Drama, classificação e novo líder: a rodada da chave do Baeta. Uma vaga em jogo!

Deon abriu o placar para o Bahia de Feira contra o Villa.

  Na 13ª rodada, o Baeta fez o mínimo necessário para seguir com chances de conquistar a última vaga do grupo A-6 na próxima fase. Três partidas foram disputadas neste sábado, 21. No domingo, 22, Villa Nova e Bahia de Feira fecharam a rodada.

  A decisão ficou para a última rodada, na sexta-feira, dia 27, em confronto direto com o Bahia de Feira, fora de casa.

  O Atlético-BA se tornou o terceiro clube da chave a avançar na série D e, por tabela, eliminou a Caldense. E ainda na penúltima rodada, o Brasiliense assumiu de novo a liderança, após vencer com folga o clássico contra o Gama. Confira o resumo dos jogos.

Tupynambas 1 x 0 Palmas – Mário Helênio, Juiz de Fora (MG)

Fabinho bate o pênalti para fazer o único gol do jogo

  Na conta do chá. Contra o lanterna da chave, o Baeta venceu com gol de pênalti, convertido por Fabinho Alves no início do segundo tempo.

  O resultado levou o time aos 20 pontos e dependendo exclusivamente de si mesmo. Um empate será suficiente para avançar ao mata-mata. 

O Palmas teve oito desfalques para o jogo e se mostrou um adversário difícil de ser batido. No entanto, ainda não conseguiu vencer na série D.

Jacaré ganhou e voltou à liderança do grupo A-6.

Brasiliense 3 x 0 Gama – Boca do Jacaré/Serejão, Brasília (DF)

  Os dois times de Brasília já estavam classificados, então o jogo valia o primeiro lugar e mais um capítulo na rivalidade deles.

  Em dois minutos, entre os 24 e 26 do primeiro tempo, Jefferson Maranhão e Luquinhas colocaram o Brasiliense em vantagem. No segundo tempo, quando o Gama ameaçou uma reação, Zé Love marcou o terceiro.

  Com o resultado, Brasiliense subiu para a liderança do grupo A-6 seguido pelo Gama, que permanece com 29.

Jogo foi marcado por pênalti desmarcado, confusão e gol no final.

Atlético-BA 1 x 0 Caldense – Antônio Carneiro, Alagoinhas (BA)

A partida mais dramática da rodada. O empate sem gols durou até perto do fim do jogo, quando o juiz Marcel Phillipe Santos Martins marcou um pênalti para a Caldense. No entanto, ele cancelou a marcação após conversar com o auxiliar. Começou uma confusão que durou 15 minutos, com protesto dos jogadores do time mineiro, e a PM em campo.

Quando o jogo recomeçou, Renilson marcou o gol da vitória do Atlético-BA. O resultado fez o Carcará alcançar 24 pontos e se classificar para a próxima fase, ao lado de Brasiliense e Gama. E a derrota acabou com as chances da Veterana avançar na competição.

Emílio marcou o 2º gol de cabeça, após cobrança de escanteio.

Villa Nova 0 x 2 Bahia de Feira – Castor Cifuentes, Nova Lima (MG)

Com a necessidade da vitória para se manter vivo, o Bahia de Feira partiu para a pressão contra o Villa.

Após muita insistência, aos 44 minutos, Chael fez boa jogada pela direita do ataque e cruzou para Deon fazer 1 a 0 para os visitantes.

No segundo tempo, o Villa Nova buscou mais o gol. Talisson Lalau e João Guilherme criaram boas chances, mas finalizaram para fora.

No entanto, aos 34 minutos, Jarbas cobrou escanteio e Emilio cabeceou no ângulo do gol de Pablo Santos para ampliar para o Bahia de Feira. E este foi o placar final, que faz o Bahia de Feira decidir em casa a vaga no mata-mata.

14ª rodada

A última rodada da primeira fase terá todos os jogos disputados na sexta-feira, 27, às 16h.

A maior atração, com certeza, é a decisão direta da quarta e última vaga na sequência da série D entre Bahia de Feira e Tupynambás. Os donos da casa precisam vencer. O empate classifica o Baeta.

Além disso, também está em jogo a liderança do grupo. Gama recebe o Atlético-BA, precisa vencer e torcer pra que o Brasiliense não vença a Caldense. Palmas terá a última chance de vencer uma partida nesta edição da série D contra o Villa Nova. Os dois times já estão eliminados.

Texto: Toque de Bola – Roberta Oliveira e Pedro Sarmento com informações da CBF, sites e perfis oficiais e ge.globo.

Fotos: reprodução CBV TV/Mycujoo; Renan Muniz/Caldense; Igo Estrela/Metrópoles

Arte: Toque de Bola – com informações da CBF.

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário