Com um a menos no fim, Tupi vira, vence e ultrapassa o Ipatinga!

No primeiro tempo, Ipatinga levou a melhor

  Com o espírito de luta que o torcedor carijó gosta de ver no time em campo, o Tupi conquistou sua segunda vitória no Módulo 2 do Campeonato Mineiro 2020.

  A virada diante do Ipatinga, depois de estar perdendo por 1 a 0 e por 2 a 1, além de ter um jogador expulso na reta final da partida, também marcou a troca das equipes de posição na classificação da Segundona do Estadual.

  Marcaram os gols do Tupi no primeiro resultado positivo depois da volta do Módulo 2 o meia Regino, o atacante Léo Coca e o centroavante Renan Amorim. Para o Tigre fizeram o centroavante Paulo Rangel e o meia Tchô.

  O Carijó volta a campo na quarta, dia 21, fora de casa, encarando o Betim. Se quiser manter chances de se classificar para o quadrangular decisivo do Módulo 2, o time juiz-forano tem que vencer.    

Diferente

  Com o desfalque do meia Daniel, o Tupi começou o jogo diferente. Raphael Augusto assumiu o posto no meio. No ataque, Yan ganhou a vaga de Davy. Mas nem deu tempo de ver se as alterações fariam efeito.

  Logo aos 4 minutos, a defesa do Tupi assistiu à jogada que terminou com cruzamento da esquerda e toque preciso de Paulo Rangel para fazer 1 a 0 para o Tigre. O camisa 9 do Ipatinga ainda obrigou, aos 10, o goleiro João Paulo a intervir para evitar o segundo.

Nem comemorou

Tupi conseguiu empate, mas logo foi surpreendido

  Atrás, o Tupi se adiantou e teve chance aos 12 minutos. Regino chutou de fora, e o goleiro Paulo Vitor espalmou para a frente da pequena área. Mas quando Léo Coca chegava para marcar, a zaga aliviou.

  Aos 19 minutos, o Carijó chegou ao empate, com Regino tocando no canto após boa jogada de Léo Coca invadindo a área pela esquerda. Mas nem deu tempo de comemorar.

  Na saída de bola, o Tigre fez jogada e Tchô apareceu livre para bater forte na marca do pênalti e fazer 2 a 1 para os visitantes. O placar permaneceu até o intervalo.

Empatou…

  O segundo tempo começou com o Tupi levando um susto. Logo aos 3 minutos, Lukinhas chutou de fora da área e obrigou João Lucas a fazer grande defesa.

  Depois do susto, o Carijó tomou o controle, mas ainda não havia encaixado boas jogadas. A primeira veio com Yan, que arrancou pela direita, invadiu a área e, do fundo, tocou para Léo Coca empatar aos 25 minutos.

  Três minutos mais tarde, o próprio Yan teve boa chance. Recebendo cruzamento de Davy da esquerda, o atacante carijó chutou para boa defesa do goleiro Paulo Vitor.

A virada veio após disputa de bola aérea

… e virou

  O momento era do Tupi. Aos 29 minutos, Anderson chutou forte de fora da área. Mais uma vez o goleiro do Ipatinga teve que intervir para evitar a virada.

  Mas, aos 35 não teve jeito. Mesmo quando ficou com um a menos – Raphael Augusto levou o segundo amarelo e foi expulso – o Carijó foi buscar na raça. 

  Após cobrança de falta da direita na área, Emerson dividiu com o arqueiro ipatinguense e a bola sobrou para Renan Amorim que finalizou duas vezes para virar o jogo em 3 a 2 para o alvinegro.

  Mas, ao contrário do que se poderia imaginar, o Tigre não sufocou. Aos 46, Léo Coca, mais uma vez em contra-ataque puxado por Yan, teve a chance do quarto, mas acabou chutando por cima, da marca do pênalti.

Tupi 3 x 2  Ipatinga

Gols: Paulo Rangel (IPA) aos 3 do 1T; Regino (TUP) aos 19 do 1 T; Tchô (IPA) aos 20 do 1T; Léo Coca (TUP) aos 25 do 2T; Renan Amorim (TUP) aos 35 do 2T

Tupi

1 – João Lucas

2 – Thailer

4 – Matheus Mega

6 – Thiago

3 – Anderson

5 – Rafael Borges

8 – Regino (19 – Renan Amorim)

10 – Luciano Mandi (18 – Davy depois 15 – Emerson)

7 – Yan

11 – Raphael Augusto

9 – Léo Coca

Técnico: Roberval Davino

Ipatinga

1 – Paulo Vitor

2 – Ezio (14 – Paulinho)

3 – Zé Leandro

4 – Talis

6 – Luciano Pit (16 – Luan)

5 – Marcos (15 – João Lucas)

8 – Marquinhos Acreano (20 – Wandinho)

10 – Tchô

11 – Lukinhas

7 – Núbio Flávio

9 – Paulo Rangel

Técnico: André Alexandre Lima

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola

Deixe um comentário