Valendo! Saiba como é o Desafio Virtual das Embaixadinhas

Competição é voltada para meninos e meninas nascidos entre 2005 a 2013.

  A próxima empreitada virtual proposta pela Secretaria de Esporte e Lazer quer encontrar demonstrações do talento e a capacidade de controle de bola.

  Desde esta segunda-feira, 23, começou o “Desafio Virtual das Embaixadinhas” para meninos e meninas nascidos em 2005 até 2013. Os participantes serão divididos em duas categorias, com um sistema de pontuação específico por idade (confira as regras abaixo)

  A secretária interina de Esporte e Lazer, Leila Machado, disse ao Toque de Bola que a expectativa é intensificar o poder social do esporte junto às crianças e adolescentes.

  “Com a atual situação da pandemia, e com as atividades dos Projetos Esportivos suspensas, a Secretaria de Esporte e Lazer criou novas formas de manter o contato com seus usuários. E encontrou no Desafio Virtual de Embaixadinhas essa oportunidade, proporcionar um momento de prática de atividade física e, ao mesmo tempo, fazer com que essas crianças ocupem seu tempo de forma saudável, e os desviando de coisas ilícitas”, explicou.

  Na primeira fase, a participação será por meio de vídeos publicados em rede social até o dia 30 de novembro. A semifinal está prevista para 3 de dezembro e a final, para o dia 5. O local destas fases ainda será divulgado. E a premiação terá todos os critérios de segurança para evitar aglomeração.

  Serão premiados os três primeiros de cada categoria, com troféu, medalha, camisa, boné e “squeeze”. O desafio é promovido pelo Departamento de Organização, Promoção e Execução de Eventos de Esporte e Lazer (Dopeel) da SEL.

Regras para participar

  Quem for concorrer deve fazer parte de instituições esportivas, escolas ou projetos esportivos em Juiz de Fora.

  Deverá usar o uniforme da instituição da qual faz parte e ser filmado fazendo o máximo de embaixadinhas possível. O vídeo não pode ser editado e deve ter até quatro minutos de duração.

  Este vídeo deve ser publicado no feed do Instagram, seja do próprio participante ou de um responsável. A conta deve ser aberta, seguir e mencionar @esportelazerpjf e @supermercadosbahamas, patrocinador do evento. Também deve marcar dois amigos e a instituição, caso tenha conta na rede social.

  Serão selecionados quatro vídeos das duas categorias etárias para avançar na competição.

  Na semifinal e final, o concorrente terá direito a três tentativas. E a filmagem e execução das embaixadinhas serão feitas na presença de um representante da SEL.

Categorias

  As meninas e os meninos participantes serão divididos em duas categorias: Sub-11 (nascidos entre 2009 e 2013) e Sub-15 (2005 a 2008).

  O regulamento prevê que os mais novos começam a disputa com alguns pontos a mais:

Sub 11

  • Nascidos em 2013, já iniciam a disputa com oito pontos;
  • Nascidos em 2012, já iniciam a disputa com sete pontos;
  • Nascidos em 2011, já iniciam a disputa com seis pontos;
  • Nascidos em 2010, já iniciam a disputa com cinco pontos;
  • Nascidos em 2009, já iniciam a disputa com quatro pontos;

Sub 15

  • Nascidos em 2008, já iniciam a disputa com quatro pontos;
  • Nascidos em 2007, já iniciam a disputa com três pontos;
  • Nascidos em 2006, já iniciam a disputa com dois pontos:
  • Nascidos em 2005, já iniciam a disputa com um ponto.

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira com informações da SEL

Arte: SEL/Divulgação.

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário