Board libera, e Fifa autoriza 5 substituições!

Trocas poderão ser feitas em três paradas e no intervalo

  Em discussão desde o fim de abril, a proposta da Fifa de ampliar temporariamente o número de alterações permitidas em uma partida de futebol em competições de seus afiliados foi aprovada pela International Board (IFAB).

  A partir agora os torneios que retornam ou competições que forem iniciadas podem adotar uma alteração na Regra 3. Assim, poderão permitir que as equipes façam até cinco trocas de jogadores ao invés das três tradicionalmente permitidas. As substituições deverão ser realizadas em três paradas por time durante os 90 minutos ou no intervalo. Isso torna obrigatória pelo menos uma mudança dupla caso o time utilize todas as possibilidades de mexer nos atletas em campo agora liberadas. 

Opção

  Segundo o comunicado da Fifa, “a alteração temporária entra em vigor com efeito imediato. Ela foi feita pois as partidas podem ser disputadas em um período condensado em diferentes condições climáticas, as quais podem ter impactos no bem-estar do jogador.”

  Inicialmente, a entidade afirma que “a decisão de aplicar esta alteração temporária permanecerá a critério de cada organizador individual da competição, enquanto a IFAB e a Fifa determinarão posteriormente se a mesma precisa ser estendida ainda mais (por exemplo, para competições que devem ser concluídas em 2021).”

VAR será facultativo mesmo em torneios iniciados

VAR facultativo

  No mesmo comunicado, a Fifa e a IFAB  autorizam também a interrupção do uso do VAR em competições já iniciadas com o recurso. “Em relação às competições em que o sistema de árbitros assistentes por vídeo (VAR) é implementado, essas podem cessar seu uso após o reinício, a critério de cada organizador da competição”, diz o comunicado.

  Caso decidam manter o uso ou iniciar uma competição com o VAR, os organizadores devem observar da mesma fora as regras e os protocolos de uso da ferramenta. Além disso, terão que adotar medidas de saúde estabelecidas Fifa em parceria com a Organização Mundial de Saúde para não colocar em risco os assistentes. 

Confira o resumo oficial da alteração temporária:

Lei 3 – Os jogadores – Alteração temporária

  • Cada equipe poderá usar no máximo cinco substitutos
  • Para reduzir a interrupção da partida, cada equipe terá no máximo três oportunidades para fazer substituições durante o jogo; substituições também podem ser feitas no intervalo
  • Se as duas equipes fizerem uma substituição ao mesmo tempo, isso contará como uma das três oportunidades para cada equipe.
  • Substituições e oportunidades não utilizadas são transportadas para o prolongamento.
  • Onde as regras da competição permitirem uma substituição adicional no tempo extra, as equipes terão uma oportunidade de substituição adicional; substituições também podem ser feitas antes do início do prolongamento e no intervalo no prolongamento. 

O uso de substitutos de retorno não é uma opção para competições seniores.

Alteração temporária foi aprovada pela IFAB

Confira íntegra do comunicado da Fifa:

  Quando o futebol começa a considerar a retomada das competições em todo o mundo após a pandemia do COVID-19, o Conselho Internacional da Associação de Futebol (IFAB) concordou em fazer uma alteração temporária às Leis do Jogo, com base em uma proposta recebida da Fifa, para proteger bem-estar do jogador.

  Para competições que começaram ou pretendem começar, mas estão programadas para serem concluídas até 31 de dezembro de 2020, a IFAB aprovou a proposta da Fifa de introduzir uma emenda temporária à “Regra 3 – Os Jogadores”, que permitirá um máximo de cinco substituições a ser feito por equipe.

  No entanto, para evitar interrupções no jogo, cada equipe terá apenas três oportunidades para fazer substituições. As mesmas também podem ser feitas no intervalo. A alteração temporária entra em vigor com efeito imediato. Ela foi feita pois as partidas podem ser disputadas em um período condensado em diferentes condições climáticas, as quais podem ter impactos no bem-estar do jogador.

  A decisão de aplicar esta alteração temporária permanecerá a critério de cada organizador individual da competição, enquanto a IFAB e a Fifa determinarão posteriormente se essa mudança precisa ser estendida ainda mais (por exemplo, para competições que devem ser concluídas em 2021). A alteração da Lei 3 afeta as leis do jogo de 2019/20 e 2020/21, com a última entrando em vigor a partir de 1 de junho de 2020.

  Em relação às competições em que o sistema de árbitros assistentes por vídeo (VAR) é implementado, essas competições podem cessar seu uso após o reinício, a critério de cada organizador da competição. No entanto, onde o VAR é usado, todos os aspectos das Leis do Jogo e, por extensão, o protocolo VAR permanecerão em vigor.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Facebook Fifa.com; e Facebook The IFAB

Deixe um comentário