Baeta x Coelho: interinos pela vitória!

Zé Luís estará novamente à frente do Baeta

  A partida desta quarta, dia 29, entre Tupynambás e América, às 20h, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, vai ter coincidências entre as equipes: ambas serão comandadas por técnicos interinos que assumiram após a saída dos treinadores após somente uma rodada de Campeonato Minero e estarão à frente de times que buscam a primeira vitória na competição.

Cobertura

   Siga as informações do jogo e dos bastidores no Estádio Mário Helênio nas redes sociais do Toque de Bola (Twitter, Facebook e Instagram) com apoio de Plasc e Hiperroll Embalagens.

  Mais “rodado” da dupla, o treinador do Baeta, Zé Luís Peixoto, de 54 anos, já esteve no banco de reservas no último domingo, na goleada sofrida pelo Leão do Poço Rico, por 5 a 0, para o Atlético, em Belo Horizonte. Assumindo na sexta, dia 26, à tarde, após o pedido de desligamento de Paulo Campos, alegando problemas particulares, o comandante provisório do Tupynambás – que já foi técnico do Tupi, em 2006 – teve pouco tempo para ajeitar o time à sua maneira.

Baeta está em inter-temporada no Haras Morena

Para subir na tabela

  Com mais tempo para trabalhar, mesmo que na base da conversa por conta do intervalo curto entre uma partida e outra, Peixoto acredita em uma reação. “O momento é de se fechar. O grupo está ciente da situação difícil e também sabe que uma vitória diante do América muda tudo. A gente sai de último e vai para o meio da tabela. É possível”, garante.

  Procurando dar o ambiente propício para uma reação do Baeta, a diretoria fechou uma inter-temporada breve na vizinha Matias Barbosa. O grupo embarcou nesta teça, dia 28, para o Haras Morena, onde ficará concentrado e treinará até o próximo domingo, dia 2, vindo a Juiz de Fora para enfrentar o América e retornando antes do confronto com o Cruzeiro, no fim de semana. 

Bruno entrou no lugar de Renan Rinaldi no domingo

Hora certa

  “Sabemos que no futebol, quando você vence é uma situação, quando perde é uma outra. Nesse momento mais complicado, essa inter-temporada no Haras chegou na hora certa. Vamos estar num local aconchegante, bem estruturado e só nosso. Desta forma vamos seguindo nossa caminhada e se possível, já buscar a reação nesta quarta diante do América”, destaca Peixoto.

  Mesmo sem poder treinar intensamente, Zé Luís vai ter que lidar com mudanças e desfalques na equipe titular. Contundido, o goleiro Renan Rinaldi está fora do Mineiro. Já o lateral-direito Henrique foi expulso diante do Altético e cumprirá suspensão automática na partida desta quarta.

  Para o gol, o Baeta teve que ir ao mercado. Nesta terça, dia 28, o clube contratou e já regularizou Gabriel Bottan, de 20 anos, que estava no time sub-20 do Santos. O arqueiro de 1,99m tem passagens pelas bases do São Paulo e do Cruzeiro. Quem também pode atuar é Bruno Hargreaves, que já substituiu o camisa 1 do Tupynambás no último domingo.

Gabriel Bottan chegou e já pode jogar

Mudança de esquema

  Na lateral-direita, Graffite é o substituto natural. Para a partida contra o Atlético, Zé Luís alterou o esquema de jogo do Baeta em relação à estreia, colocando o meia Ygor no lugar do atacante Yago Caju. Outra alteração foi a ida do experiente Lúcio, que atuou como meia na estreia , para a lateral-esquerda, sua posição de origem, com a entrada do meia-atacante Sávio entre os titulares.

  Segundo o que disse o técnico após a partida contra o Atlético, o esquema funcionou bem até a expulsão de Henrique e o primeiro gol do time belorizontino. Assim, o esquema que entrou em campo contra o Galo de Belo Horizonte deve ser mantido para encarar o Coelho da capital mineira.

No América 

Cauan faz estreia no profissional

  Do lado americano do confronto de interinos desta quarta, Cauan de Almeida, de 30 anos, faz sua estreia no comando de um time profissional. Técnico do sub-17 do Coelho desde fevereiro de 2017, o interino do Coelho aceitou convite para integrar a comissão técnica da equipe principal do clube em julho de 2019. Com a ida de Felipe Conceição para o Red Bull Bragantino, confirmada no último domingo, recebe agora a chance de dirigir o América.

  Sem a realização da partida diante do Villa Nova, por determinação do Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG), o América não teve chance de sair de seu ponto único, conquistado quando o Coelho empatou no último minuto com a Caldense, após ter levado a virada, em 2 a 2, na estreia da competição. Sem problemas de lesão ou suspensão, Cauan de Almeida não deve fazer alterações no time titular. A única dúvida fica por conta do possível aproveitamento do meia Geovane, que entrou e fez o gol de empate com a Veterana no dia 22 de dezembro, na vaga do recém-chegado Alê.

Ingressos e ônibus

  O torcedor que quiser acompanhar Tupynambás x América no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio pode garantir seus ingressos antecipadamente no posto da Liga de Futebol de Juiz de Fora (Calçadão da Rua Halfeld, em frente ao Banco do Brasil); na sede social do clube (Rua Delorme Louzada, 32) ou na Cirúrgica Equilíbrio (Rua São Mateus, 422). Os bilhetes custam R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia-entrada.

  Ônibus especiais para transporte dos torcedores até o estádio circularão a partir das 18h30, com saída da Avenida Presidente Itamar Franco, em frente à Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon). Os portões e bilheterias da arena local serão abertos às 19h. Na volta, o último veículo sairá da região do Mário Helênio 40 minutos após o término do jogo.

Tupynambás x América

Estádio Muncipal Radialista Mário Helênio – 20h

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro

Assistentes: Luiz Antônio Barbosa e Leonardo Henrique Pereira 

Tupynambás: Gabriel Bottan (Bruno Hargreaves); Graffite, Adriano, Diego Augusto e Lúcio; Allan, Léo Salino, Ygor e Sávio; Vanger e Ademilson. Técnico: Zé Luís Peixoto

América: Airton; Leandro Silva, Lucas Kal, Eduardo Bauermann e João Paulo; Zé Ricardo, Juniho e Alê (Geovane); Matheusinho, Felipe Augusto e Rodolfo. Técnico: Cauan de Almeida

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola; Bruno Cantini/Agência Galo/Atlético; Divulgação Santos FC; e Daniel Hott/América

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário