Volta do Mineiro: mudanças e dúvidas no ar!

Baeta treina em Xerém para a volta do Mineiro

  A maioria de times da elite do futebol de Minas Gerais iniciaram a semana que antecede o retorno do Campeonato Mineiro com dúvidas no ar. Muitos tentando se virar para colocar o time em campo (veja classificação e tabela abaixo).

  A toque de caixa, o Tupynambás reuniu 16 atletas que fizeram parte do grupo do Estadual antes da paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus.
A delegação do Baeta seguiu para Xerém, em Duque de Caxias, após assinar parceria com a DSG Sports Group que viabilizou o local.

  Após exames realizados já na Baixada Fluminense, quatro atletas tiveram que deixar a concentração no Sítio Renascer: o veterano Ademilson, Léo Franco, Kaíke e Marlon, diagnosticados com covid-19.

Um quinto atleta, Gustavo, foi afastado pois estava no quarto com um dos infectados. A DSG, além de completar o grupo do Baeta, vai preencher as novas lacunas no time.

Veterana

Atletas da Caldense fazem trabalhos físicos

  Adversária do Tupynambás na volta do Mineiro, a Caldense manteve também 16 jogadores que atuaram com a camisa alviverde antes da parada. Outros atletas foram disponibilizados pela parceira do clube, uma empresa paulista de agenciamento de jogadores.

  A Veterana treina desde o dia 11 de julho e o grupo se mantém em concentração, confinado até o fim do Estadual. Nenhum caso de covid-19 foi detectado no grupo.

A principal indefinição fica por conta do local do jogo entre Baeta e Caldense, no próximo domingo, dia 26. Sem poder sediar o confronto em Juiz de Fora, o Tupynambás tem até esta terça, dia 21, para apontar um outro estádio, com a concordância da prefeitura da cidade sede.

No Triângulo

Éder Luís vai defender o Uberlândia

  Com todos os jogadores e comissão técnica testados e com resultados negativos para covid-19, o Uberlândia retomou os treinos no dia 11 de julho. Ao todo, 27 atletas compõem o elenco para a volta do Mineiro, entre remanescentes da competição antes da parada e atletas promovidos do sub-20.

  As principais baixas no elenco foram o goleiro Rafael, o lateral-direito Joazi, o meia Diogo Peixoto e o atacante Tiago Amaral. Para as rodadas finais da competição e uma possível participação no Troféu Inconfidência, o Periquito contratou o veterano atacante Éder Luís.

Reformulações

  A URT, como Baeta, Caldense e Uberlândia, também dissolveu seu elenco durante a parada do Mineiro. Perdeu inclusive o treinador, Ademir Fonseca.

  No retorno, o novo comandante, Johnatan Alemão, contou apenas com nove remanescentes da primeira parte do Estadual, e disse ter escolhido um elenco com juventude e força física para aguentar os dois jogos contra Cruzeiro e América.

Exames no Boa Esporte não detectaram infecção

  Outro clube que se desfez completamente nos últimos meses foi o Patrocinense. Apenas seis atletas do elenco inicial do Mineiro voltaram aos treinos em Patrocínio.
  O comandante também mudou: sai Thiago Santos, entra o juiz-forano Marco Antônio Milagres, ex-goleiro de América e Flamengo e ex-treinador do Serranense, seu último clube.

Mineiro e Brasileiro

  Um dos que não interrompeu suas atividades e seguiu reformulando o elenco na parada do Mineiro foi o Boa Esporte. De olho não só na volta do Estadual, mas na sequência da temporada, na qual ainda disputa a Série C do Campeonato Brasileiro a partir do dia 8 agosto, o time de Varginha contratou e dispensou atletas.

  O Boa Esporte conseguiu, inclusive, a volta dos trabalhos dos atletas em seu campo e academia próprios, com os jogadores mantendo o distanciamento social, ainda em junho.

  Mas, parou aí. Mesmo com todos no clube com testes negativos para covid-19, o time não teve, até o fim da última semana, autorização da Prefeitura de Varginha para voltar aos treinos coletivos e nem sediar jogos no Melão.

Liberados

Atlético, América e Coimbra mandam no Independência

  América, Atlético e Cruzeiro estão liberados para disputar partidas em Belo Horizonte no retorno do Campeonato Mineiro. A aprovação ocorreu por parte da Prefeitura de Belo Horizonte na sexta, dia 17, e foi confirmada pela Federação Mineira de Futebol.

  O Coimbra, outro clube joga na capital, ainda não definiu se mandará o duelo contra o Tombense no Estádio Independência.

  A pressão dos três grandes para não ter mais gastos com logística de jogos da capital funcionou, mas a Secretaria de Saúde de Belo Horizonte pediu alterações no protocolo. Será exigido que todos os participantes do evento em jogos na capital, obrigatoriamente, apresentem testes negativos da covid-19.

Enderson Moreira comanda os treinos na Toca II

Cruzeiro

  Com base no protocolo de saúde adotado na Alemanha para a volta do futebol, o Cruzeiro treina desde o início de maio .
  Após baterias de exames semanais, testes PCR e questionário aplicado diariamente a jogadores e funcionários na Toca da Raposa 2, o clube celeste teve três jogadores infectados: o zagueiro Leo, o volante Jean e o atacante Vinícius Popó, que cumpriram quarentena de 14 dias em casa, além de realizar novos exames para comprovar resultado negativo.

Atlético

  Embalado pelas novas contratações e sob o comando de Jorge Sampaoli, o Atlético voltou aos treinamentos no dia 19 de maio na Cidade do Galo, CT do clube, após bateria de exames e resultados 100% negativos para o coronavírus. O alvinegro já treina normalmente e terá tanto desfalques quanto reforços para enfrentar o América.

Atlético voltou aos treinos há dois meses

  No clássico que marca o retorno do futebol em Minas Gerais, o Galo não terá o lateral-esquerdo Guilherme, expulso; o zagueiro Gabriel, com lesão no púbis; e os atacantes Di Santo, que já deixou o clube; e Ricardo Oliveira, que negocia para rescisão. Além disso, Diego Tardelli, com uma lesão no tornozelo, está fora da temporada.

  Em contrapartida, Sampaoli poderá contar com o zagueiro Júnior Alonso e com o atacante Marrony, que chegaram durante a paralisação do futebol. Além deles, os volantes Léo Sena e Alan Franco e o zagueiro Bueno estão liberados. A exceção é Keno, atacante que está recuperando a forma física.

América

Líder do Mineiro, América volta contra o Atlético

  Invicto na temporada, com sete vitórias e cinco empates em 12 partidas, o América-MG voltou aos treinamentos no dia 25 de maio, após dois meses de paralisação. Ao longo das semanas, o clube foi aumentando a quantidade de atletas reunidos até conseguir realizar coletivos a cerca de dez dias.

  No mercado, o América contratou o zagueiro Anderson, ex-Bahia, durante o período de pausa. O Coelho conta também com os retornos de empréstimo dos atacantes Felipe Azevedo e Marcelo Toscano, assim como do defensor Sabino. 

Coimbra

Coimbra teve seis casos de covid-19 confirmados

  O Coimbra retomou na quarta, dia 8 de julho, os trabalhos no Centro de Treinamentos da equipe em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a assessoria do clube, jogadores, comissão técnica e colaboradores passaram por avaliações clínicas e testes laboratoriais para a detecção da covid-19.

  Desde o retorno aos treinos, ao todo, seis atletas contraíram o novo coronavírus e foram afastados das atividades temporariamente. O nome deles não foi revelado. Outros três tiveram resultados inconclusivos, foram isolados e repetirão os testes.

Villa Nova

Villa fez novos testes no elenco

  No Villa Nova, apenas um jogador está afastado dos trabalhos por conta da covid-19. Trata-se do meia Carlos Magno, que estava na URT e foi contratado justamente para os dois jogos finais do time na competição. O teste foi realizado na semana passada, e o jogador cumpre quarentena desde então.

  O elenco do Villa, mantido em sua maioria desde a parada, está em regime de concentração na Toca da Raposa I. O Leão também tem novo comandante: Ademir Fonseca. Além do restante do Mineiro, o time de Nova Lima terá a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro, que começa em 6 de setembro, pela frente neste semestre.

Tombense

Tombense trabalha com adaptações ao protocolo

  O Tombense retomou as atividades em seu Centro de Treinamento no dia 15 de maio. Segundo comunicado nas redes sociais, jogadores e funcionários cumpriram todos os protocolos recomendados pelos órgãos de saúde e pela Prefeitura.

  Durante a parada, o técnico Eugênio Souza ganhou os reforços dos atacantes Welberty e William Anicete. Ambos fazem trabalhos físicos antes de se juntarem esta semana ao grupo nos trabalhos coletivos. 

Classificação e jogos do Mineiro 2020:

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos e Pedro Sarmento com informações do Superesportes, Super.fc e Globoesporte.com

Fotos: Superesportes; divulgação/FMF; e reprodução/redes sociais dos clubes

Deixe seu comentário