Bia é ouro! E quer mais…

Bia foi campeã mundial pela primeira vez na carreira

  A brasileira Beatriz Ferreira é campeã mundial de boxe. Na manhã do último domingo, dia 13, em Ulan-Ude, na Rússia, a pugilista derrotou a chinesa Cong Wang na categoria até 60kg por 5 a 0 e levou a medalha de ouro.

  Baiana radicada em Juiz de Fora, Bia foi unanimidade na opinião dos juízes, que deram ao menos dois dos três rounds para a brasileira. E mais: foi considerada a melhor atleta da competição.

Promessa é dívida

  Após três anos defendendo a Seleção Brasileira, a atleta conquistou seu 24º pódio em 25 competições internacionais disputadas. Recentemente, Bia foi campeã pan-americana em Lima, no Peru, e, na sequência, prepara-se para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Junto com o título, Bia também levou a eleição de melhor boxeadora do torneio, entre todas as 226 pugilistas de 56 países. Os dois pré-olímpicos serão realizados no ano que vem e a brasileira não deve ter problemas para estar no Japão em 2020. Em entrevista ao Toque de Bola, a Bia Ferreira falou sobre a conquista.

  “Eu estou muito feliz. Realizei uma meta que eu tinha estabelecido. Mundial passado não foi tão bom quanto eu esperava , e eu tinha prometido para mim mesma que eu ia voltar mais forte. Quando tive minha mão levantada eu me senti muito feliz comigo mesmo por ter cumprido minha palavra e conquistado uma medalha. Foram cinco lutas totalmente diferentes entre si. Tive que usar táticas diferentes em cada uma delas, o que torna a conquista ainda mais gratificante, porque mostra que o treinamento fez efeito”, analisou Bia.

Nome na história

  Além de Beatriz, Roseli Feitosa, campeã mundial em 2010, foi a única brasileira a conquistar o ouro na competição, mas na categoria até 81kg. Em 2014, Clélia Costa levou o bronze na categoria até 51kg e em 2002, quando o boxe ainda não tinha entrado no programa dos Jogos Olímpicos, Ana Santos foi bronze na categoria até 60kg. 

Bia foi apenas a segunda brasileira a conquistar o ouro

  “É uma honra estar representando nosso país em todos os campeonatos que eu vou. Fiquei feliz demais de contribuir para a história do boxe feminino brasileiro sendo a segunda mulher campeã de um Mundial. O boxe brasileiro é um celeiro de talentos e poder fazer parte disso vencendo é motivo de muito orgulho”, comentou.

A campanha

  Na mundial, Beatriz estreou com vitória diante de Keamogetse Kenosi, de Botsuana, por nocaute técnico. Nas oitavas de final, derrotou a venezuelana Omailyn Alcala, por decisão unânime dos árbitros. Para chegar à semi, venceu a russa Natalia Shadrina, que lutava em casa, e derrotou a americana Rashida Ellis para encarar a chinesa Cong Wang na finalíssima.

  Na decisão, Beatriz adotou uma estratégia de esperar as ações da chinesa e incomodava Wang nos contra-araques. Com um amplo repertório de golpes, a brasileira dominou a adversária e venceu sem questionamentos. Confira a decisão de cada árbitro na final:

Árbitro Canadense – 29 x 28
Árbitro Turcomenistão – 29 x 28
Árbitro Ucraniano – 29 x 28
Árbitro Italiano – 30 x 27
Árbitro Bósnio – 30 x 27

Tóquio 2020

Também com o ouro no Pan 2019, ela mira Tóquio 2020

  Após o título, o foco de Bia é 2020, mais precisamente em Tóquio, no Japão, sede das próximas olimpíadas. Com dois pré-olímpicos no início da temporada, a atleta brasileira não deve ter problemas para se classificar para a maior competição esportiva do mundo. Sem tempo para descansar, ela falou sobre a expectativa e a preparação para os jogos.

 “O trabalho continua. Logo após a conquista eu já vim para a China para uma outra competição (a sétima edição dos Jogos Mundiais Militares pode render mais um ouro para a atleta ainda esta semana). Assim que sair daqui eu tenho uns dois dias de descanso e já volto a treinar. A meta é representar bem o Brasil em Tóquio. Se possível, quero melhorar meu desempenho. Vamos fazer alguns ajustes em algumas coisinhas, representar bem o Brasil e trazer uma medalha para casa”, finalizou.

Texto: Toque de Bola – Pedro Sarmento
Fotos: Divulgação/COB; Pedro Ramos/Rede do Esporte;

Deixe seu comentário