Bom Pastor avalia desempenho no Metropolitano de Futsal

  Com três derrotas nos três jogos disputados no quadro Metropolitano do Campeonato Mineiro de Futsal Sub-17, o Clube Bom Pastor não conseguiu a classificação para a próxima fase da competição estadual.

  Em dois dias de muito futsal na Arena Minas, em Belo Horizonte, a equipe de Juiz de Fora perdeu para Athletic, Itabira e Minas A, mas exerceu bom papel na capital mineira.

  Estão classificados: Minas A, Olímpico, Athletic e Minas Náutico.

  Em entrevista ao Toque de Bola, o treinador Jean Albuquerque fez um balanço da participação da equipe e falou em “sequência de um trabalho que está no caminho certo”.

  “Jogamos contra três equipes muito fortes, que já vêm com um trabalho sendo feito há mais tempo. Foram três resultados negativos, mas que não representam as nossas atuações. Com exceção do jogo contra o Athletic, quando os meninos sentiram o cansaço da viagem, nós tivemos boas atuações. Com apenas quatro semanas de trabalho, eu considero positiva a nossa participação em relação ao jogo”, analisou Jean.

Equipe estreou diante do Athletic, no sábado, 21. Foto: Jean Albuquerque

  Além da visão geral sobre a participação do CBP, Jean detalhou cada duelo encarado pela equipe. Confira!

Athletic 5 x 1 Bom Pastor – sábado, 21/11 – 11h30

  “Os meninos fizeram um bom jogo, mas sentiram o cansaço. Chegamos em Belo Horizonte 9h30 e jogamos 11h30. Clima muito quente e abafado. Tomamos dois gols no início do primeiro tempo ainda quando estávamos nos adaptando à quadra. Depois dos dois gols, conseguimos marcar um gol e a partida ficou equilibrada durante um bom tempo. Na volta do segundo tempo tivemos um apagão e tomamos três gols no início. Igualamos o jogo de novo, mas não conseguimos diminuir”.

  O resultado obrigou o Bom Pastor a vencer a segunda partida diante de Itabira, de preferência por um saldo de gols similar ao da derrota para a equipe de São João Del Rei. Não conseguiu.

Itabira 6 x 2 Bom Pastor – sábado, 21/11 – 19h

Equipe teve três derrotas em três jogos. Foto: Jean Albuquerque

  “Precisávamos do resultado no jogo. Por isso subimos a marcação, mas tomamos dois gols de contra-ataque. Com isso eles fizeram 2 a 0 e chegaram a marcar o terceiro em uma jogada de escanteio. Quando voltamos para o segundo tempo, criamos muitas oportunidades e finalizamos muito em gol, mas não marcamos. Eles baixaram a marcação e esperaram um erro nosso para contra-atacar. Foi o que aconteceu. Falei com os meninos que fiquei muito satisfeito com o jogo ofensivo deles, mas nossos erros defensivos permitiram que Itabira fizesse os gols”.

  Com o sábado finalizado e já desclassificado, o Bom Pastor cumpriu tabela diante do adversário mais forte: o Minas A.

Bom Pastor 0 x 8 Minas A – domingo, 22/11 – 12h

  “Por incrível que pareça foi nosso melhor jogo. A intensidade da equipe do Minas A é algo impressionante. Todos os atletas deles estão no último ano da categoria sub-17 e a nossa equipe é mais jovem. A intensidade que o Minas colocou no jogo a gente conseguiu acompanhar. Tanto para marcar quanto para criar. A maioria do tempo eles conseguiram encurralar a gente e dificultar nosso trabalho de saída de bola, mas os meninos não se omitiram em momento nenhum. Temos que continuar o trabalho, porque essa equipe está no caminho certo”.

  Com as derrotas, a equipe não se classificou para a próxima fase do Estadual e volta aos treinos nesta segunda, dia 23.

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento

Artes: Toque de Bola

Deixe seu comentário