Coronavírus e o desporto brasileiro

  Com um alto índice de contágio em todo o planeta em um curto período de tempo, o novo coronavírus chegou também ao esporte brasileiro. Entre atletas, treinadores e dirigentes, a pandemia já acometeu inúmeras personalidades envolvidas com o desporto verde e amarelo no Brasil e no mundo.

Jantar pode ter sido foco do contágio

  Em território nacional, o destaque é para os dirigentes de Grêmio, Internacional e Cruzeiro. Além deles, ex-técnicos de futebol, atletas de vôlei e basquete também contraíram o vírus.

   Rivais gaúchos 

  A dupla Gre-Nal já registra seis casos que testaram positivo para Covid-19. Na rota do contágio, um jantar realizado dias antes do duelo entre as equipes pela Libertadores, na Arena do Grêmio, dia 12 de março.

  Um dia antes, os presidentes Romildo Bolzan e Marcelo Medeiros, vice-presidentes, diretores e assessores estiveram reunidos em uma churrascaria na Zona Norte de Porto Alegre. NA confraternização, também estiveram o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman, e o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr.

  Do lado colorado, o presidente Marcelo Medeiros e o quarto vice-presidente, Humberto Busnello, foram diagnosticados com Covid-19. No Grêmio, o presidente Romildo Bolzan, os vice-presidentes Cláudio Oderich e Marco Bobsin e o assessor da presidência para as categorias de base, Eduardo Fernandes, também contraíram o coronavírus.

José Dalai Rocha testou positivo para o Covid-19

Em Minas

  Atual presidente em exercício do Cruzeiro, José Dalai Rocha, de 82 anos, testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi divulgada pelo seu filho, o jornalista Fernando Rocha, nas redes sociais. Na publicação, Fernando confirmou que o pai “está bem e cumprindo isolamento em casa”.

  Dalai assumiu a presidência interina do Cruzeiro em 20 de dezembro, quando o ex-presidente Wagner Pires de Sá e seus vices, Hermínio Lemos e Ronaldo Granata, renunciaram aos cargos. Até então, o dirigente era presidente do Conselho Deliberativo da Raposa.

  O presidente não foi o primeiro a ser infectado na Toca da Raposa. Sandro Gonzalez, CEO do Conselho Gestor, e Alexandre Faria, responsável pelo departamento financeiro, obtiveram resultado positivo para o Covid-19.

Na área técnica

Renê Simões se pronunciou em suas redes sociais

O ex-treinador Renê Simões divulgou, por meio de uma rede social, que testou positivo. Em depoimento, Simões relatou ter sentido os sintomas no dia 16 de março e realizou o exame. O resultado foi confirmado no sábado, dia 28.

  “Fui ao hospital e me testaram. Por precaução, mesmo não sabendo o resultado, fiquei em isolamento no meu quarto. Não saí dele e tinha tudo separado para mim dentro de casa. Tudo era higienizado e ninguém entrava no quarto”, disse o ex-técnico.

  Experiente no cenário do futebol, Renê Simões comandou clubes como Botafogo, Flamengo, Fluminense, Ceará, Coritiba, Bahia, entre outros. Entre 1994 e 1998, teve destaque na seleção da Jamaica e conquistou uma vaga para a Copa do Mundo da França, a única participação do país na competição até hoje. Aos 67 anos, ele falou também da importância de seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

 “Como o vírus demora a se manifestar, mesmo tendo mais de quatorze dias, seguirei na prevenção e só sairei no dia 30 do isolamento. Somente no primeiro dia tive algum sintoma e depois fiz tudo normalmente. Agradecendo a Deus por mais essa vitória. Fiquem bem e os em risco devem ser precavidos”.

A lista

Confira a lista completa de personalidades do desporto brasileiro que testaram positivo para o Covid-19:

Jonathas, atacante do Elche (ESP), 31 anos. Diagnóstico: 15 de março

Maique, pivô do Paulistano, 26 anos. Diagnóstico: 15 de março

Dori, atacante do Meizhou Hakka (CHI), 30 anos. Diagnóstico: 18 de março

Daniel Maciel, jogador de vôlei do Saarema-EST, 31 anos. Diagnóstico: 20 de março

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, 60 anos. Diagnóstico: 23 de março

Marco Bobsin, vice-presidente do Conselho Administrativo do Grêmio, 66 anos. Diagnóstico: 23 de março

Cláudio Oderich, vice-presidente do Grêmio, 61 anos. Diagnóstico: 23 de março

Eduardo Fernandes, assessor adjunto das categorias de base do Grêmio, 48 anos. Diagnóstico: 23 de março

Marcelo Medeiros, presidente do Internacional, 59 anos. Diagnóstico: 24 de março

Humberto Busnello, vice-presidente do Internacional, 72 anos. Diagnóstico: 24 de março

Thiago Wild, tenista brasileiro, 20 anos. Diagnóstico: 24 de março

Sandro Gonzalez, CEO do Conselho Gestor do Cruzeiro, 59 anos. Diagnóstico: 24 de março

Drussyla, ponteira do Sesc RJ. Diagnóstico: 25 de março

Wander Capixaba, atacante do Persib Bandung (IND), 28 anos. Diagnóstico: 27 de março

Alexandre Faria, responsável pelo departamento financeiro do Cruzeiro, 59 anos. Diagnóstico: 28 de março

Renê Simões, ex-técnico de futebol, 67 anos. Diagnóstico: 28 de março

José Dalai Rocha, presidente em exercício do Cruzeiro, 82 anos. Diagnóstico: 30 de março

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento, com informações dos sites oficiais de Internacional, Grêmio e Cruzeiro e supervisão de Ivan Elias – Toque de Bola
Fotos: Lucas Uebel/Grêmio; Bruno Haddad/Cruzeiro; Reprodução/Facebook Renê Simões.

 

Deixe um comentário