Com um a mais: Carijó decepciona e perde na volta do Módulo 2!

Tupi decepcionou na volta do Módulo 2

  Após quase sete meses sem jogar uma partida oficial, o Tupi voltou a campo pelo Módulo 2 do Campeonato Mineiro e decepcionou o torcedor que esperava um bom recomeço na competição.

  Mesmo jogando mais da metade do segundo tempo com um homem a mais, o Carijó terminou derrotado pelo Democrata de Governador Valadares, por 1 a 0, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora. O atacante Felipinho marcou o único gol do jogo. No sábado, dia 17, o Tupi enfrenta o Ipatinga, novamente em casa, jogando suas últimas fichas para não ficar preso na luta contra o rebaixamento.

Análise

  Falando após a partida, o técnico do Tupi, Roberval Davino, lamentou a desatenção no lance que gerou o gol da derrota. “Foi uma jogo onde procuramos ser protagonistas do jogo e conseguimos isso. Infelizmente, em uma jogada besta, tentaram reclamar do juiz. Saiu a jogada, um lance no qual o rapaz pegou muito bem e fez o gol.”

  O comandante carijó avaliou também o momento em que seu time ficou em vantagem numérica em campo. “Tentamos alternativas, chegamos a ficar com um homem a mais. Mas aconteceram algumas precipitações. A defesa deles teve mérito também. Lamentei o resultado. O time tentou buscar e fazer o que foi trabalhado até agora. Agora é treinar, trabalhar para buscar o que a gente precisa: sair dessa situação e lutar para classificar”, deseja Davino.  

Roberval lamentou o resultado e desatenção no gol

Lá e cá

  O jogo começou com o Democrata-GV tentando surpreender e conseguindo finalizar aos 3 minutos, para defesa firme de João Lucas. O Carijó tentava sair usando a velocidade de Davy e Daniel pela direita.

  Foi em uma jogada de Daniel, que achou Léo Coca em boa enfiada, que o centroavante do Tupi teve a primeira boa chance. Mas, a batida cruzada já de dentro da área saiu à direita do gol de Glaycon, aos 15 minutos.

Quem não faz…

  Em grande jogada individual, Daniel arrancou da direita, passou por dois e chutou da meia-lua da grande área. Mas o goleiro Glaycon fez grande defesa e evitou o primeiro, aos 33 minutos. Aos 34 foi a vez de Léo Coca chutar de fora e obrigar o arqueiro da Pantera a trabalhar.

  Mas aos 41 minutos o Carijó foi castigado. Depois de perder bola dominada na defesa, a zaga do Tupi conseguiu prensar o cruzamento. Mas a bola sobrou pelo alto na entrada da pequena área para Felipinho abrir o placar aos 41 minutos. Sem reagir, o Tupi foi para o intervalo perdendo.

Democrata saiu de Juiz de Fora com a vitória

Pega o goleiro

  Com Yan na vaga de Davy no ataque, o Carijó começou o segundo tempo levando um susto. Felipinho foi derrubado na área, e o pênalti assinalado. Na cobrança, aos 3 minutos, Rômulo bateu no canto esquerdo, mas o goleiro João Lucas foi buscar.

  Atrás e alerta pela ameaça, o Tupi partiu para cima. Mas a pressão não deu resultado inicialmente. Aos 22 minutos, Lucas Neres, do Demcrata-GV, levou o segundo amarelo e foi expulso.

Um a mais

  Mesmo com vantagem numérica, o Tupi não conseguia penetrar na defesa dos visitantes. No arremates de longe ou nas bolas alçadas na área, o experiente Glaycon não decepcionou e garantiu a vitória da Pantera até o fim.       

Tupi 0 x 1 Democrata-GV

Gol: Felipinho (DEM) aos 41 do 1T 

Tupi

1 – João Lucas

2 – Thailer

4 – Matheus Mega

6 – Thiago

3 – Anderson

5 – Rafael Borges (15 – Emerson)

8 – Regino (20 – Amorim)

10 – Luciano Mandi (16 – Elder)

7 – Davy (21 – Yan)

11 – Daniel

9 – Léo Coca

Técnico: Roberval Davino

Democrata-GV

1 – Glaycon

2 – Danilo Belão

3 – Rafael Caldeira

4 – Diego Rocha

13 – Lucas Neres

5 – Noé

8 – Jhonnatan (15 – Samuel)

7 – Felipinho (20 – Luiz Fernando)

10 – Matheus Lima (6 – Iury)

11 – Léo Goteira (21 – Vitor Hugo)

9 – Rômulo (18 – Pedro)

Técnico: Paulo César Shardong

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário