confrontos. O Toque de Bola irá informar pelas redes sociais o andamento dos sets e o resultado de todas as partidas.

Comunicado divulgado pelo JF Vôlei

  “Em reunião virtual na tarde de hoje (16) com representantes da Federação Mineira de Vôlei, na qual o JF Vôlei foi representado pelo diretor Maurício Bara, o Governo de Minas decidiu suspender jogos da Superliga no estado a partir da próxima segunda-feira (22), em função da onda roxa de combate à Covid.

Ginásio do Colégio Plínio Leite, em Niterói

  Além disso, todas as partidas agendadas até o dia 21 só poderão ocorrer caso as equipes de outros estados já estejam hospedadas em Minas.

  Dessa forma, como o adversário do JF Vôlei nas quartas de final da Superliga B, o Niterói Vôlei Clube, só chegaria no estado às vésperas da partida de sábado, este segundo jogo da melhor de três também será jogado em Niterói (RJ), com agendamento para a próxima sexta-feira, às 19h.

  Caso seja necessário um terceiro confronto, também será realizado na cidade fluminense, no sábado, em horário ainda a ser definido. A primeira partida entre os dois times está confirmada para amanhã (quarta), às 18h, no ginásio do Colégio Plínio Leite, em Niterói”.

Partiu Contagem, Niterói!

  Não é a primeira vez que a pandemia afeta onde o JF Vôlei joga na Superliga B 2021. Com as medidas restritivas em Juiz de Fora, a equipe não pôde estrear em casa como previsto. A solução foi inverter o mando de quadra e jogar em Goiânia contra o Vila Nova.

Por causa das restrições no DF, o Brasília Vôlei foi treinar em um colégio em Goiás.

  Depois, a direção do clube fez um acordo com o Sada Cruzeiro e conseguiu o empréstimo do ginásio do Riacho, em Contagem, para a disputa dos jogos da primeira fase.

 Com o fim da fase classificatória, os clubes e a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) fecharam a tabela das quartas de final em reunião no dia 12 de março. A disputa da fase será entre os dias 16 e 22 de março (confira as datas abaixo).

  E se o JF Vôlei não vai poder jogar na “segunda casa”, outras duas equipes da Superliga B vão decidir o futuro no ginásio do Riacho. Também por causa de medidas mais rigorosas para combater o coronavírus nas respectivas cidades e estados, os confrontos entre Vôlei Futuro e Brasília Vôlei/Upis serão em Contagem.

  As informações de bastidores da reunião de sexta-feira passada apontam que houve dificuldade de agenda no Ginásio do Riacho. Além dos visitantes da Superliga B, o dono da casa, Sada Cruzeiro, também está envolvido nos playoffs da Superliga Masculina de Vôlei, onde enfrenta o paulista Itapecerica.

Vai ter bolha na Superliga B?

  A reunião de sexta, 12, que definiu as disputas das quartas de final, foi menos tensa do que os dirigentes do JF Vôlei previam. As equipes concordaram com a vontade da CBV em finalizar a etapa no formato inicialmente proposto.

  Após a realização das quartas de final, haverá uma nova reunião para a definição da disputa das semifinais.

    Conforme o regulamento oficial, as semifinais seriam disputadas em um mata-mata em melhor de três partidas. Primeiro colocado da fase de classificação, o JF Vôlei terá sempre a vantagem de jogar as duas partidas decisivas em seus domínios.

  Além disso, para a etapa que define o acesso da Superliga B não está descartada a criação de uma bolha, com todos os confrontos ocorrendo em Saquarema, no centro de treinamentos da CBV.

Tabela das Quartas de Final da Superliga B

Primeira rodada

Terça-feira, 16 de março

17h: Unimed/Aero (RN) x SMEL Araucária/ASPMA/Berneck (PR), no ginásio Aero/Sesi, em Natal (RN)

18h: Vila Nova FC (GO) x Anápolis Vôlei (GO), no ginásio do Centro de Excelência do Esporte, em Goiânia (GO)

Quarta-feira, 17 de março

18h: Niterói Vôlei Universo (RJ) x JF Vôlei (MG), no ginásio do Colégio Plínio Salgado, em Niterói (RJ)

Sexta-feira, 19 de março

14h30: Vôlei Futuro Assaí (SP) x Brasília Vôlei/Upis (DF), no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

Segunda rodada

Sexta-feira, 19 de março

19h: Anápolis Vôlei (GO) x Vila Nova FC (GO), no Centro de Excelência do Esporte, em Goiânia (GO)

19h: JF Vôlei (MG) x Niterói Vôlei Universo (RJ), no ginásio do Colégio Plínio Salgado, em Niterói (RJ)

Sábado, 20 de março

16h30: Brasília Vôlei/Upis (DF) x Vôlei Futuro Assaí (SP), no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

17h: SMEL Araucária/ASPMA/Berneck (PR) x Unimed/Aero (RN), às 17h, no ginásio Rodrigo Pereira Gomes, em Araucária (PR)

Terceira rodada (se necessário)

Sábado, 20 de março

HORÁRIO A CONFIRMAR: JF Vôlei (MG) x Niterói Vôlei Universo (RJ), no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

Domingo, 21 de março

17h: SMEL Araucária/ASPMA/Berneck (PR) x Unimed/Aero (RN), no ginásio Rodrigo Pereira Gomes, em Araucária (PR)

18h: Anápolis Vôlei (GO) x Vila Nova FC (GO), no Centro de Excelência do Esporte, em Goiânia (GO)

Segunda-feira, 22 de março

14h30: Brasília Vôlei/Upis (DF) x Vôlei Futuro Assaí (SP), no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira e Wallace Mattos 
Fotos: JF Vôlei/Divulgação; Brasília Vôlei UPIS/Instagram

Deixe um comentário