Ibitipoca Offroad 2019

O mais charmoso do Brasil. Edição Histórica!

Palavra de Altair Bordignon: “O Ibitipoca é sensacional!”


29 ago 2019

Instantes antes da largada do segundo dia de prova – Foto Misto Quente

 Mais de vinte dias depois da 30ª edição do Ibitipoca Off Road, a prova ainda repercute entre os pilotos que participaram do rallye de regularidade mais charmoso do Brasil.

  As trilhas em diversos tipos de terreno, as ocorrências durante a disputa, as paisagens deslumbrantes e as várias histórias para contar ainda estão recentes no pensamento de cada um.

  Entre motos e carros, pilotos solo e duplas, os depoimentos pós prova seguem uma mesma linha: satisfação em fazer parte dessa história.

“Sensacional”

  Estreante no IOR, o gaúcho Altair Bordignon teve problemas no primeiro dia. Segundo ele, caso os problemas técnicos na moto não tivessem ocorrido, a chance de fazer um resultado melhor era grande.

  “Tive problemas no sábado com meu sensor magnético, ele encostou no disco e eu tive sorte que ele não cortou. Fui do Bar do Zé até o neutro de Lima Duarte sem perceber. Depois eu andei muito mal. Tive que andar com um companheiro atrás de mim, daí ele se atrasava. Aí chegaram as meninas, segui com elas e tomei muito atraso. Se não fosse esses problemas eu poderia ter melhorado um pouco minha performance e ter tido um resultado melhor”, afirmou.

Altair Bordignon teve problemas no primeiro dia, mas foi “só elogios” à prova

  Apesar de ter disputado o IOR pela primeira vez, Altair é um dos pilotos mais experientes do Brasil na atualidade. Colecionador de títulos nacionais, ele classificou a experiência de disputar a prova como “sensacional”.

  “Foi uma experiência fantástica. Eu fiz um resumo para meus guris aqui da seguinte forma: na minha carreira tenho 11 provas de quatro dias, meia dúzia de provas de três dias e uma prova de dois dias. O Ibitipoca é sensacional. Demanda um nível técnico e físico muito alto dos pilotos. Estrutura é maravilhosa, todos estão de parabéns. Paisagens de tirar o fôlego, terrenos mistos, gostei muito”, finalizou.

Texto: Misto Quente Comunicação

Foto de capa: Arquivo pessoal/Altair Bordignon

Fotos: Misto Quente Comunicação


Voltar

Todos os direitos reservados.