Com o toque de Marcão, JF Vôlei reassume a ponta!

JF Vôlei venceu a quarta partida na Superliga B

  Não foi fácil, o técnico Marcos Henrique, o Marcão, teve que mostrar todo seu repertório, mas o JF Vôlei venceu sua quarta partida seguida na Superliga B Masculina 2021.

  Utilizando a variações do banco, quebrando o ritmo do jogo e até dando puxão de orelhas mais intenso nos atletas, Marcão foi peça fundamental no 3 a 0 (25/22, 25/23 e 25/22) sobre o Vôlei Futuro. Com a vitória, o time de Juiz de Fora reassume a ponta da classificação da competição nacional.

Desligado

  O próximo confronto do JF Vôlei pela Superliga B já está programado para o terça, dia 16. Os juiz-foranos vão ao Distrito Federal, enfrentar a Upis/Brasília, às 19h. O jog é adiado da terceira rodada, por conta de surto de covid-19 na equipe brasiliense.

  Parecendo desligado, o JF Vôlei começou com dificuldades na recepção. Experiente, o time do Vôlei Futuro explorava as falhas juiz-foranas sem precisar nem forçar o saque.

Chacoalhada

Marcão conversa com o capitão Pilan

  Comandados pelo ponteiro Bruno em grande dia, os paulistas abriram vantagem no meio do set. Mas, depois de um tempo pedido e uma chacoalhada do técnico Marcos Henrique, além da entrada do levantador Erick e do oposto Leonan, o JF Vôlei reagiu.

  Aumentando seu volume de jogo, o time de Juiz de Fora fechou o set em 25 a 22.

Marcão trabalha mais

  Os juiz-foranos começaram melhor o segundo set, mas o vôlei Futuro foi buscar e virou o set antes do décimo ponto. Marcos Henrique trabalhou novamente, com substituições, tentando manter seu time na partida.

  Mais uma vez, as intervenções do técnico de Juiz de Fora deram resultado, e seu time retomou o controle da parcial. Contando com o ponteiro Celestino consistente e aproveitando os erros do oponente, o JF Vôlei fez 25 a 23.

Fechou bem

Celestino (10) foi eleito o melhor do jogo

  Mantendo o levantador Erick e o oposto Leonan em quadra, o JF Vôlei começou controlando a terceira parcial. Mas após os paulistas encostarem no placar, os titulares Gustavo e Paolinetti voltaram ao jogo.

  No embalo da dupla de levantador e oposto titulares, contando com o auxílio de luxo dos ponteiros Viller e Celestino, o JF Vôlei seguiu tranquilo e fechou o set em 25 a 22, e a partida em 3 sets a 0.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: reprodução/Canal Vôlei Brasil/TVN Sports

Deixe seu comentário