Semana Paralímpica agita JF

Participantes estarão reunidos no Ginásio da SEL

  No embalo do sucesso dos medalhistas dos Jogos Parapan-Americanos de Lima, Gabriel Silva (natação) e Alexandre Ank (tênis de mesa), terá início oficialmente a segunda Semana Paralímpica de 2019.  A solenidade de abertura do evento, que chega à sua 13ª edição, está marcada para este sábado, dia 14, a partir das 10h, no Ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), na Rua Custódio Tristão, 10, em Santa Terezinha.

  A cerimônia é aberta ao público, com entrada franca e terá desfile das delegações, apresentação da Banda da Polícia Militar, além de surpresas artísticas e esportivas. As disputas estão previstas para ocorrerem a partir de segunda, dia 16, e o encerramento está marcado para o sábado, dia 21, às 11h, logo após as disputas da natação, no Sport Club Juiz de Fora.

Novidade

Atletismo é realizado na pista da Faefid

  Nesta segunda edição de 2019 – a primeira ocorreu em maio, mês de aniversário de Juiz de Fora -, a Semana Paralímpica se insere nas atividades do mês da pessoa com deficiência. E a competição terá uma grande novidade: as disputas dos Jogos Intercolegiais para alunos com necessidades especiais, nas modalidades natação, polybat e atletismo, estarão inseridas na programação. Os alunos da rede de ensino municipal, pública e particular, competirão lado a lado com atletas mais velhos. Seus tempos e resultados serão computados separadamente para a classificação escolar.

  As competições ainda têm inscrições abertas (veja lista completa abaixo). Os interessados devem escolher a modalidade desejada e preencher a ficha disponível na página da Secretaria de Esporte e Lazer, no site da Prefeitura de Juiz de Fora. Qualquer pessoa acima de 10 anos, mesmo que não seja praticante de esporte, pode participar. 

Confira a programação completa da 13ª Semana Paralímpica

Confira as modalidades da 13ª Semana Paralímpica:

Bocha – inscrições até 14/9, às 18h
Considerada esporte desde 1984, consiste em lançar bolas coloridas o mais perto possível de uma branca (jack ou bolim). Os atletas ficam sentados em cadeiras de rodas e limitados a espaço demarcado, para fazer os arremessos. É permitido usar mãos, pés e instrumentos de auxílio, e contar com ajudantes (calheiros), no caso dos atletas com maior comprometimento motor. No Brasil, a modalidade é administrada pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes (Ande). Os jogos serão na segunda-feira, dia 16, às 14h, no Ginásio da SEL.

Goalball terá disputas no Ginásio da SEL

Goalball – inscrições até 16/9, às 18h
Desenvolvido para pessoas com deficiência visual, o golbol é praticado em quadra com dimensão das de vôlei, com três atletas em cada time. A bola é lançada de forma rasteira, com o objetivo de balançar a rede adversária. Sem barulhos externos, os atletas conseguem ouvir o guizado da bola, arremessada pela outra equipe, para realizar as defesas. Os jogos serão na terça-feira, dia 17, às 14h, no Ginásio da SEL.

Futebol Paralímpico – inscrições até 16/9, às 18h
A modalidade paralímpica consiste na adaptação para atletas com alguma deficiência. Estes desportos são jogados, normalmente, usando regras da Federação Internacional de Futebol (Fifa), com modificações quanto ao terreno, equipamento, número de jogadores e outras regras necessárias para torná-los adequados aos atletas. As duas principais versões do paralímpico são o futebol de cinco, para atletas com deficiências visuais, e o de sete, para atletas com paralisia cerebral. Os jogos serão quarta-feira, dia 18, às 14h, no Ginásio da SEL.

Polybat é uma das modalidade em disputa

Polybat – inscrições até 17/9, às 18h
Também conhecido como tênis de mesa lateral, é uma modalidade alternativa para aqueles que não conseguem participar da bocha e nem do tênis de mesa convencional. O esporte é destinado a pessoas com deficiência física, auditiva ou intelectual. A raquete deve manter contato com a mesa (ela é arrastada), e a bolinha deve ser lançada sempre nas bordas laterais. Professores da SEL adaptam as regras tradicionais para que todos possam jogar, mesmo aqueles que não conhecem a modalidade. Assim, são colocadas garrafinhas nas beiradas da mesa, e o objetivo é derrubar as garrafas do adversário. Os jogos serão na quinta-feira, dia 19, às 14h, no Ginásio da SEL.

Atletismo – inscrições até 17/9, às 18h
O atletismo paralímpico é praticado por atletas com deficiência física, visual ou intelectual. Há provas de corrida, saltos, lançamentos e arremessos, tanto no feminino quanto no masculino. No atletismo, os competidores são divididos em grupos de acordo com o grau de deficiência constatado pela classificação funcional. Os atletas com deficiência visual podem ser acompanhados por guias (no caso das provas de pistas) ou por um chamador (no caso das provas de salto). Na pista, o guia deve apenas orientar a direção da corrida do atleta, sem puxá-lo, sob pena de desclassificação. No salto, os auxiliares, com palmas e com a sua voz, guia o atleta. As provas serão na sexta-feira, dia 20, às 8h30, no complexo da Faculdade de Educação Física e Desportos (Faefid) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Natação – inscrições até 17/9, às 18h
Destinada a atletas com qualquer tipo de deficiência, é dividida entre dois grupos: deficientes visuais e pessoas com outras deficiências. As regras seguem as mesmas orientações da Federação Internacional de Natação Amadora (Fina), com adaptações especiais nas partidas, viradas e chegadas. Os nadadores com deficiência visual podem receber um aviso do treinador quando se aproximam da borda. As competições são divididas em categorias masculinas e femininas, respeitando os graus de deficiência de cada nadador. As provas disputadas podem ser individuais ou em equipe de revezamento. As provas serão no sábado, dia 21, às 8h30, na piscina olímpica do Sport Club Juiz de Fora.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos com inforações da SEL

Fotos: Toque de Bola e Divulgação SEL  

Deixe seu comentário