Deu Jacaré! Baeta leva virada e goleada em 20 minutos

  Noite para o Tupynambás esquecer nesta quarta, dia 14, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

Baeta comemorou primeiro no jogo

  Depois de abrir o placar com o atacante Fabinho Alves e ir para o intervalo ganhando, o Baeta levou a virada que virou goleada em apenas 20 minutos. Marcaram para o Brasiliense o meia Maicon Assis, o atacante Luquinhas e o centroavante Zé Love duas vezes na vitória por 4 a 1 sobre o Leão do Poço Rico, pela sexta rodada do Grupo A6 da Série D do Brasileiro.

  O Baeta volta a campo no sábado, dia 17, fora de casa. O Leão vai até a Bahia, enfrentar o Atlético de Alagoinhas, às 20h30, no encerramento do turno da chave.

Baeta na frente

  Na base da movimentação, o Baeta tentava dominar as ações no início. Já o Brasiliense, com um time mais experiente, cadenciava mais o jogo, esperando as brechas dos juiz-foranos. Aos 15 minutos, o Jacaré teve boa chance, quando Luquinhas recebeu enfiada na direita da área, mas Arthur se jogou a seus pés para fazer a defesa.

Maicon Assis abriu o caminho da goleda

   Na bola parada, aos 30 minutos, o Baeta quase marcou. Adriano Silva cobrou falta da direita e Fabinho Alves pegou de primeira, acertando o travessão do Brasiliense. Dez minutos depois não teve jeito, o mesmo Fabinho pegou sobra de bate-rebate na área e abriu o marcador para o Tupynambás. Os juiz-foranos garantiram vantagem até o intervalo.  

Virada relâmpago

  Na volta do intervalo, o Brasiliense virou logo no início. Com dois minutos do segundo tempo, o time de Brasília igualou o marcador com Maicon Assis que pegou sobra de corte da zaga da marca do pênalti. Aos cinco, outra jogada pela esquerda, e Zé Love escorou para fazer 2 a 1 para o Brasiliense.

   Dominando as ações no segundo tempo, aos 18 minutos, Luquinhas fez um golaço. O atacante mandou forte de pé esquerdo de fora da área, sem chance para Arthur Conceição, fazendo 3 a 1 para o Jacaré.

Virou goleada

Zé Love marca seu segundo, o quarto do Jacaré

   Aos 21 minutos, Zé Love transformou a vitória em goleada. O centroavante escorou com o pé esquerdo, atrás da marcação do Baeta, cruzamento da intermediária direita e colocou 4 a 1 no placar para o Brasiliense.

  Tentando pelo menos diminuir, o Baeta se adiantou, mas sem conseguir efetivamente ameaçar. O Brasiliense teve os contra-ataques, mas não ampliou a goleada.     

 Tupynambás 1 x 4 Brasiliense

Gols: Fabinho Alves (TUPY) aos 40 do 1T; Maicon Assis (BRA) aos 2 do 2T; Zé Love aos 5 e aos 21 do 2T; Luquinhas (BRA) aos 18 do 2T

Tupynambás

1 – Arthur

2 – Paulo Vitor

3 – Adriano Seixas (14 – Gustavo França)

13 – Marcos Alemão

6 – Adriano Silva (16 – Diego)

5 – Guilherme (17 – Bruno Vieira)  

8 – Vinicius Leonel

10 – Wellington Batista (21 – Albert)

7 – Marcos Nunes (18 – Marcus Vinicius)

9 – Ygor

15 – Fabinho Alves

Técnico: Guiba

Brasiliense

1 – Fernando Henrique

2 – Diogo

3 – Badhuga (13 – Fernandinho)

4 – Keynan

6 – Peu

5 – Bruno Lima

8 – Balotelli

7 – Luquinhas (20 – Romarinho)

10 – Romário (17 – Maicon Assis)

11 – Peninha (19 – Mariano)

9 – Zé Love (18 – Marcos Aurélio)

Técnico: Edson Souza

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: reprodução CBF TV/Mycujoo

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Este post tem um comentário

  1. Basileu Tavares

    Baeta que começou o campeonato tão bem começa a tropeçar dentro de casa. Sinal de alerta ligado vai ter de recuperar esses pontos fora

Deixe seu comentário