Contra líder em greve, Baeta tenta se manter na briga!

  Amargando uma sequência de sete rodadas sem vitórias no Grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro, o Tupynambás retorna ao Distrito Federal neste fim de semana para encarar o líder da chave, Gama.

  No confronto de sábado, dia 31, no Bezerrão, às 17h, pela décima rodada do Grupo A6 o Baeta quer o reencontro com a vitória para se manter no páreo na luta para ir à segunda fase da Série D. Já o pano de fundo do jogo é a greve dos jogadores do Verdão do Cerrado, iniciada na segunda, dia 26. 

  Acompanhe, com a cobertura sempre especial do Toque, todos os detalhes do confronto. Se liga nas nossas redes sociais: @toquedebolajf no Twitter e no Instagram, além do perfil Portal de Notícias – Toque de Bola no Facebook.

Sem afetar

  Embora os problemas financeiros tenham gerado uma semana, no mínimo, tumultuada no lado adversário, o técnico do Baeta, Guiba, não acredita que isso irá influenciar em seu time no jogo deste sábado. “Essa é uma questão deles. Não estamos preocupados com isso. Queremos fazer um bom trabalho e conseguirmos uma vitória, mesmo jogando fora de casa.”

Clique para ampliar

  O treinador do Leão do Poço Rico lembra que o único time a não ser derrotado pelo Gama até aqui na Série D foi justamente o Tupynambás. “Apesar das questões, eles vêm fazendo uma campanha quase 100%. Só perderam pontos contra nós. Por isso, sabemos que temos condições, apesar de respeitar a equipe deles e saber ser difícil a missão, de buscar a vitória mesmo jogando na casa do adversário”, avalia Guiba, citando o empate em Juiz de Fora no turno da chave.

Sem retornos

  Para a partida contra o Gama, o técnico Guiba ainda não deve contar com a volta dos atletas afastados dos jogos por conta do teste positivo de covid-19. O lateral-direito Paulo Vitor e o volante Guilherme aguardam liberação do portal médico da CBF, sem a qual, não puderam viajar.

  Já o zagueiro Adriano Seixas, o terceiro titular infectado, ainda se trata de uma lesão muscular na coxa direita e não está à disposição. Assim, lateral-direito Lucas e o volante Albert, além do novato Eduardo, que estreou na derrota para o Brasiliense, seguem no time.

Greve e vaquinha  

  Desde o início da Série D, o elenco do Gama vem ameaçando paralisação por conta de atraso de salários e da falta de perspectivas de resolução do problema. Na segunda, não teve jeito. Segundo informações do DF Sports +, os jogadores ainda não tiveram atividades nesta semana, mas não há o risco de o time da cidade satélite de Brasília não entrar em campo contra o Tupynambás.

Clique para ampliar

  Os torcedores se mobilizam em uma vaquinha virtual que, em três dias, havia arrecadado mais de R$ 8 mil. Pouco perto dos R$ 2 milhões em dívidas, segundo estimativa do DF Sports +. A diretoria do clube, em nota oficial, não abraçou a iniciativa, mas disse não recusar a ajuda. Os cartolas do Gama prometeram resolução do atraso de salários até este fim de semana.

Gama x Tupynambás

Bezerrão – 17h

Árbitro: Fábio Santos de Santana. Assistentes: Leila Nayara Moreira da Cruz e Lucas Costa Modesto

Gama: Roger, Gabriel, Emerson Silva, Gustavo e Julio César; Romário, Andrei Alba e David; Everton, Esquerdinha e Nunes. Técnico: Vilson Tadei 

Tupynambás: Arthur Conceição, Lucas, Eduardo, Marcos Alemão e Adriano; Vinícius Leonel, Albert e Bruno Vieira; Ygor, Nunes e Fabinho Alves. Técnico: Guiba 

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Artes: Toque de Bola com informações da CBF

Deixe um comentário