Série D: Mirassol com um pé na final; tudo igual na outra semi!

  Dois jogos de ida muito diferentes abriram as semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro neste fim de semana.

Jogadores do Mirassol comemoram um dos gols da goleada

  Se no sábado, dia 16, o equilíbrio deu o tom no duelo entre Floresta e Novorizontino, em Maceió, no empate em 1 a 1; no domingo, dia 17, em Mirassol os donos da casa atropelaram os piauenses do Altos, por 4 a 0, e praticamente garantiram presença da decisão da Quarta Divisão do Nacional.

A volta

  As partidas de volta serão disputadas em sequência semelhante à deste fim de semana.

     No sábado, dia 23, o Novorizontino recebe o Floresta às 18h, no Jorge de Biasi, em Novo Horizonte.  No domingo, dia 24, o Altos enfrenta o Mirassol em casa, às 15h45, no Felipe Raulino.

  Quem vencer entre Floresta e Novorizontino está na final. Novo empate leva a decisão da vaga para os pênaltis. 

  Já o Altos tem que bater o Mirassol por cinco ou mais gols para avançar diretamente. Se devolver o placar de 4 a 0, a decisão será nas penalidades. Os paulistas podem perder por  até três gols de diferença que ainda assim estarão classificados.

Mirassol 4 x 0 Altos

  Jogando em casa neste domingo, o Mirassol partiu para definir o confronto e teve sucesso. Ainda no primeiro tempo, a fatura estava praticamente liquidada.

João Carlos marcou dois na vitória do Mirassol

  O atacante Fabrício Daniel, aos 5 minutos, abriu o placar cobrando pênalti. Aos 11, o meia Rafael Tavares pegou sobra da zaga e colocou bonito para fazer 2 a 0.
   O goleiro Marcelo, do Altos, ainda salvou grandes chances, mas perdeu dividida para João Carlos e, aos 29, levou o terceiro. 

Com um a menos

  O Mirassol ainda teve o lateral-direito Vinícius expulso no fim do primeiro tempo. Mas nada que abalasse o ímpeto do time da casa que marcou mais um, quando João Carlos, aos 43 minutos, após finalização de Neto que tocou na trave, tocou para as redes.

  O segundo tempo teve posse do Altos, duas bolas na trave, mas nada mudou no placar.

Floresta 1 x 1 Novorizontino

  Mesmo como visitante no Castelão, o Novorizontino controlou o início do jogo de sábado. Se não fosse grande defesa de Douglas Dias, o time paulista teria aberto o placar logo aos seis minuto, após chute de primeira de o atacante Guilherme.

Jô (5) fez o gol do Floresta

  Mas aos 14 minutos, deu certo para o Tigre. O atacante Cléo Silva apareceu livre na área após triangulação e tocou na saída do goleiro par abrir o placar. Apesar de o Novorizontino continuar melhor, o Floresta conseguiu o empate. O volante Jô tabelou com Deysinho e tocou na saída de Giovanni para empatar.

  No segundo tempo, o Novorizontino continuou tendo mais a posse de bola. Mas, as duas equipes criaram pouco na etapa final e o empate se manteve até o fim, levando a decisão da vaga para o próximo fim de semana.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Facebook/Mirassol; e Facebook/Floresta

Deixe seu comentário