Baeta faz o mínimo e espera resultados da rodada!

Fabinho bate o pênalti para fazer o único gol do jogo

  Não foi uma vitória elástica, que se poderia imaginar contra o lanterna e jovem Palmas, mas o Baeta venceu neste sábado, dia 21.

  Com gol do atacante Fabinho Alves, de pênalti, o Tupynambás bateu o Palmas por 1 a 0 no Estádio Municipal Radialista Mário Helnênio, na 13ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro.

O que precisa?

  Agora, o Leão do Poço Rico aguarda os resultados da rodada para saber se está classificado ou precisará de pontos na última série de jogos.

  Para avançar à segunda fase ainda neste fim de semana, o Baeta precisa que a Caldense, ainda neste sábado, não vença o Atlético de Alagoinhas. Também é necessário que o Bahia de Feira, no domingo, dia 22, não passe de um empate com o Villa Nova. 

  Na 14ª e última rodada do Grupo A6 da Série D, os juiz-foranos vão até o Nordeste, enfrentar o Bahia de Feira, na sexta, dia 27, às 16h. 

Sem gol

  Com a volta de Marcos Alemão, que cumpriu suspensão contra a Caldense, à zaga titular, o volante Guilherme no lugar de Gustavo França e o meia Wellington Batista na vaga do atacante Nunes, o Baeta começou o jogo colocando o goleiro do Palmas para trabalhar. Mas nos 20 minutos iniciais a pressão não funcionou.

Jogadores comemoram o gol de Fabinho (15)

  O Palmas se animou e conseguiu uma finalização de dentro da pequena área do Baeta, mas Gabriel Kaká estava impedido e chutou por cima. Já a maioria das investidas do Leão do Poço Rico parava na zaga tocantinense ou em defesas tranquilas de Matheus.

Incrível e lamentável

  No fim do primeiro tempo, aos 49 minutos, o atacante Ygor, do Baeta, ainda perdeu um gol embaixo das traves, tocando por cima. Assim o jogo foi para o intervalo com 0 a 0 no placar.

  Na volta do intervalo, o técnico do Baeta, Guiba, colocou o centroavante Reis, em busca de mais precisão nas finalizações. E o atacante não demorou a fazer a diferença, aos sofrer pênalti, cobrando com eficiência por Fabinho Alves aos 11 minutos, inaugurando o placar.

Ficou no quase

  Reis seguiu dando trabalho. Aos 23 minutos, o centroavante acertou o travessão. Já aos 25, invadiu e tocou para o meio, mas Wellington Batista não alcançou já sem goleiro.

  Sem conseguir aproveitar as chances, o Baeta ainda viu Felipe Linhares ser expulso aos 48 minutos por falta dura em um adversário. Mas, não havia tempo para mais nada, e o Leão do Poço Rico venceu pelo placar mínimo.

Tupynambás 1 x 0 Palmas

Gol: Fabinho Alves (TUPY) aos 11 do 2T

Tupynambás

1 – Arthur

2 – Lucas

3 – Eduardo

21 – Marcos Alemão

6 – Adriano Silva 

5 – Guilherme

8 – Albert (15 – Gustavo França)

10 – Bruno Vieira (18 – Reis)

7 – Wellington Batista (4 – Gabriel Sá)

15 – Fabinho Alves (16 – Felipe Linhares – expulso)

9 – Ygor (14 – Adriano Seixas)

Técnico: Guiba

Palmas

1 – Matheus

2 – Matheus Silva

3 – Henrique

4 – Anthony

6 – Felipe

5 – Kanom

8 – Boró

7 – Ygor (15 – Vinícius)

10 – Afonso (14 – Grilo)

11 – Gabriel Kaká (13 – Isaac)

9 – Gustavo

Técnico: Róbson Tavares

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Reprodução CBFTV/MyCujoo

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário