Dia Mundial da Paralisia Cerebral e a importância do esporte para pessoas com deficiência

O Dia Mundial da Paralisia Cerebral e a importância do esporte para as pessoas com deficiência

Por Igor Chagas Monteiro

No último dia 6 de outubro foi comemorado o Dia Mundial da Paralisia Cerebral. O World Cerebral Palsy Day (em inglês) é um movimento de pessoas com paralisia cerebral, suas famílias e organizações que apoiam a causa. A data é celebrada em mais de 75 países (World Cerebral Palsy Day, 2019).

  “Vejo que essa data é importante para empoderar as pessoas com paralisia cerebral e mostrar suas histórias ao mundo. O esporte é uma ferramenta educativa importante e conhecer os atletas com paralisia cerebral contribui muito para a formação de nossas crianças e jovens. É fundamental educar para a inclusão”.

  O que é paralisia cerebral?

  A paralisia cerebral é uma deficiência física (e não uma doença!), que afeta o movimento e a postura. Ela é considerada a deficiência mais comum na infância (World Cerebral Palsy Day, 2020).

 A descoberta da deficiência e a importância do esporte

  Quando eu tinha um ano e dois meses de idade descobrimos a hemiparesia. A hemiparesia é um tipo de paralisia cerebral, que no meu caso, acometeu o lado esquerdo do corpo. Desde então iniciaram-se as sessões de fisioterapia. A fisioterapia foi minha companheira por quase vinte anos. Entre três e quatro anos realizei uma cirurgia de alongamento do tendão calcâneo. Ainda criança comecei a fazer aulas de natação e escolinha de futsal. Essas práticas corporais e esportivas foram muito importantes em meu desenvolvimento motor.

  O amor pelo futebol: pai zagueiro, filho árbitro

Igor em Espanha x Tailândia

 Meu pai jogava futebol aos finais de semana no clube. Ele era um zagueiro muito rápido e habilidoso. Meu irmão e eu éramos seus torcedores nas partidas. Íamos para o clube pela manhã, brincávamos de futebol, nadávamos e à tarde, torcíamos por ele no campo. Posso dizer que ele foi meu grande incentivador no esporte.

  Os professores, a família e os amigos da escola e faculdade

  Meus pais e familiares sempre incentivaram todos os meus projetos pessoais. Sempre participei das aulas de Educação Física escolar. Os professores e professoras que tive na escola e faculdade foram muito importantes em minha trajetória. Os amigos que fiz nessas instituições também apoiavam minha participação nas atividades físicas e esportivas.

 A escolha pela Educação Física e pela arbitragem

  A paixão pelo futebol me levou a cursar Educação Física na UFJF. Quando eu estava no primeiro período da graduação, tive a oportunidade de fazer um curso de arbitragem em futsal na Liga Juizforana de Futsal (LJFS). Comecei a apitar e gostei. Depois, concluí a faculdade e me formei professor. Em 2013 conheci o futebol para pessoas com paralisia cerebral através do professor Álvaro Quelhas. Recebi o convite para apitar o campeonato nacional da modalidade e fui. Foi um divisor de águas, pois o evento mudou a forma como eu percebia a minha deficiência. Tive a honra de atuar também na arbitragem dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Reportagem feita pelo Toque de Bola em 2016 

  No ano seguinte passei a integrar o quadro de árbitros da Federação Internacional de futebol para pessoas com paralisia cerebral (IFCPF, sigla em inglês). Em 2018 apitei a Copa do Mundo de futebol PC sub-19 nos Jogos Mundiais para pessoas com paralisia cerebral (CP World Games). A competição foi realizada em Sant Cugat/Espanha.

 Mensagem

Igor e companheiros do Panathlon Club Juiz de Fora na Copa Toque de Bola de Futsal

   Sou muito feliz e grato por tudo o que tive a oportunidade de vivenciar no esporte e na arbitragem. Tive pessoas e entidades que acreditaram em meu potencial e me deram oportunidades. Gostaria de deixar uma mensagem aos nossos leitores: sigam em busca de seus sonhos, se dediquem e acreditem que tudo é possível.

Fontes:

World Cerebral Palsy Day. O que é paralisia cerebral? 2020. Disponível em: <https://worldcpday.org/download/what-is-cp-infographic-poster-portuguese/>.

World Cerebral Palsy Day. What is World CP Day? 2019. Disponível em: <https://worldcpday.org/about-us/>.

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário