Vai contratar! Baeta vai ao mercado e prestigia Guiba!

Dias fez avaliação e vai contratar. Foto: divulgação/UFJF

  Depois de um bom início no Grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro, o Tupynambás engatou uma sequência de empates e sofreu, na última semana, sua primeira derrota.

  As vitórias do Baeta em casa, de virada, sobre o Bahia de Feira e fora sobre o Palmas nas duas primeiras rodadas deram lugar aos empates seguidos em casa com a Caldense, fora com o Villa Nova e novamente em Juiz de Fora com o Gama. Na quarta, dia 14, veio a primeira derrota, para o Brasiliense, na qual o Leão do Poço Rico levou a virada e terminou sendo goleado por 4 a 1.

Contratações

  A sequência sem vencer acendeu o alerta na direção do Baeta que vai ao mercado para tentar reforçar o time e buscar a classificação para a segunda fase da Série D.
  O Toque apurou que o primeiro contratado será o meia Vinicius Martins, de 24 anos. O jogador estava no Monte Azul, no qual disputou a Série A2 do Campeonato Paulista, pertence ao Foz do Iguaçu e fez sua formação na Portuguesa.

Técnico Guiba promoveu retornos no Tupynambás

  Nos próximos dias, o técnico do Tupynambás, Guiba, também deve receber dois novos jogadores, um deles para o ataque. “Nos próximos dias, devemos trazer o Vinicius, que joga de volante e meia também. Ainda estamos em vias de fechar com um atacante. A intenção é talvez trazer mais um atleta. Mas tudo com os pés no chão. Sem deixar o lado financeiro desandar como estava antes”, explica o vice-presidente do Baeta, Claudio Dias.

  Caso a equipe se classifique, mais contratações devem surgir no Poço Rico. “Conseguindo avançar para a segunda fase, o que o grupo tem condições na nossa avaliação, então faremos um investimento maior para buscar o acesso”, revela Dias.

Guiba prestigiado

  Além da contratação de reforços, Dias também fez questão de destacar que o trabalho do técnico Guiba está no caminho certo. “O Tupynambás tem um orçamento pequeno, um grupo de 21 atletas dos quais cinco são da base, e vem fazendo um bom campeonato. Brigando com equipes que têm um orçamento e estrutura muito maiores.”

Dirigentes criticaram o time na quarta. Foto: Toque de Bola

  Sobre as críticas de alguns integrantes da diretoria presentes na arquibancada do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio contra o Brasiliense, o dirigente minimizou o episódio registrado pelo Toque na cobertura da partida. “Isso reflete o lado torcedor. Não a posição da diretoria. Se não estivermos satisfeitos, vamos conversar e chegar a um acordo. Não é o caso. A derrota foi significante por conta do placar. Mas não se pode dizer que o trabalho está mal feito”, avalia Claudio. 

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

 

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário