Esfriou!? Baeta reage, mas fica no empate com o Gama

Baeta e Gama fizeram um jogo agitado no 1º tempo

  Em um jogo que teve o primeiro tempo movimentado, com gols e bolas na trave, e uma segunda etapa tão fria quanto o fim de tarde no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, o Tupynambás empatou em 1 a 1 com o Gama, pela quinta rodada do Grupo A6 do Campeonato Brasileiro da Série D.

  O experiente centroavante Nunes, de pênalti, abriu o placar para o time do Distrito Federal. O atacante Fabinho Alves, retornando após desfalcar o Baeta na quarta rodada, empatou nos acréscimos do primeiro tempo.

  O Leão do Poço Rico volta a campo na próxima quarta, dia 14, às 20h30, novamente em Juiz de Fora, para enfrentar o Brasiliense. 

Gama na frente

  Com as voltas de Marcos Alemão na zaga, o lateral-direito Paulo Vitor e o atacante Fabinho Alves, o Baeta começou a partida deste sábado, dia 10, criando mais pela esquerda. O Gama tentava nas bolas longas.

Nunes marcou de pênalti. Imagem: My Cujoo/CBF TV

  Foi numa das esticadas, de tiro de meta, que o atacante Everton recebeu lançamento e invadiu a área. Quando cortou, foi derrubado: pênalti para o Gama. Na cobrança, Nunes deslocou o goleiro Arthur Conceição e fez 1 a 0 para os visitantes.

Trave lá e cá

  Melhor, o Gama conseguia envolver o Baeta. Em boa troca de passes do ataque da equipe do Distrito Federal, Esquerdinha apareceu cara a cara com o gol e bateu na saída do goleiro. A bola explodiu no travessão, aos 25 minutos.

Baeta comemora o empate. Imagem: My Cujoo/CBF TV

  Perto do segundo, o Gama obrigou Arthur Conceição a fazer grande defesa aos 31 minutos. Em chute de Vitor Xavier da intermediária, o camisa 1 do Baeta ia sendo encoberto, mas se esticou todo para colocar por cima do travessão.

O empate

  O Baeta teve boas chances de empatar. Aos 35 minutos, em cobrança de falta de Adriano Silva, a bola cruzou toda a área e terminou na trave direita de Calaça. Já aos 40, Guilherme, sozinho na marca do pênalti, cabeceou para fora.

  Mas a igualdade só veio aos 46 minutos da primeira etapa. Fabinho aproveitou passe de Ygor em contra-ataque, invadiu a área e chutou forte de esquerda para empatar. Assim, o intervalo teve Tupynambás 1 x 1 Gama no placar.

Sem emoção

Gama jogou de verde a fria segunda etapa

  O Gama voltou de uniforme diferente, com camisas verdes ao invés das brancas usadas na primeira etapa. Mas a partida permaneceu igual. Com os donos da casa tentando a virada em jogadas pela esquerda, e o Gama usando a referência na área de Nunes.

  A partir dos 15 minutos do segundo tempo, o jogo perdeu em qualidade técnica e esfriou. A partida ficou disputada no meio de campo, mas sem muita criatividade para nenhum dos lados buscar a vitória ou criarem chances claras. Assim, o 1 a 1 permaneceu até o apito final.  

Tupynambás 1 x 1 Gama

Gols: Nunes (GAM) aos 18 do 1T; e Fabinho Alves (TUPY) aos 46 do 1T  

Tupynambás

1 – Arthur Conceição

2 – Paulo Vitor

3 – Adriano Seixas

13 – Marcos Alemão

6 – Adriano Silva

5 – Guilherme

8 – Vinícius Leonel (18 – Albert)

10 – Welington Batista (19 – Felipe Linhares)

7 – Marcos Nunes

9 – Ygor

15 – Fabinho Alves

Técnico: Guiba

Gama

1 – Calaça

2 – Gabriel

3 – Gusttavo

4 – Emerson

6 – Julio Lima

5 – Wallace

8 – Andrei Alba (14 – Romário)

7 – Everton (11 – David Sousa)

20 – Vitor Xavier (16 – Wesley)

10 – Esquerdinha

9 – Nunes (17- Michel Platini)

Técnico: Vilson Tadei 

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Deixe seu comentário