O “Esporte 4.0” de Toledo e Bara

Capa da obra de Toledo e Bara

  Fruto do trabalho de pós-doutorado dos diretores do JF Vôlei, Heglison Toledo e Maurício Bara, foi lançado na noite desta sexta, dia 27, no Trade Hotel, o livro “Esporte 4.0: Uma realidade na era digital”.

  A obra busca conceituar a forma das modalidades esportivas se relacionarem e se inserirem no contexto da sociedade informatizada dos tempos atuais. “A partir dos estudos, começamos a desenvolver esse conceito de ‘Esporte 4.0’. Ele é fruto da indústria 4.0, pois percebemos que o esporte atualmente não sobrevive ou vive longe da tecnologia. Ela é uma característica do nosso século”, explica Toledo.

Na prática

  Segundo Bara, as manifestações práticas do conceito trabalhado vieram para ficar. “É importante fortalecer a ideia da utilização da tecnologia no esporte. É um caminho sem volta. Nós, de certa forma, nos forçamos a avançar nesse sistema. Tanto no controle do treinamento de atletas, como na análise de desempenho e na contratação de jogadores. Temos que fazer o uso dos recursos tecnológicos em prol do melhor desenvolvimento possível, em busca de um melhor resultado final”, considera.

  Usando a experiência do JF Vôlei como exemplo, Maurício fala da parte mais palpável atualmente do conceito abordado no livro. “No voleibol por exemplo, já utilizamos sistemas de controle. Do treinamento, dos jogos, entre outros. Como também o software, o Datavôlei, que nas mãos de um analista – função exercida no JF Vôlei anteriormente pelo nosso treinador atual, Marcão – faz a análise de desempenho coletivo das equipes. Mas também individual de cada jogador. Isso auxilia o dia a dia, indo até o planejamento de contratações. Quanto mais dados, para que não se confie somente no olho – que é também é importantíssimo -, para tomar uma decisão mais acertada, melhor.” 

Para ler e refletir

  A obra foi construída de forma a levar o leitor a trilhar um caminho evolutivo em meio ao contexto de desenvolvimento do Esporte 4.0. “Na parte inicial do livro, traçamos a evolução do trabalho e o avanço da tecnologia, finalizando na gestão do conhecimento e a cibercultura. Na segunda, tratamos do conceito em si, iniciando na formação dos profissionais, não só de educação física, mas de todas as áreas envolvidas com as modalidades. Afinal, a tecnologia faz parte de nossa vida. E o esporte, seja ele de alta performance ou não, está inserido nessa realidade”, explica Toledo.

  Amplo, o livro não fica somente nas modalidades tradicionais e busca avançar em outros aspectos do esporte. “Observamos algumas tendências, que ocorrem atualmente e que se darão nos próximos anos. Provocamos também algumas ideias no campo do empreendedorismo. E caracterizamos uma área que está em franco crescimento que são os e-sports”, conta Heglison.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos

Artes: divulgação

Deixe seu comentário