Novo treinador, elenco e exames: a reunião de retorno no Carijó

Júlio tem a preferência para retornar. Foto: Toque de Bola

  Diretrizes iniciais definidas! Em reunião realizada nesta quinta, dia 20, entre membros da diretoria e do departamento de futebol, o Tupi elaborou o plano de volta às atividades planeja retomar os treinamentos no dia 5 de setembro. O prazo foi definido após a oficialização do retorno do Campeonato Mineiro do Módulo II no dia 10 de outubro.

  Em entrevista exclusiva ao Toque de Bola, o presidente José Luiz Mauler Júnior, o Juninho, falou sobre testes de coronavírus antes da possível data de reapresentação. “Foi uma reunião positiva. Estamos vendo o prazo para retorno em 5 de setembro. Mas talvez voltemos uns dias antes para fazermos exames médicos relativos à covid-19”, disse.

Novo treinador?

  O destaque do debate entre os dirigentes do alvinegro foi o posto de treinador. Segundo informações de bastidores, não ficou definido o retorno de Júlio César Imperador para o cargo de técnico do Carijó.

Fajardo deixou o Manaus recentemente. Foto: Manaus FC

  Caso seja do interesse de Júlio, a diretoria dá prioridade ao treinador nas negociações. Por outro lado, sem um acordo definido, quatro nomes estão em alta em Santa Terezinha: Roberval Davino, Ademir Fonseca, Welington Fajardo e Wesley Assis.

  De acordo com uma figura importante da diretoria Carijó, “está girando em torno disso. Pode ser que apareçam outros. Mas, a princípio, esses são os nomes. Não queremos criar incógnitas para nós mesmos. Ficar com tantos nomes e no final não saber o que fazer.”

Contatos feitos?

  A reportagem tentou contato com o staff de todos os nomes citados. Ao Toque, a assessoria de imprensa de Welington Fajardo confirmou que o Tupi não fez contato oficial com o treinador.

  Ademir Fonseca e Roberval Davino foram procurados pela reportagem. Mas, até o momento da publicação, não houve resposta.

Bons olhos

  Entre os nomes citados, Wesley Assis pode ser a “bola da vez”. Após deixar o comando técnico da equipe sub-20 no início da temporada, o treinador segue em Juiz de Fora no período de pandemia. Segundo informações de bastidores, o treinador ainda não foi procurado oficialmente pelo Carijó. Mas, caso o interesse se confirme, há chance de o negócio evoluir.

Assis pode retornar ao Carijó. Foto: Toque de Bola

  Campeão da Campeonato Mineiro do Interior Sub-20 em 2019 e vice-campeão mineiro da categoria, Wesley criou uma forte identificação com a torcida alvinegra e com a instituição. Ainda nesse contexto, entre os objetivos a curto prazo do treinador, estaria voltar a comandar uma equipe profissional, principalmente por ser em sua cidade natal. Por isso, o interesse teria sido visto com bons olhos.

Elenco

  Quando o assunto é a remontagem do elenco, muita indefinição. A diretoria, através do diretor de futebol, Adil Pimenta, ainda tenta contato com os atletas que faziam parte do elenco antes da paralisação do Módulo 2. A procura é para saber se há interesse dos jogadores em retornar.

  “Com relação a dispensas, temos que, primeiramente, ver quais atletas estarão dispostos a voltar, porque aí saberemos qual porcentagem do grupo teremos. Em cima disso faremos as contratações”, planeja Juninho.

Reforços

Adil esteve na reunião com a diretoria. Foto: Toque de Bola

  Em contato com a reportagem, Adil Pimenta disse ter visto com bons olhos a reunião com a diretoria. O diretor prega a cautela acima de tudo, mas confirmou a necessidade de trazer reforços.

  “Realmente a reunião foi bem produtiva. Estamos analisando os atletas que têm interesse em retornar ao clube, mas, certamente, vamos ter que realizar algumas contratações. Passo a passo, sem nos precipitar, vamos caminhando”, completou.

Panorama

  O Tupi está na nona posição na tabela do Módulo 2 do Mineiro, com nove pontos somados, e ainda tem cinco jogos pela frente na primeira fase da competição. O primeiro deles será diante do Democrata de Governador Valadares no dia 10 de outubro.

  Os quatro primeiros colocados dos 12 times do Módulo 2 avançam para o quadrangular final. O título será disputado em sistema de turno e returno. Após as seis rodadas da segunda fase, o primeiro colocado será o campeão. Ele e o vice sobem para a elite do Mineiro em 2021. Já os dois últimos da etapa inicial caem para a Segunda Divisão do Estadual, conhecida como Terceirinha.

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento

Deixe seu comentário