Com desfalques, Baeta luta para voltar ao G4 na Bahia!

  Tentando tirar lições da derrota por goleada para o Brasiliense no meio da semana, o Tupynambás volta a campo pensando em reabilitação na noite deste sábado, dia 14, pelo Grupo A6 da Série D do Campeonato Brasileiro.

  No confronto da sétima rodada do primeiro turno da Série D, que marca a metade da primeira fase da chave do Baeta, o time juiz-forano inicia, às 20h30 deste sábado, dia 17, uma espécie de mata-mata com o baiano Atlético de Alagoinhas.

 O confronto inicial será no Estádio Antônio Carneiro, o Carneirão, no interior da Bahia, e os times voltam a se enfrentar na quarta, dia 21, às 16h, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora.

Pensando em G4  

  Depois de ter perdido o posto entre os quatro melhores times, que avança à segunda fase da Série D, o técnico do Baeta, Guiba, quer a reabilitação imediata. Por isso, destaca a importância da sequência de confrontos com o Atlético da Alagoinhas, que também vem de derrota.

  “Vamos em busca da reabilitação contra o Atlético. Eles também perderam no meio de semana e vão querer se manter no grupo da frente. Precisamos ser inteligentes, ter sabedoria e equilíbrio para poder conseguir uma vitória lá, voltarmos ao G4 e, quando jogarmos novamente com eles aqui em Juiz de Fora, vencermos também para nos distanciarmos”, deseja Guiba.

Lições da goleada

  O comandante do Leão do Poço Rico sabe bem a principal lição deixada na primeira derrota de seu time nesta Série D para não repetir os erros. “Temos que entrar, começar o jogo e voltar do intervalo, mais concentrados. Sofremos os gols rapidamente e terminou culminando uma derrota dura”, avalia Guiba.

  Sem muito tempo de trabalhar seu time em campo, por conta da viagem já na sexta, dia 16, à tarde para Alagoinhas, Guiba vai fazer as correções na base do papo. “Um resultado como esse (diante do Brasiliense) atrapalha porque coloca em cheque a cabeça do atleta. Vamos ter que conversar, tentar corrigir só com a fala, com vídeos, pois não há tempo para treinos intensos”, lamenta.

Boa e más notícias

  Para a partida diante do Atlético de Alagoinhas, Guiba deve contar com o atacante Marcos Nunes. Uma das válvulas de escape de velocidade e habilidade do Leão, o jogador deixou o campo ainda no primeiro tempo da derrota para o Brasiliense, sentindo uma contratura na parte posterior da coxa direita. O atleta fará tratamento até momentos antes da partida, mas deve estar em campo.

  Mas, Guiba terá também três desfalques entre seus titulares, por conta da covid-19. O zagueiro Adriano Seixas, o lateral-direito Paulo Vitor e o volante Guilherme testaram positivo para  novo coronavírus e estão fora do jogo deste sábado e, pelo menos, da próxima quarta, também contra os baianos.
  Com as ausências, Gustavo França, que substituiu Adriano ainda no primeiro tempo da parida contra o Brasiliense por conta de dores na coxa esquerda, assume a zaga ao lado de Marcos Alemão. Lucas será o titular da lateral direita. Já no meio, Albert é mais cotado, mas Guiba ainda tem Gabriel Sá e Felipe Linhares para a posição.

 Atlético-BA x Tupynambás

Carneirão – 20h30

Árbitro: Alexandre de Souza Peixoto. Assistentes: José dos Santos Amador e José Carlos Oliveira dos Santos

Atlético-BA:    . Técnico:

Tupynambás: Arthur Conceição, Lucas, Gustavo França, Marcos Alemão e Adriano Silva; Albert, Vinicius Leonel e Wellington Batista; Marcos Nunes, Ygor e Fabinho Alves. Técnico: Guiba 

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário