Etapas, taxas e protocolos: o processo seletivo da base Carijó!

  Com 1200 atletas cadastrados, o processo seletivo para as categorias de base do Tupi está entrando na última fase de inscrição. Até o momento, 132 garotos confirmaram o registro, realizado após pagamento da taxa estipulada pelo Grupo Multsport (GM), gestor do projeto das equipes sub-15, sub-17, sub-20 e sub-23 do Carijó.

Divulgação foi pelas redes sociais. Foto: Reprodução/Instagram Tupi FC

Só o começo

  Em entrevista exclusiva ao Toque de Bola, Thiago Ferreira, gestor do GM, revelou que tudo que está sendo feito atualmente é um processo administrativo.

  “O pessoal está muito apavorado com isso, achando que já teremos seletiva na semana que vem. Não. Esse processo é administrativo, porque tivemos muitos atletas interessados em ser avaliados e estamos nos organizando primeiro. Precisamos saber de onde os inscritos são, o nome deles, dados de saúde para seguirmos os protocolos da CBF quando as atividades retornarem, entre outros fatores”, explicou Ferreira.

Banco de dados

  Ainda segundo Thiago, o grupo gestor não pode aguardar uma decisão da Federação Mineira de Futebol (FMF) para tomar as providências da criação de um banco de dados.

  “Na sexta, dia 19, eu liguei para o Rafael (membro da diretoria de competições da FMF), e ele me confirmou que teremos as competições sim. Só não há confirmação de data. Se eu for esperar eles avisarem, fica complicado. Estamos fazendo isso para termos um banco de dados de todos os envolvidos no processo. A seletiva ainda não tem data definida”, confirmou.

  A reportagem tentou contato com a diretoria de competições da FMF para confirmar a informação sobre a realização dos campeonatos de base. Mas, até o momento da publicação, não obteve resposta.

O processo

CT do Galinho será instalado no Grama. Foto: Reprodução/Google Earth

  De acordo com informações do GM, a primeira etapa (que está sendo realizada) é apenas para confirmação dos atletas interessados. A segunda etapa será uma cartilha que vai ser passada aos garotos com os protocolos para se apresentarem, por conta da pandemia do coronavírus. A partir daí, o grupo selecionado inicia os treinos.

Taxas e cobranças

  Desde a divulgação dos valores de inscrição para a seletiva, falou-se sobre a taxa cobrada pelo clube. Ao Toque, Thiago Ferreira detalhou o montante, que é legalmente permitido.

  “O valor de R$ 300 engloba quatro dias de alojamento para quem for utilizar a estrutura, quatro dias de avaliação integral, quatro refeições diárias, transporte e toda a parte de rouparia. Os atletas que não precisarem desses serviços, pagam um valor menor”, afirmou.

Nova cobrança?

  Nesse cenário, atletas que integravam o elenco no início da temporada disseram que estariam sendo cobrados outra vez para participarem de uma nova seletiva. Questionado sobre o assunto, Thiago negou que isso tenha ocorrido.

  “Estamos entrando em um segmento bem sério. A maioria da nossa comissão técnica é composta por militares. Somos muito firmes naquilo que falamos. Um atleta ou outro trabalha muito com a boca, e jogador tem que trabalhar com o ouvido e com os pés. Tivemos apenas um garoto dispensado do grupo por conta disso e, se ele quiser fazer uma avaliação para retornar, ele terá que pagar a taxa. Os demais atletas, que estavam no grupo e estão seguindo os programas de treino, seguem no Tupi após o período de pandemia para as avaliações”, disse Ferreira.

Preparo físico

  Durante o período de quarentena, a comissão tem passado atividades aos atletas através das redes sociais. Em caso de descumprimento das orientações, o jogador pode ser dispensado.

Região onde estará o novo CT da base carijó Foto: Reprodução/Google Earth

  “O diretor de futebol (Luís Ferreira) tem passado atividades junto com o preparador físico, seguindo as orientações da CBF. Nesse meio tempo, esses atletas têm que cumprir todos os pré-requisitos que estão sendo postos durante esse período. Caso isso não aconteça, esses jogadores também serão dispensados. Não existe nenhum atleta soberano em um clube. Estamos com muitos inscritos no sub-20 e os garotos que já fazem parte do grupo não podem se acomodar”, finalizou Thiago.

Confirmações

  Em contato com atletas que integram o elenco sub-20 do Galinho, o Toque confirmou que os garotos estão seguindo treinamentos passados pela comissão técnica e, esporadicamente, gravam esses treinos e enviam aos membros da comissão.

  Além disso, a informação de que os jogadores estão sendo cobrados novamente para uma nova avaliação foi desmentida. A única recomendação feita pela comissão foi a realização de exames de sangue, a serem pagos pelos atletas, para a reapresentação.

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento sob supervisão de Ivan Elias e Wallace Mattos

 

Deixe seu comentário