Duelo de leões feridos no Alçapão do Bonfim!

  Parceiros de rebaixamento e na busca frustrada da permanência na elite do futebol mineiro através da Justiça Desportiva, Villa Nova e Tupynambás se enfrentam neste domingo, dia 4.

  O duelo de leões pela quarta rodada do Grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro será a partir das 16h no Estádio Castor Cifuentes, mais conhecido como Alçapão do Bonfim, e ambas as equipes precisam de recuperação. Depois de um empate com a Caldense, no qual pesou a longa viagem de ida e volta a Palmas apenas dias antes do segunda partida em Juiz de Fora, o Baeta quer recuperar os ponto perdidos em casa.

  Você acompanha a cobertura completa da partida nas redes sociais do Toque de Bola: @toquedebolajf no Twitter e no Instagram, além do perfil Portal de Notícias – Toque de Bola no Facebook

Conhecedor do adversário  

  Segundo o técnico do Leão do Poço Rico, Guiba, o Tupynambás vai em busca da vitória. Para isso, o comandante do Baeta sabe que terá que adaptar a maneira de sua equipe atuar para jogar na casa do Leão do Bonfim.

  “Vamos lá para buscar a vitória. Repeitamos o Villa, mas jogamos sempre para vencer. Temos que nos adaptar ao jogo lá. É um campo estreito, menor, onde a bola parada faz uma diferença muito grande. Isso falo pois já joguei e treinei o Villa. Sabemos da dificuldade, mas queremos somar mais três pontos”, deseja.

Guiba vai mudar o Baeta para pegar o Villa fora

Ausências e opções

  Para adaptar o time ao jogo fora de casa, Guiba tem dois desfalques. Na lateral-direita, João Vitor está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O jovem Lucas, que já entrou no intervalo da partida contra a Caldense, será o substituto.

  Já na frente, o experiente Fabinho Alves, que levou uma pancada no joelho esquerdo, fica de fora. E é aí que Guiba tem opções diferentes para enfrentar o Villa. Se preferir uma referência na área, vai de Marcus Vinicius. Se quiser mais força no meio de campo, Wellington será o escolhido.  

Tem que vencer

  Fazendo sua segunda partida seguida em casa, o Villa precisa vencer após a derrota para o Gama na quarta, 30. O time de Nova Lima ainda não empatou, perdendo dois e vencendo um dos confrontos até aqui no Grupo A6 da Série D. 

Mancini comanda o Villa sem o experiente Maicon

  Neste ano foram quatro meses sem treinar. Após o complemento do Mineiro, sete atletas tiveram os contratos renovados. Outros 20 foram contratados para a disputa da série D. A média de idade do grupo é de 28 anos.

  Sem jogadores suspensos, o time do técnico Mancini, ex-jogador com passagens pelo Atlético e a italiana Inter de Milão, não terá o experiente lateral-direito Maicon, ex-Cruzeiro e Seleção Brasileir. O atleta está em tratamento de um edema ósseo.

Villa Nova x Tupynambás

Estádio Castor Cifuentes – 16h

Árbitro: André Luis Skettino Policarpo Bento. Assistentes: Leonardo Henrique Pereira e Breno Rodrigues

Villa Nova: Deola, Ramon, Wellington Reis, Rodolfo Mol e Charles; Augusto Recife, Wander e João Paulo; Juninho, Talysson Lalau e Lucas Grossi. Técnico: Mancini

Tupynambás: Arthur Conceição, Lucas, Adriano Seixas, Gustavo França e Adriano Silva; Guilherme, Vinicius Leonel e Felipe Linhares; Nunes, Ygor e Macus Vinicius (Wellington). Técnico: Guiba

 

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: divulgação/Tupynambás FC; e Facebook Villa Nova 

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário