Inconfidência: final cancelada e Uberlândia campeão!

Foram detectados 12 casos de covid no Verdão

  O dia foi de decisão no Troféu Inconfidência, criado este ano como torneio consolação do Campeonato Mineiro, mas sem jogo.

  Isso porque, após o Uberlândia revelar 12 casos de covid-19 em seu elenco, comissão técnica e direção, na noite da última terça, dia 4, a Federação Mineira de Futebol (FMF), na manhã desta quarta, dia 5, resolveu cancelar o confronto entre o Verdão de Triângulo e o Cruzeiro. A partida, que seria realizada à tarde, decidiria o título do Inconfidência, que acabou definido em uma reunião.

Taça cedida

  Após encontro virtual com representantes de ambos os clubes, a FMF deu o título ao Uberlândia. No ofício que anunciou o Verdão como primeiro vencedor do torneio, a entidade destacou que “a equipe do Cruzeiro, em atitude de louvável solidariedade, se dispõe a abrir mão da disputa da partida final válida pelo Troféu Inconfidência, concedendo à equipe do Uberlândia Esporte Clube o título de Campeã do Troféu Inconfidência, desde que não haja nenhuma sanção regulamentar e/ou disciplinar em virtude desta não realização.”

Decisão foi cancelada pela Federação Mineira

  Para tomar a decisão, a Federação Mineira também levou em consideração o início do Campeonato Brasileiro da Série B, no qual o Cruzeiro estreia no próximo sábado, dia 8, contra o Botafogo de Ribeirão Preto, além da volta da Copa do Brasil no dia 26 de agosto. A argumentação da entidade no documento é de que não haveria data para futura realização da final.

Prejuízo para time sem calendário

  O ofício da FMF destaca os casos de covid-19 detectados no Verdão (nove jogadores, dois membros da comissão técnica e o diretor de futebol). A entidade também afirma em sua argumentação para cancelar a final do Troféu Inconfidência que “essa indefinição trará irreparáveis prejuízos à equipe do Uberlândia Esporte Clube que, por não disputar competições nacionais, não possui calendário anual de atividades.”

  Desta maneira, a Federação deu ciência à procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG), que não se opôs: “o Egrégio Tribunal de Justiça Desportiva, bem como sua Procuradoria Geral, cientes da singularidade da situação e a justa causa do pedido, ao serem consultados, concordaram com a solicitação do Cruzeiro Esporte Clube.” Desta maneira, a FMF decidiu por declarar o Uberlândia campeão. 

Confira a comunicação oficial da FMF: 

CANCELAMENTO FINAL UBERLÂNDIA CAMPEÃO

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos e arte: Facebook Uberlândia

Deixe um comentário