Equipes femininas são campeãs na Copa PJF/Bahamas de Futebol Solidário

Troféus da Copa PJF/Bahamas de Futebol Solidário

  Futcats Futebol Feminino, do distrito de Rosário de Minas, e Sempre Amigas Futebol Feminino, do bairro Sagrado Coração, são as campeãs nas duas categorias da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Solidário.

  Nesta terça, 22, houve as entregas das premiações às equipes ganhadoras na sede da Secretaria de Esportes e Lazer (SEL).

  Além disso, os mais de 400 quilos/litros de alimentos arrecadados foram entregues aos representantes do Instituto Vitória e do Grupo Acai.  

  O objetivo da Copa era mobilizar as equipes envolvidas em todos os eventos esportivos tradicionais de Juiz de Fora, que foram suspensos por causa da pandemia. A competição foi realizada entre 23 de novembro e 16 de dezembro, e o resultado divulgado na sexta, 18, pela Coordenação Geral.

Doação de Alimentos

Eldemar Coelho representou as Futcats na premiação

  A Futcats Futebol Feminino levou o título das doações de alimentos ao somar 179 pontos. Em segundo lugar, ficou SEL/Solidária, de Santa Terezinha, com 99 pontos. Sempre Amigas Futebol Feminino, do Sagrado Coração, foi a terceira, com 34,5.

  Alpha FC, do Centro, foi a quarta com 32 pontos. A Associação Atlética Ajax, do Bela Aurora, ficou em quinto, com 25 pontos. A sexta colocada foi a Sapefuc SJN com 20 pontos seguida pela ABC Esporte Clube, do Mariano Procópio, com 18.

  Foram recolhidos arroz, feijão, macarrão, óleo e leite. Outros alimentos foram aceitos, mas não computados para a equipe. Cada quilo/litro valeu um ponto.

  As Futcats começaram a jogar em 2006. O time ficou um tempo parado e voltou à ativa em 2016. Atualmente reúne jovens e adultas que moram no distrito da zona rural da cidade, na disputa de torneios no futebol de campo, fut7 e futsal. O técnico, Danilo Araújo Cancela, destacou que a equipe abraçou a causa proposta na competição. 

“É uma satisfação muito grande ter conseguido ajudar a quem estava precisando nessa época difícil que a gente está atravessando agora. Assim que eu comuniquei às meninas o que estava acontecendo nesse evento, se prontificaram na hora a ajudar. Correram atrás de doações, a gente não tem muitos parceiros, porque nosso time é da zona rural, é mais complicado”, analisou.

A técnica do Sempre Amigas, Jaqueline de Fátima Almeida recebeu os prêmios

Doação de Sangue

  O Sempre Amigas Futebol Feminino alcançou 120 pontos na categoria de doações de sangue. Em segundo lugar, um triplo empate: ABC Esporte Clube, AA Ajax e Alpha Futebol Feminino, somaram 60 pontos. 

  Cada comprovante de doação de sangue à Fundação Hemominas representou 20 pontos para as equipes.

  A técnica e jogadora do Sempre Amigas, Jaqueline de Fátima Almeida, destacou que a mobilização foi grande e pelo menos outras quatro pessoas não conseguiram doar, por causa das regras para o procedimento. No entanto, o balanço foi positivo para a equipe, formada por jogadoras de 16 a 42 anos, inclusive mães.

  “Foi legal e foi importante. O futebol feminino não consegue patrocínio. A gente tem cinco anos e nunca ganhou um uniforme, um patrocínio, uma ajuda de ninguém. Foi a primeira vez. Vai ajudar muito”, afirmou.  

  De acordo com o Ministério da Saúde, uma doação pode salvar até quatro vidas. O Hemocentro Regional de Juiz de Fora atende pedidos de bolsas de sangue e hemocomponentes de mais de 50 hospitais conveniados. Para a região, são disponibilizadas em média mais de 5 mil hemocomponentes por mês. 

Representantes do Instituto Vitória e Grupo Acai receberam as doações 

Premiação

    As ganhadoras receberam os troféus, duas bolas de futebol adulto e um vale para um jogo de uniforme completo, com 20 camisas, 20 calções, 20 pares de meiões e dois uniformes completos para goleiros, nas cores da agremiação e com a logomarca dos patrocinadores.

Avaliação

A secretária interina de Esportes e Lazer, Leila Machado, destacou o balanço positivo da iniciativa.

“Além de envolver as equipes veteranas da Copa em um movimento solidário de apoio à vida, seja através da doação de alimentos ou doação de sangue, nos trouxe ainda a possibilidade de mesmo em meio a pandemia, promover o espírito esportivo da competição, unindo causas nobres, o esporte e a solidariedade, e através das doações das equipes levarmos ajuda a duas instituições”, afirmou.

Competição convocou equipes para ajudar em ações de solidariedade
Arte: Toque de Bola

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira com informações da PJF.

Fotos: Assessoria SEL/Divulgação

Arte: Toque de Bola

Deixe um comentário