Baeta patina e sofre terceira derrota!

Lúcio tenta passar pela marcação do América

  Desde que foi divulgada a tabela, o início do Campeonato Mineiro 2020 foi considerado como de extrema dificuldade para o Tupynambás. E as previsões vão se concretizando. Nesta quarta, dia 29, o Baeta perdeu seu terceiro confronto nas primeiras três rodadas do Estadual.

  Jogando em Juiz de Fora, o Leão do Poço Rico mais uma vez patinou sem conseguir arrancar na competição e perdeu para o América, de Belo Horizonte, pelo placar mínimo. O único gol do jogo foi marcado pelo atacante Rodolfo, aos 8 minutos do segundo tempo. A dura sequência inicial do Baeta tem mais uma partida, no domingo, dia 2, às 19h, contra o Cruzeiro, novamente no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

  Na avaliação do técnico interino do Baeta, Zé Luís Peixoto, pede uma alteração na abordagem desse início de Mineiro. “Alguns atletas precisam mudar a atitude. Todos que estão envolvidos nessa situação, jogadores e comissão, precisamos pensar e passar coisas boas. Dentro da partida tivemos momentos que foram bons e outros não tão bons. Mas uma vitória contra o Cruzeiro muda tudo”, acredita.

Novidades

Americanos comemoram o gol de Rodolfo (9)

  De goleiro novo, o recém-chegado Gabriel Bottan, e com Sílvio na zaga no lugar do contundido Adriano, o Baeta começou a partida levando um susto. Logo aos sete minutos, Matheuzinho recebeu na esquerda, limpou para o meio e cartou o travessão do time de Juiz de Fora.  Aos 17, o Leão do Poço Rico perdeu o interminável Ademilson, sentindo a parte posterior da coxa esquerda. Yago Caju foi para o jogo em seu lugar.

  O América armava a maioria das situações mais perigosas, mas sofria na definição dos lances. Já o Baeta, sem conseguir sair jogando pela dificuldade do novo arqueiro nos tiros de meta e com a marcação adiantada da Coelho, tentava, sem sucesso, na ligação direta e nas bolas paradas. Em uma delas, aos 29 minutos, quase a abertura do placar para o Tupynambás. Em cobrança de escanteio de Lúcio da direita, Yago Caju ganhou da zaga no alto e cabeceou com perigo, à direita do gol de Aírton. Com ambos os times jogando pouco, o primeiro tempo terminou 0 a 0.

Gol na volta

Classificação e resultados da 3ª rodada (clique para ampliar)

  O Coelho voltou pressionando na segunda etapa e, nos cinco primeiros minutos teve chances em chute e falta em cima de Matheuzinho. O camisa 10 seguiu sendo o pesadelo da defesa do Baeta até roubar a bola e entregar para Rodolfo que, aos 8 minutos, bateu colocado e cruzado para fazer 1 a 0 para o América.

  Sem conseguir penetrar na marcação e na defesa do América, o volante Albert tentou do meio da rua aos 15 minutos, no primeiro chute a gol do Baeta no segundo tempo. O lance tirou aplausos do torcedor juiz-forano. O lance parece ter animado o Tupynambás que se adiantou para tentar o empate.

  Mas o América não estava morto. Aos 26 minutos, em tabela pelo meio, Matheuzinho saiu de frente para o gol na entrada da área, mas bateu mal, para fora. O Baeta só voltou a incomodar aos 40, quando Ygor tabelou na direita com Yago Caju e chutou forte, cruzado, mas a bola saiu beliscando a trave direita do Coelho. Aos 42 foi a vez de Caju ter chance, pela esquerda da área, mas também bater para fora. Embora tenha tentado um pressão final, o time juiz-forano não conseguiu o empate.

Tupynambás 0 x 1 América

Estádio Muncipal Radialista Mário Helênio – Campeonato Mineiro 3ª rodada

Gol: Rodolfo aos 8’ do 2T

Público: 912 presentes

Renda: R$ 8760

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro

Assistentes: Luiz Antônio Barbosa e Leonardo Henrique Pereira

Cartão amarelo: Léo Salino (Tupynambás)

Tupynambás

1 – Gabriel Bottan

2 – Graffite

4 – Silvio

3 – Diego Augusto

6 – Lúcio

7 – Allan (Albert no intervalo)

5 – Léo Salino

10 – Sávio (Fabinho aos 21’ do 2T)

11 – Ygor

17 – Vanger

9 – Ademilson (Yago Caju aos 15’ do 1T)

Técnico: Zé Luís Peixoto

América

1 – Aírton

2 – Leandro Silva

3 – Lucas Kal

4 – Eduardo Bauermann

6 – Sávio (Lucas Luan aos 37’ do 2T)

5 – Zé Ricardo

8 – Juninho

7 – Alê (Geovane aos 30’ do 2T)

10 – Mathuezinho

11 – Felipe Augusto (Ademir aos 28’ do 2T)

9 – Rodolfo

Técnico: Cauan de Almeida

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Fotos: Toque de Bola; e Rise Up Mídia/Tupynambás

Arte: Toque de Bola com informações do Superesportes

Deixe seu comentário