Galinho sofre virada e deixa Copinha

Galinho foi derrotado pelo Athletico em Itu

  Com uma campanha de destaque em sua primeira Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Tupi foi eliminado na terceira fase da competição após ser derrotado, de virada, por 2 a 1 pelo Athletico Paranaense.

  O jogo ocorreu em Itu, no estádio Novelli Júnior, no final da tarde desta segunda, dia 13.

  O Tupi marcou primeiro, com Neném, aos 37 minutos da etapa inicial. Melhor no segundo tempo, o Furacão aproveitou dois contra-ataques para levar a classificação para as oitavas de final. Vinícius Mingotti, aos 17, e Jajá, aos 29, decretaram a eliminação do Carijó.

Primeiro tempo

  A partida começou equilibrada, mas teve o Tupi tomando a maior parte das iniciativas ofensivas. O Athletico pressionava o Carijó na saída de bola e teve algumas oportunidades em erros de passe do setor defensivo do Galinho, exigindo do goleiro Davyd, destaque na fase anterior, duas excepcionais defesas.

   Tupi no ataque

  Aos 31 minutos, o artilheiro alvinegro, Patrick, criou a primeira oportunidade de gol. Cinco minutos mais tarde, Rê fez grande jogada no meio e lançou para Neném na ponta-diretoria. O atacante deixou dois marcadores pelo caminho, bateu cruzado e abriu o placar para o Galinho, dando a vitória parcial para o Galinho.

Segundo tempo

João Batista do Nascimento se lesionou na partida

  O Galinho começou a segunda etapa pressionando o Athletico no campo de defesa rubro-negro. Logo aos três minutos, Patrick roubou uma bola dentro da área e foi derrubado, mas a arbitragem nada marcou. Na sequência, após bate-rebate, o defensor do Furacão tocou na bola com a mão e, mais uma vez, a arbitragem deixou o jogo seguir.

   Caiu e saiu

  Aos 5 minutos, o lance inusitado da partida. Enquanto retomava seu posicionamento dentro de campo após um escanteio, o árbitro João Batista do Nascimento rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e teve que ser substituído pelo quarto árbitro, Gabriel Castro.

   Reação

  Com o Tupi em vantagem, o Athletico cresceu na partida e passou a ter mais chances de gol. Contando com o dedo do técnico Rafael Guanaes, o Furacão chegou ao empate com Vinícius Mingotti, que havia entrado no intervalo, após boa troca de passes da equipe. Logo após o gol, a equipe paranaense dominou o jogo e o Tupi sentiu o baque.

Athletico encara o Taboão da Serra nas oitavas

  Aos 29 minutos, em grande contra-ataque, o Athletico chegou ao empate. Jajá carregou a bola desde o campo defesa, tabelou com Vinícius Mingotti e bateu cruzado para vencer o goleiro Davyd e colocar o Furacão na frente.

   Empate no quase

 O Tupi ainda teve chances de empatar com Patrick e Yago, mas o goleiro Léo Linck brilhou e garantiu a classificação rubro-negra para as oitavas de final, onde vai encarar o Taboão da Serra-SP.

Ficha técnica

Tupi – Davyd; Felipe, Pará (Luiz Fernando), João Gustavo, Jordan; Felga (Lolote), João Marcos, Max; Rê, Neném (Yago), Patrick; Técnico: Wesley Assis

Gol: Neném

Athletico – Léo Linck; Luan Patrick, Lucas Andrade (Vinícius Mingotti), Gabriel Fornari (Kennedy); Kawan (Leonardo Ataíde), Brener, Iago, Reginaldo (Pablo); Jajá, Bruno Leite (Ramon), Paulo Victor (Rômulo); Técnico: Rafael Guanaes

Gols: Vinícius Mingotti e Jajá

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento

Fotos: Divulgação/Tupi; Reprodução/SporTV; Divulgação/Athletico

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário