Aparecidense x Baeta: vale vaga nas oitavas da Série D!

  Deste domingo, dia 13, não passa. O Tupynambás segue em busca da vaga na Série C do Campeonato Brasileiro em 2021 ou para na Aparecidense.

  O segundo jogo do mata-mata entre os juiz-foranos e os goianos começa às 16h, no Estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia. E as equipes estão em pé de igualdade na decisão.

Sem vantagem

  Depois do empate em 1 a 1 no primeiro jogo em Juiz de Fora, quem vencer avança para as oitavas de final da Série D 2020. Não há vantagem por melhor campanha ou gol qualificado.

  Assim, novo empate por qualquer placar levará a decisão da vaga entre Baeta e Aparecidense para os pênaltis.

  O Toque te conta tudo. É só acessar @toquedebolajf no Instagram e no Twitter, e também o perfil Portal de Notícias – Toque de Bola no Facebook.

Lições da ida 

  Mesmo fora de casa, o Baeta não vai entrar em campo pensando em segurar a igualdade para tentar a sorte nos pênaltis. É o que garante o técnico do Leão do Poço Rico, Guiba, baseando-se nas lições tiradas da partida de ida.

  “Aqui em Juiz de Fora, fizemos um primeiro tempo com duas chances claras, mas não as transformamos em gols, infelizmente. Vínhamos bem no segundo tempo, levamos o gol, nos desarrumamos. Eles poderiam ter matado o confronto. Não o fizeram. Conseguimos o empate e nos colocamos de novo na competição. Vamos para jogar uma partida muito difícil, mas buscaremos fazer um jogo melhor e conquistar a vitória, assim como foi contra o Bahia de Feira”, pretende o treinador, que citou a vitória sobre o time baiano na última rodada da fase de classificação

Preparado

  Embora não vá jogar para levar a decisão da vaga para as penalidades, o Baeta está pronto para isso. Nos trabalhos da semana, Guiba deu uma atenção especial à cobranças.

  “Temos nos preocupado com essa parte. Treinamos todo o grupo. Porque não sabemos quem vai estar jogando no momento. Se acontecer, estaremos preparados para bater com equilíbrio e eficiência. Nosso intuito é conseguir a classificação no tempo normal. Mas, caso seja necessário, estaremos prontos para os pênaltis também”, acredita Guiba.

Volta e ausência

  Sem nenhum problema de ordem médica para a partida decisiva contra a Aparecidense, o técnico Guiba vai contar com a volta de seu goleiro titular. Mas terá o desfalque de um jovem que conquistou vaga entre os titulares.

  Arthur Conceição está apto a jogar novamente, após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo no jogo de ida. Renan Rinaldi, titular do gol no primeiro jogo contra os goianos, deixa o time.

  Já o jovem lateral-direito Lucas, que ganhou a vaga no time principal durante a fase de classificação da Série D, está suspenso pelo terceiro amarelo. Em seu lugar, o antigo titular, Paulo Vitor, retoma um posto entre os onze que iniciam o jogo decisivo contra a Aparecidense.

Sem problemas

  A semana foi de tranquilidade para a Aparecidense. Sem suspensos ou contundidos, o técnico Thiago Carvalho poderá repetir a escalação que colocou em campo contra o Tupynambás na primeira partida.

  Diferente do habitualmente esperado no Planalto Central, o Baeta deve enfrentar um clima bem parecido com o da partida de ida. Segundo a meteorologia, pancadas de chuva estão previstas para o horário do jogo no Estádio Anníbal Batista.

Quem vem lá?

  Quem avançar entre Tupynambás e Aparecidense paga o vencedor do confronto entre a carioca Cabofriense e o gaúcho São Luiz.

  No primeiro jogo, dia 6 de dezembro, em Cabo Frio, houve empate em 1 a 1. A partida de volta é neste domingo, às 17h, em Ijuí, no Rio Grande do Sul.    

Aparecidense x Tupynambás 

Estádio Anníbal Batista de Toledo – 16h

Árbitro: Mayron Frederico dos Reis Novais. Auxiliares: Antônio Fernando de Sousa Santos e Elson Araújo da Silva

Aparecidense: Tony, Rafael Cruz, Renato, Ícaro e Rayro; Bruno Henrique, Rodriguinho e Robert; Uederson, Negueba e Alex Henrique. Técnico: Thiago Carvalho

Tupynambás: Arthur Concieção, Paulo Vitor, Marcos Alemão, Eduardo e Adriano Silva; Guilherme, Albert, Bruno Vieira e Wellington Batista; Ygor e Fabinho Alves. Técnico: Guiba

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Artes: Toque de Bola

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário